Os 10 carros que mais desvalorizam no Brasil

De todos os modelos listados, apenas a Fiat Weekend é brasileira; Volkswagen está presente no ranking com os modelos SpaceFox e Passat

Por AutoPapo30/11/18 às 11h02

O AutoPapo divulgou, há pouco tempo, quais foram os carros com maior valor de revenda em 2018. O índice, calculado pela agência Auto Informe, considera a cotação da KBB, da Molicar, de sites de revenda e classificados de automóveis. Agora, divulgamos os 10 carros que mais desvalorizam em um ano.

Foram 24 marcas e 110 modelos analisados neste ano. Entre os 110 modelos em questão, apenas 10 perderam mais que 15% do valor em 12 meses.

Confira os 10 carros que mais desvalorizam no Brasil

Ranking Modelo Índice
1 Volvo XC90 18,6%
1 Fiat Weekend 18,6%
2 Lexus CT200H 16,4%
3 Volkswagen Passat 16,3%
4 Volkswagen SpaceFox 15,8%
5 BMW X5 15,8%
5 Audi A3 15,8%
6 Nissan Frontier 15,7%
7 Mercedes-Benz Classe E 15,6%
8 Hyundai Elantra 15,5%
A agência Auto Informe listou os carros que mais desvalorizam no Brasil. Estudo considera a diferença entre os preços do carro zero e com um ano de uso.
Volvo XC90, o campeão em desvalorização | Divulgação

A grande maioria dos modelos integrantes da lista dos carros que mais desvalorizam são importados. Dois deles vêm da Argentina, Volkswagen SpaceFox e Nissan Frontier. Apenas a Fiat Weekend é brasileira. Vale ressaltar, no entanto, que a Weekend e o SpaceFox são modelos antigos que perderam participação de mercado e estão próximos de serem retirados de linha.

A desvalorização depende de vários fatores: da marca, da imagem junto ao consumidor, do tamanho do carro, da estrutura da rede de revendedores, do cuidado que a fabricante tem em relação ao pós-venda, da origem, do volume disponível no mercado de usados, da sua liquidez, enfim, em última instância, da aceitação do modelo no mercado.

Como é calculado o índice de desvalorização

A certificação pesquisa o preço praticado do carro zero km e o compara com o valor desse mesmo carro doze meses depois, portanto com um ano de uso.

Foram considerados, no estudo, os preços praticados no mercado de carro zero em agosto de 2017 e não os valores de tabela. O levantamento da Auto Informe considera as diversidades ocorridas no mercado na época da cotação – como a disponibilidade do produto, os bônus concedidos pelas fábricas e repassados ao consumidor, entre outros fatores – eliminando eventuais distorções de preços provocadas por essas ações.

Além dos rankings carros que mais desvalorizam e que menos desvalorizam, o AutoPapo noticiou os modelos mais baratos para consertar. A pesquisa foi realizada pelo Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi) e contempla um dos modelos com maior perda de valor, o SpaceFox.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário