Carros clássicos raros vão a leilão em Amelia Island

Evento de compra e venda de veículos antigos integra a programação de um dos encontros de veículos antigos mais tradicionais do planeta, que é realizado todos os anos na Flórida, nos Estados Unidos

Por AutoPapo09/03/18 às 19h03

Um dos leilões de carros clássicos mais tradicionais do mundo ocorre hoje no hotel Ritz-Carlton em Amelia Island, na Flórida, nos Estados Unidos. O evento, realizado pela R&M Sothebys, integra a programação do Concours d’Elegance, um dos encontros de automóveis antigos mais sofisticados do mundo, que acontece todos os anos.

Leilão de veículos antigos em Amelia Island integra a programação de um dos encontros de veículos antigos mais tradicionais do planeta, que é realizado todos os anos na Flórida, nos Estados Unidos
Ferrari 275 GTB Scaglietti 1966

O catálogo do leilão deste ano é composto por cerca de 100 veículos de diferentes épocas. Em comum, eles têm a raridade e o valor como bem colecionável. Entre os lotes que serão negociados, poucos têm lances mínimos abaixo de US$ 100 mil, valor que equivale a cerca de R$ 320 mil, em conversão direta.

Em meio às atrações do leilão de Amelia Island deste ano, está uma rara Ferrari 275 GTB Scaglietti 1966, equipada com um motor V12 instalado na dianteira. A expectativa da empresa leiloeira é de que o martelo seja batido por um valor entre US$ 2,2 milhões e US$ 2,5 milhões (que corresponde a uma quantia entre R$ 7 milhões e R$ 8 milhões.

Outro destaque é uma coleção formada por 12 unidades do Porsche 911, de diferentes versões, todos fabricados entre 1989 e 1994. Os mais valiosos são um Carrera RS 3.8 1993, cuja expectativa de venda está entre US$ 1,25 milhão e US$ 1,5 milhão (entre R$ 4 milhões e R$ 4,8 milhões), e um Carrera RSR 3.8, também de 1993, que teve apenas 55 exemplares fabricados, cujo lance vencedor deve atingir de US$ 1,2 milhão a US$ 1,4 milhão (de R$ 3,84 milhões até  R$ 4,5 milhões).

Um Mercedes 300 SL 1956 também promete chamar a atenção dos compradores em Amelia Island. Trata-se do famoso cupê esportivo apelidado de Asa de Gaivota, devido às portas que se abrem para cima. O preço de venda estimado vai de US$ 1,1 milhão (R$ 3,5 milhões)  até US$ 1,3 milhão (R$ 4,2 milhões).

Ainda entre os modelos com preços na casa dos milhões de dólares, está um Shelby Cobra 289 1963. O roadster inglês impulsionado por um motor V8 de origem norte-americana deve alcançar lances entre US$ 1 milhão (R$ 3,2 milhões) e US$ 1,2 milhão (R$ 3,8 milhões).

Do período pré-guerra, vale destacar três modelos. Um é o Rolls Royce Silver Ghost Roi des Belges 1909, cujo preço de venda estimado vai de US$ 1 milhão (R$ 3,2 milhões) a US$ 1,25 milhão (R$ 4 milhões). O outro é um Duesemberg Model J Imperial Cabriolet 1930: a expectativa é de que ele seja arrematado por um valor entre US$ 1 milhão (R$ 3,2 milhões) e US$ 1,4 milhão (R$ 4,5 milhões). Por fim, há um Isotta Fraschini Tipo 8A S Boattail Cabriolet, cujo comprador deverá desembolsar de US$ 1,2 milhão (R$ 3,84 milhões ) até US$ 1,4 milhão (R$ 4,5 milhões).

Fotos R&M Sothebys | Divulgação

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Franco Vieira 19 de Março de 2018

    A Ferrari 275 GTB é linda, mas esse 911 Carrera RSR exala performance!

Deixe um comentário