Renault Arkana é registrado no Brasil

Fabricante continua negando, mas cada vez mais informações confirmam a vinda do utilitário-esportivo para o Brasil

Por AutoPapo19/02/19 às 18h00

Enquanto a Renault continua não confirmando a vinda de seu novo utilitário Arkana para o Brasil, informações continuam indicando que ele chegará aqui. A revista do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) mostrou, hoje (19), que a fabricante registrou o produto no país, como reportou o Motor 1.

Registro do Renault Arkana no INPI. (INPI | Reprodução)

No ano passado, já havíamos noticiado o registro de peças do Renault Arkana, também junto ao INPI. Em agosto, o modelo foi oficialmente apresentado, pela primeira vez, no Salão de Moscou. Ele será vendido naquele país, onde tem lançamento previsto para este ano.

Já no Brasil, o SUV deve chegar em 2020. O Renault Arkana será produzido sobre a plataforma B0, utilizada no Duster, Ororch e no Captur brasileiro. Na gama, a novidade ficará posicionada cima deste último.

Registro do Renault Arkana no INPI. (INPI | Reprodução)

Na dianteira, como vimos após a apresentação em Moscou, o utilitário traz a nova identidade da marca francesa. Os faróis são estreitos e contam com um contorno em LED, formando um desenho característico junto à grade dianteira.

Visto pela lateral, nota-se um desenho similar ao de um cupê, com um declive na traseira, entre a coluna “C” até o porta-malas.

O veículo apresentado na Rússia foi identificado como um conceito, e seu interior não foi revelado. A versão de produção será apresentada, provavelmente, no mês que vem, durante o Salão de Genebra, na Suíça.

Contudo, baseado nos mais recentes desenhos registrados no INPI, podemos dizer que o veículo que chegará às lojas não deve ser muito diferente da versão conceitual.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário