Balanceamento: 7 razões pelas quais você deve fazer

Se o seu volante está vibrando, procure logo um mecânico; o carro balanceado é mais estável e apresenta menor consumo de combustível

Por AutoPapo 08/07/18 às 13h22

Não há motorista que nunca ouviu falar em alinhamento e balanceamento. Os serviços são itens básicos da manutenção do carro e requerem certa periodicidade. Já explicamos, aqui no AutoPapo, que nem sempre que o automóvel é alinhado também precisa ser balanceado. O que não significa, no entanto, que o balanceamento pode ser negligenciado. Explicamos, em sete tópicos, como o serviço é feito e por que ele é importante.

Volante vibrando

Volante vibrando é o indício mais importante que o veículo precisa ser balanceado. Outros problemas também podem alertar o motorista de que há algo errado com o carro, como barulhos em determinadas velocidades (60 ou 80 km/h) e pneu com desgaste irregular. Essas adversidades acontecem porque a roda está com um diferença de massa, isto é, uma parte está mais pesada que a outra.

O que é o balanceamento? Como o procedimento é realizado? Quando o motorista deve fazê-lo? Explicamos as razões pelas quais você deve balancear o seu carro.

Para resolver essa diferença, entra o balanceamento. O procedimento, segundo o técnico automobilístico e professor João Barreto, é simples, consiste em dividir o peso do conjunto da roda de forma igual.

Confira por que razão você deve fazer o balanceamento do seu carro:

  1. De acordo com a marca de pneus Michelin, o balanceamento é importante para evitar o desgaste prematuro e irregular de pneus
  2. Ainda segundo a marca, o balanceamento evita problemas nos componentes da suspensão e da direção.
  3. Desbalanceado, o volante – e até mesmo o carro – vibram.
  4. O carro balanceado, informa Barreto, tende a gastar menos combustível. Isso porque o pneu balanceado tem menos atrito com o solo. Ou seja, o carro faz “menos esforço” para se mover.
  5. O carro desbalanceado fica mais instável, é mais inseguro.
  6. Já que o pneu balanceado se desgasta menos, o motorista economiza o componente.
  7. Dirigir um carro trepidando causa desconforto para motorista e passageiros.

Mas quando o balanceamento deve ser realizado?

Em condições normais de uso, se o carro não apresentar os indícios comentados acima, o procedimento deve ser feito:

  • Sempre que houver substituição ou conserto nos pneus;
  • Se o veículo apresentar vibrações no volante;
  • Sempre que houver substituição de elementos do conjunto rodante, como pastilhas de freio, rolamento da roda e peças da suspensão;
  • A cada 10 mil quilômetros rodados.
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário