Se o seu carro é flex, você precisa conhecer estas 7 verdades

Não tenha dúvida: você pode misturar gasolina e etanol em qualquer proporção, sempre que quiser; saiba quais são as vantagens de cada um dos combustíveis

Por AutoPapo18/06/18 às 15h07

Atualmente a maioria dos carros emplacados no Brasil é flex. Há dez anos, a frota bicombustível já ultrapassava os seis milhões de automóveis, 46% do total, de acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Ainda assim, 15 anos depois do primeiro veículo flex ser produzido no país, a tecnologia gera dúvidas.

Separamos algumas informações para que os motoristas consigam utilizar os motores flex da melhor maneira possível.

1. Não há problema em usar apenas etanol – ou gasolina – durante toda a vida útil do motor

O motor flex foi feito para queimar tanto a gasolina quanto o etanol. No escapamento, um componente chamado sonda lambda reconhece qual é o combustível utilizado e informa a central eletrônica do modelo, que ajusta o motor para que ele desenvolva o desempenho ideal para o combustível ou a mistura presente no tanque.

2. O carro flex consegue funcionar com qualquer proporção de etanol e gasolina

A dúvida pode até parecer óbvia para os entusiastas, mas até mesmo algumas concessionárias criam restrições sem o menor cabimento quando o assunto é a mistura de combustível nos tanques flex. Não importa se o motorista colocou 10% de etanol e logo depois completou o tanque com gasolina. A sonda lambda é capaz de captar a diferença de oxigênio dos dois combustíveis e passar para a central eletrônica a proporção exata de cada um deles.

3. O melhor dos mundos é um tanque com 50% de gasolina e 50% de etanol?

A vida é sempre uma questão de escolha. Se o motorista prefere autonomia, o ideal é abastecer apenas com gasolina. Isso porque o consumo do derivado do petróleo é menor. Mas se faz questão do desempenho, não há dúvidas, o melhor é encher o tanque com etanol. A mistura dos dois agrada gregos e troianos.

Ah, se por um acaso o dono do carro gostar mesmo é de economia, deve considerar o custo relativo entre os dois combustíveis.

A maioria dos carros produzidos no Brasil é flex. Ainda assim, as dúvidas sobre a tecnologia ainda pairam na cabeça dos motoristas. Conheça sete verdades sobre o assunto.

4. A regra dos 70% é uma verdade ou um mito?

Estudos recentes colocam a veracidade da informação em questão. Além do fato da gasolina brasileira ter uma alta porcentagem de etanol, alguns pesquisadores defendem que, com os motores tricilíndricos atuais, esse percentual pode variar até 75%. Para ter certeza, o leitor só tem um caminho: abastecer o carro com gasolina, calcular o consumo, fazer o mesmo com o etanol e, por último, dividir um número pelo outro. Se essa diferença de consumo for de 30%, vale então a regrinha dos 70% para analisar qual combustível vale mais a pena.

5. Álcool de cozinha serve para abastecer carro flex?

Com a greve dos caminhoneiros e a falta de combustíveis nas bombas, alguns “criativos” resolveram colocar álcool de cozinha e até cachaça nos tanques. Bem, o “álcool puro”, 96°GL, pode até ser usado sem problemas. Mas o composto mais comum, encontrado no supermercado, tem 46% de água e pode danificar os sistemas do carro.

6. Motor flex pode não pegar quando abastecido com etanol?

Se o motorista completou o carro com etanol, em baixas temperaturas, e esqueceu de colocar a gasolina no tanquinho de partida a frio, o carro pode ter dificuldades para funcionar. É que o automóvel começa a rodar com o restante do combustível antigo, que já estava no sistema, e, se o motorista anda menos de 10 quilômetros, a sonda não tem tempo suficiente para diferenciar a gasolina do etanol.

7. O etanol é um combustível mais limpo

O etanol não deixa depósitos carboníferos no sistema do carro. Usando o combustível derivado da cana, o motorista tem uma tendência menor a cair na pi-ca-re-ta-gem dos mecânicos, que rapidamente querem enfiar um processo chamado descarbonização para cima dos clientes. Como não há unanimidades no assunto flex, a gasolina tem uma outra vantagem que o etanol não oferece: por ser mais oleoso, o combustível lubrifica melhor o sistema.

A maioria dos carros produzidos no Brasil é flex. Ainda assim, as dúvidas sobre a tecnologia ainda pairam na cabeça dos motoristas. Conheça sete verdades sobre o assunto.
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
52 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Rodolfo 18 de junho de 2018

    Prezados,
    …. Digo que em verdade a coitada da gasolina é julgada culpada! Porém se esquecem que no exterior a gasolina só é vendida aditivada com detergentes e dispersantes para a limpeza do motor, e ainda… algumas marcas, salvo melhor juízo, adicionam um moderador de atrito nela que melhora a performance da lubrificação do motor desde às válvulas de admissão de combustível aos anéis e pistões do motor.
    …. Desta forma, seria prudente a pessoa optar por gasolina aditivada do que comum, pois desta maneira ele ofereceria a melhor proteção ao motor contra o desgaste e de quebra com melhor proteção contra o desgaste teria redução do consumo de combustível devido a redução de atrito na referidas peças.
    …. Falo por experiência própria… quando tiro a vela do meu carro que usa gasolina aditivada desde os 200.000 km (hoje está com 235.000 km), quando coloco o pistão no ponto moto superior PMS, a cabeça dos pistões estão limpas, ou seja, não estão carbonizadas, e ainda as velas também estão limpas, isentas de carbonização. Logo, se as velas e a cabeça dos pistões estão limpas, então a câmara de combustão também estará limpa.
    …. Mas é claro que devemos separar o joio do trigo, pois no Brasil se vende gasolina aditivada a preço de comum e tem gente que acredita que isso seja monetariamente possível… conto do vigário… que posto de combustível seria ingênuo a ponto de perder dinheiro vendendo gasolina aditivada a preço de comum, ou pior… vendendo gasolina comum mais cara que o posto vizinho porque quer que ela custe a mesma coisa que uma aditivada, ou seja, de custo de produção superior… enquadrando-se assim em superfaturamento da gasolina comum… logo isso de “gasolina aditivada a preço de comum” é “picaretagem” como diz Boris Feldmann!
    …. Assim em posto que a gasolina é muito barato ou pior ainda, a “gasolina aditivada a preço de comum” o aditivo da gasolina aditivada será o corante e olhe lá…
    Grato,

    • Avatar
      Rauser 15 de setembro de 2018

      A prática de vender ambos no mesmo preço muitas vezes acontece pelo motivo que gasolina vence, estraga. Depois de 3 meses parada ela começa a se degradar e se não for vendida logo, não pode mais ser consumida e daí há promoções de mesmo preço da comum. A comum tem alta rotatividade, já a aditivada pode ficar parada muito tempo e não ser toda vendida.

  • Avatar
    Celso Laurentino dos santos 18 de junho de 2018

    Oi gostaria de saber guando coloco metanol ums vinte litros enuns três de gasolina faz mal para carro

  • Avatar
    Joel cruz 19 de junho de 2018

    Olá,essa matéria sobre gasolina ou etanol super interresante, o que usar.Hoje temos 27% de etanol na gasolina que pagamos preço de gasolina,ou seja essa tabelinha de 70% não funciona serve para confundir o consumidor.Etanol é combustivel limpo renovável polui
    Menos que a gasolina,conserva e mantém as caracteristica do lubrificante do motor por maior período km.Reduz o consumo de óleo,podendo estender
    Sua troca por maior kms,apenas trocando filtro de óleo.
    Sistema mecânico mantém se mais limpo,como catalizador, Câmara combustão,velas etc…

  • Avatar
    Marcelo 19 de junho de 2018

    Rodolfo, não é verdade que a gasolina aditivada não possa ser vendida com o mesmo preço de comum. Alguns postos usam isso como uma estratégia de marketing. Vendem a comum com um preço um pouco maior, e a aditivada, com um preço um pouco menor. Ganham no volume vendido. Sei bem disso pois trabalho na área comercial de uma grande distribuidora de combustíveis.

  • Avatar
    Thiago 19 de junho de 2018

    Muito fraca a matéria. Coisa pra quem tá fazendo auto escola.

    Regra dos 70% é burrice pra preguiçoso.

    Tem que saber quanto custa o km com cada combustível.
    Calcule o rendimento em cada um, depois dívida o preço pelo rendimento

    Exemplos
    gasolina $5 rendimento 7km/litro = $0,72/km

    Álcool $3,60 rendimento 6km/litro = $0,60km

    Precisam de alguém que entenda de carros

    • Avatar
      ninguem 21 de março de 2019

      kkkkkkkkkkkk, eles precisam de alguem que entenda de carros, e voce de matematica. Sua conta esta errada. Voce dividiu o dinheiro pelo quilometro rodado.
      O certo é dividir o quilometro pelo dinheiro.

    • Avatar
      ninguem 21 de março de 2019

      refazendo sua conta:
      Gasolina $5 rendimento 7km/litro = $1,40/Km
      Alcool $3,60 rendimento 6km/litro = $1,67/Km

      Ou seja, nesse caso o alcool rende mais!

  • Avatar
    Waldo 19 de junho de 2018

    Bom Dia, em relação ao melhor combustível para se usar em um motor flexões, em um dos parágrafos foi colocado que uma proporção de 50% de cada combustível seria o sonho dos proprietários, economia e potência mas, não se tocou no assunto que a gasolina nacional tem em sua composição 27% de álcool , no caso da gasolina comum e da aditivada e 25% na gasolina chamada Premium ou Podium ou qualquer outro nome e, isto pata cada litro de combustível!
    Daí que para termos os 50% de cada combustível dentro do tanque, seria preciso um exercício de matemática para se chegar a uma quantidade ,quase exata, de cada um dos combustíveis!
    Por favor, uma resposta do profissional!
    Bom Dia !

  • Avatar
    Hamilton 19 de junho de 2018

    Tenho um ÚNO Flex 2006 que comprei 0km. Hoje (Junho de de 2018) está com 198.000 km rodado, neste tempo do abasteci umas 4 x com gasolina pura e algumas vezes com mistura deetanol e gasolina em qualquer proporção. mas a maioria das vezes é com etanol puro e a única observação que faço é que com etanol o escapamento tem pouca durabilidade, pois ele enferruja muito rápido, aparecendo furos no silenciador.

  • Avatar
    Alberto Martins 19 de junho de 2018

    Bom diaaa eu trabalho com meu carro com GNV e toda convertedores falam que para utilizar o GNV e manter o etanol que a gasolina isso é verdade, eu gostaria de saber se a gasolina seria melhor que o etanol ou qual seria melhor.

  • Avatar
    Então se eu colocar meio tanque de gasolina e outro de etanol não prejudica o motor do carro 19 de junho de 2018

    Então se eu colocar no carro meio de etanol e meio de gasolina não faz mal pro motor do carro

  • Avatar
    Gonçalo Pereira 19 de junho de 2018

    Posso mistura os dois combustível . não tem poblema mesmo ..que produto eu possa usar para da mas durabilidade no motor

  • Avatar
    Ailton 19 de junho de 2018

    A cada tanque uso perfect clean a média de consumo do meu carro melhorou muito.

    • Avatar
      Rauser 15 de setembro de 2018

      Com a lata saindo a 25-30 reais? Nenhum aditivo melhora consumo de carro, pode até melhorar um problema de sujidades no sistema e por consequência melhorar o consumo, mas daí vc não precisa ficar todo tanque gastando 30 reais num produto! Poe os 30 de combustivel que vc anda mais!

      • Avatar
        ChicoFerreira 4 de dezembro de 2018

        Passei por esse dilema ainda hoje. Sem saber como usar as proporções de alcool e gasolina, pensei: vou optar por colocar só alcool e colocar algum aditivo para “lubrificar” o alcool, mas a minha surpresa é que ums pequeno pote de 250 ml custa de 18 a 30 reais. Então é claro, será melhor gastar esses 18 a 30 reais adicionando gasolina, não é mesmo? Sei que (não tecnicamente, mas pressinto) se os motores são flex, teoricamente poderia e até deveriam usar os combustíveis misturados. Considerando-se o acréscimo de 27% de alcool na gasolina dos postos, poderíamos considerar que ao abastecermos com essa gasolina e somarmos mais 23% abastecendo com alcool, então teríamos, rigorosamente, abastecido com a mistura em meio-a-meio… Né? Acho que todos nós, em nossa neurose, em algum momento vamos questionar a mistura perfeita, que certamente deve existir… Desculpe pelos delírios.

  • Avatar
    Flavio 19 de junho de 2018

    Quanto ao cálculo de combustível e uma roubada pois ninguém questiona os 27% de álcool que contém na gasolina sendo que se fizer a conta o álcool acaba sendo mais econômico ! Porém não ecológico mas isso e outro assunto

  • Avatar
    Sebastião 19 de junho de 2018

    Tem resposta aí q não corresponde com a nossa gasolina
    Na gasolina tipo A e adicionado 27$&%de alcoanidro
    Não 27%de etanol.
    Isso ocorre um grande erro no carro flex
    Etanol é alcoanidro +água
    Quando vc adiciona etanol no seu carro vc adiciona água na sua gasolina .o ideal é deixar na reserva e depoy troca de combustíveis .
    Lembrando de carro flex não é mix
    Economizar sim
    Sem prejuízos futuros

  • Avatar
    ALAAN JOSE KRUK 19 de junho de 2018

    Olá! Lubrifiquei a corrente de minha bicicleta com gasolina! Adivinhem o que aconteceu? Com carro a GNV tem a mesma “conversa” de que a gasolina “lubrifica”! Lembro da época dos carros só a álcool e com injeção eletrônica, eram só alegria, a cada troca de óleo o frentista se espantava com a limpeza do óleo etc!

  • Avatar
    jose valentim 19 de junho de 2018

    Em si tratando de combustível fica difícil chegar a um termo que seja bom para o carro a melhor gasolina é a aditivado.temos que procurar um posto de nossa confiança.

  • Avatar
    Elielson 19 de junho de 2018

    Pôr que o sindicato dos postos da minha região continua fazendo campanha no rádio aconselhando o abastecimento apenas de um tipo de combustível?!
    O que se ganha com informações como essa?

  • Avatar
    Fábio 19 de junho de 2018

    Teve um cara aí em cima que escreveu que etanol tem água e álcool anidro não… Etanol é álcool de 2 carbonos amigo. Etanol anidro não tem água e o que eles chamam de etanol no posto pode ter até metanol no meio.

  • Avatar
    Rodolfo 19 de junho de 2018

    Marcelo, muito bom dia!
    …. Acredito em você, pois toda regra tem exceção… quem não erra nessa vida? Que atire a primeira pedra quem nunca errou em julgar algo. Mas poucas pessoas como eu abrem mão da vaidade e dizer que errou. Sou como Raul Seixas: “Eu quero dizer agora o oposto do que eu disse antes! Do que ter aquela velha opinião formada sob tudo!”. Tem gente que mesmo sabendo que está errada não abre mão de assumir que está errada, pura vaidade.
    …. Veja que você está em vantagem… você tem o conhecimento do que vende, mas eu sou um mero cliente de um posto de gasolina, estou com muita desvantagem em poder julgar algo. Julgar é complicado, pois a gente julga o que não viu! Temos certas ocasiões na vida temos que ser Tomé… ou seja, ver pra crer para ter certeza que o julgamento é genuíno. Pois acreditar no que não viu quando a pessoa foi enganada por um posto de “confiança” que abastecia a anos, fica traumático… ela passa a não acreditar em quase mais ninguém, pois se sente uma tola em ter acreditado em o que não viu. Em verdade foi traida…
    …. Mas na minha cabeça não tinha lógica, mas você tem razão, mas considere que por um lado nem toda gasolina aditivada vendida a preço de comum o posto terá lealdade ao seu consumidor. Fui extremista, radical, mas veja que estou cansado disso… paguei caro na gasolina… e o carro ficou péssimo… estragou até um pouco o óleo que estava por ironia do destino testando em laboratório a sua vida útil. Mas na hora saquei o problema e após 6 anos de lealdade ao posto tive que mudar de posto. É o meu direito abastecer gasolina ou etanol de 1ª qualidade, não me tirem esse direito! Me sinto como um cão acuado!
    …. O povo brasileiro precisaria que as grandes produtoras de combustível, como Shell, Ipiranga, BR, etc, nos indicassem nos seus sites quais são os postos deles mais confiáveis, pois o povo está na mão da sorte. Tipo dar uma nota de 0 a 10 aos postos que a qualidade da gasolina fosse devidamente atentada como perfeita pela própria produtora da gasolina (Shell por exemplo)… eu sei que existe gasolina e etanol bom , mas também sei que tem gasolina e etanol que você leva “gato por lebre”! Como um mero consumidor vai saber separar o joio do trigo? Estou na situação que “nem em posto de confiaça posso mais confiar… isso é triste!
    …. Sei que somente análise laboratorial de altíssimo nível é possível detectar se de fato a gasolina é aditivada, sendo por sinal inviável uma pessoa comum mandar a sua gasolina para análise, salvo melhor juízo.
    …. Veja o artigo do link abaixo:
    CLASSIFICAÇÃO DE AMOSTRA DE GASOLINA EM RELAÇÃO A ADULTERAÇÃO POR SOLVENTE BASEADA NA ANÁLISE DE COMPONENTE PRINCIPAL (PCA) USANDO ESPECTROMETRIA FT-IR
    http://www.portalabpg.org.br/PDPetro/2/7037.pdf
    …. Assim se você souber de uma lugar que faça a análise citada no referido artigo e quanto custa eu me aventuraria a testar todas as gasolinas que compro, caso o preço seja acessível. Pois sei que o simples teste de proveta é falho…. não diz se a gasolina está batizada por solventes além do permitido saindo do padrão de exigência de qualidade exigidos pelas normas da ANP (octanagem, , somente um exame laboratorial é capaz disso, e quanto custa não, sei. Se for viável eu mandar fazer estas análises por favor me diga.
    …. Pois não peço isso a ti só por mim, mas pelo povo brasileiro que ficou na mão!
    Um forte abraço,

  • Avatar
    Rodrigo 19 de junho de 2018

    Todo mundo sabe que os carros Flex são uma comodidade muito boa, mais pelo menos aqui no DF não compensa utilizar etanol já que a diferença entre ele e a gasolina não ultrapassa R$1,20 por litro, e outra coisa a gasolina vendida pra nós já está com uma porcentagem bem acima do permitido pelos fabricantes dos carros Flex, então no meu ponto de vista nunca compensaria fazer o uso de dois tipos de combustíveis ao mesmo tempo, exemplo, 50% álcool e 50% gasolina, a sonda lambda iria reconhecer uma quantidade maior que 27% de álcool na gasolina e o dinheiro gasto com gasolina seria jogado fora, então ou eu uso um ou outro, mais nunca os dois ao mesmo tempo

    • Avatar
      Rodrigo 28 de junho de 2018

      …”então ou eu uso um ou outro, mais nunca os dois ao mesmo tempo”.
      Xará, na tua frase existe uma incoerência que vc mesmo citou antes… A gasolina já vem, no mínimo (já que não temos como aferir usualmente isso), com 27% de álcool… Portanto, andas com os 2 ao meso tempo se utilizares a nossa gasoroba (gasolina com gororoba…kkkk).
      Abs

  • Avatar
    JORGE LUIZ DIAS 19 de junho de 2018

    Para o ALAAN JOSÉ KRUK.
    E desde quando gasolina é lubrificante para corrente de bicicleta?

  • Avatar
    Historiador.J.C. 19 de junho de 2018

    Fato é que há equivoco na avaliação de veiculo a gasolina e a etanol,pois o etanol e hidrico (a água) e gasolina mista conbinada com alcool anidrico é diferênte. Portanto alcool hidrico e anidrico são diferêntes.

  • Avatar
    Leandro costa 19 de junho de 2018

    Tenho um uno way 2015 flex nunca coloquei mistura com álcool nele sera que se eu começar a coloca setenta por cento de gasolina e trinta por cento de álcool da algum tipo de problema

  • Avatar
    Antonio 19 de junho de 2018

    Coloquei gazolina aditivada no corsa além de não render nada o carro ficou uma bosta. No foX da minha sogra a mesma coisa. Abasteci com gasolina comum tá uma maravilha

  • Avatar
    AASG 19 de junho de 2018

    Misture 50% de etanol na gasolina pra vc ver a porcaria q vai ficar o seu carro.. vai SIM confundir o sistema de injeção, seu carro NAO VAI LIGAR de manhã!! Ridículo dizer q isso não tem problema algum… RI-DÍ-CU-LO!!

    • Avatar
      Eddie 23 de junho de 2018

      Menos colega….quantas vezes mudando de estado da federação eu abateci gasolina onde havia meio tanque de álcool ou vice versa….problema algum colega….o carro rodava normal e o consumo manteve se coerente segundo a prorçao no tanque. Vc está completamente enganado ou vc precisa passar seu flex pra frente.

    • Avatar
      Rauser 15 de setembro de 2018

      Nada haver seu comentário. Desde quando precisa esperar esvaziar um tanque pra botar outro combustível? Onde tá essa orientação nos manuais? Mostre pra gente algum manual de carro que fale isso! Isso não faz sentindo! Os motores são flexíveis, feitos pra rodar com qualquer proporção de gasolina ou etanol, isso tá escrito em qualquer lugar! Faço essas misturas e meu carro nunca se comportou como vc tá falando!

      • Avatar
        Sérgio 23 de novembro de 2018

        Tive um sandero 2012 1.0 flex e o manual dizia para só trocar de combustível quando estivesse na reserva. Na época achei estranho, pois, tive carros de outras montadoras e não tinha lido isso antes.

      • Avatar
        Fernando 4 de janeiro de 2019

        Concordo plenamente com suas palavras. O que mais tem são pessoas que tem preguiça de ler o manual dos veiculos Flex e ficam dando ouvidos a ”Experts”.

    • Avatar
      roberto 12 de março de 2019

      isso só no seu carro amigo, pra começar a gasolina tem alcool, como ja foi falado aqui um monte de vezes. Eu ja coloquei meio a meio e nao fez diferença nenhuma,,,”o carro nao vai ligar de manha”???…ahahahhaha, fala sério heim

  • Avatar
    Betto 19 de junho de 2018

    Quanta gente que sabe tudo de combustíveis.. não vou nem comentar.. aditivada tem custo maior que gasolina comum.. flexível não é mix… quanta baboseira meu Deus..

    • Avatar
      Ivan 30 de junho de 2018

      Betto vc falou pouco mais falou tudo

  • Avatar
    Ricardo Veiga 19 de junho de 2018

    Com a resposta os fiscais de postos de combustíveis.

  • Avatar
    Romildo 19 de junho de 2018

    Eu tenho um voiage comfortline ano 2014. E costumo usar os dois combustíveis juntos em qualquer proporção meio a meio como a nossa gasolina do Brasil é um lixo pagamos muito caro o litro da gasolina que vem batizada com grandes proporções de álcool misturado. Prefiro sempre colocar só 10 litros de gasolina aditiivada e pesso para completar com álcool. E estou satisfeito com as médias que o carro está fazendo. Mais a economia de combustível está ligado a diversos fatores. Principalmente fazer as manutenções preventivas. Ex:velas e cabos. Filtros de óleo e o filho de are principalmente o óleo de motor recomendado pelo fabricante. E não pelos postos de gasolina. No meu voiage eu só uso o lubrificante castrol gtx magnatec recomendado pelo fabricante. Não encontro esse óleo em nenhum posto de gasolina aqui em Curitiba. Só encontro esse óleo em algumas auto peças de Curitiba. Tenho os cursos de lubrificantes que tive a oportunidade de fazer. Nunca deixei nenhum posto de gasolina empurrar para o meu carro qualquer produto s similares .a cada dez mil kilometros faço a troca de óleo e filtros. Os veículos não são só movidos a combustível. A manutenção preventiva trás ótimos benefícios ao seu veículo. Um abraço a todos. Esse foi o meu comentário.

  • Avatar
    Claudio 20 de junho de 2018

    Antes de mais nada, é fundamental saber a “taxa de compressão” do motor.
    Há taxas que fazem o motor funcionar melhor com álcool (taxas mais elevadas): no caso do motor com taxa de compressão menor, fica melhor com gasolina.

  • Avatar
    Ivan 30 de junho de 2018

    Rodolfo vc esta de parabéns pela sua aula,olhando os comentarios fala serio se nao sabe nao fala,,,,

  • Avatar
    Ivan 30 de junho de 2018

    Betto vc falou pouco mais falou tudo

  • Avatar
    Ronaldo 19 de setembro de 2018

    Parabéns pela matéria. Uso etanol misturado a gasolina (em torno de 20%) já fazem 80 mil km no mesmo veículo, sem nenhum problema. O desempenho fica muito próximo do uso de etanol puro. Misturar um pouco de etanol, melhora a octanagem, com isso elimina o problema de detonação (isso sim é prejudicial) nos motores flex, que na maioria possuem alta taxa de compressão.

  • Avatar
    andre alves 12 de outubro de 2018

    sehores eu não sei de que lado estar a verdade, no brasil não dar pra se acareditas em suposição e melhor se fazer um teste como alguem relator no comentario e melhor colocar etanol e fazer uma avaliação no caso do consumo dividir l por km e preço final depois fazer o mesmo com gasolina chegaremos a denominador convicente. esse regra dos 70% aicho eu que não bate

  • Avatar
    Sarrista 5 de novembro de 2018

    Não tenho esses problemas de vcs, de ser flex , tenho uma bicicleta e eu uso pinga, rende que é uma maravilha

  • Avatar
    ChicoFerreira 4 de dezembro de 2018

    Passei por esse dilema ainda hoje. Sem saber como usar as proporções de alcool e gasolina, pensei: vou optar por colocar só alcool e colocar algum aditivo para “lubrificar” o alcool, mas a minha surpresa é que ums pequeno pote de 250 ml custa de 18 a 30 reais. Então é claro, será melhor gastar esses 18 a 30 reais adicionando gasolina, não é mesmo? Sei que (não tecnicamente, mas pressinto) se os motores são flex, teoricamente poderia e até deveriam usar os combustíveis misturados. Considerando-se o acréscimo de 27% de alcool na gasolina dos postos, poderíamos considerar que ao abastecermos com essa gasolina e somarmos mais 23% abastecendo com alcool, então teríamos, rigorosamente, abastecido com a mistura em meio-a-meio… Né? Acho que todos nós, em nossa neurose, em algum momento vamos questionar a mistura perfeita, que certamente deve existir… Desculpe pelos delírios.

  • Avatar
    elias ferreira dos Santos 5 de dezembro de 2018

    comprei uma spin 2013 e nunca foi abastecida com etanol,teria algum problema se eu abastecer agora com etanol?

    • Avatar
      Nelson 13 de dezembro de 2018

      Passei por isso também amigo comprei um gol g4 de usado o dono anterior falou q nunca tinha abastecido com etanol. E eu continuei na gasolina. ..aí veio coriosidade. ..Será que dá alguma coisa se eu colocar álcool? ??..simplismo te abasteci no álcool. .e até hoje uso os dois.

    • Avatar
      Fernando B 14 de março de 2019

      Não tem problema, entretanto eu recomendo abastecer com etanol e rodar cerca de 10 minutos para a injeção ler o novo combustível. Ah, não esquecer o tanquinho de partida a frio.

  • Avatar
    Victor Hugo Fernandes Santos 1 de fevereiro de 2019

    Descarbonização não é picaretagem. Não sou mecânico mas posso afirmar e dar provas a respeito da descarbonização. A formação de depósitos de carbono compromete a lubrificação e contamina o óleo formando borras e isso reduz drasticamente a durabilidade do motor. Se você não quer que isso aconteça abasteça só que gasolina ADITIVADA ou Alcool.

  • Avatar
    Jurandir Silva 11 de abril de 2019

    Posso misturar gasolina com etanol qualquer contidade sem problemas. Pq tenho Nissan Versa flex queria agora fazer a mistura de combustível sem problemas. Posso …

    • AutoPapo
      AutoPapo 11 de abril de 2019

      Olá, Jurandir. Tudo bem?
      Sim, pode misturar.

      Abraço

Avatar
Deixe um comentário