Entenda como funciona o freio ABS

Saiba como funciona e as dicas para utilização correta do Sistema de Freio Antitravamento

Por Bárbara Angelo27/07/17 às 14h05

Você, provavelmente, sabe que o freio ABS é obrigatório, muito melhor que o convencional e pode salvar a sua vida. Mas será que o ABS é tudo isso mesmo? E você sabe como funciona o freio ABS?

Tudo começa com as leis da física que regem o funcionamento da frenagem. Para frear um carro você precisa de atrito, então se você frear até imobilizar as rodas, o atrito é perdido e ele derrapa ao invés de parar. O engenheiro Alessandro Rubio, membro da Comissão Técnica de Segurança Veicular da Sociedade de Engenheiros Automotivos do Brasil (SAE), explica que quando isso ocorre se dá o travamento das rodas.

Por isso, foi inventado o Sistema de Freio Antitravamento, ou Anti-lock Braking System, em inglês. Antes que a tecnologia fosse implementada, pilotos de corrida e motoristas mais experientes faziam uso da técnica de “bombear os freios”, que segue a mesma lógica do freio ABS. Os leitores veteranos devem se lembrar do truque: você aperta e solta o freio repetidamente, o que mantém a tração nas rodas e a capacidade de mudar a direção do veículo.

como funciona o freio abs  dois cachorrinhos deixam um rastro na areia quando são arrastados para o mar um vai pisando e outro deslisa
(Reprodução da internet)

Como funciona o freio ABS – não frear é mais importante que frear

“A primeira função do freio ABS não é diminuir o espaço de frenagem, mas sim que o condutor mantenha o controle do veículo”, resume Rubio.

O engenheiro acrescenta que o ABS também freia mais rápido na maioria dos terrenos. Imagine que você se defronta repentinamente com um obstáculo no meio da estrada, como uma pedra. Além de frear, também será importante que você desvie dela. É isso que o ABS oferece.

Em uma situação de emergência nossa reação é zerar o pedal do freio e é nesse momento que o ABS vai brilhar, explica o assessor técnico da Fiat, Ricardo Dilser. “O ABS se tornou o freio de veículos mais intuitivo em todos os anos de fabricação de carros”, enfatiza. Para ele, o sistema é ótimo para responder aos instintos de sobrevivência que dominam até mesmo os pilotos mais experientes em situações inesperadas, como no caso da pedra na estrada.

Assim, se torna irônico que o freio ABS se chame “freio”, quando seu trabalho é justamente o de “não frear”. O gerente de marketing da divisão Chassis System Control da Bosch, Alexandre Pagotto, confirma a proposição maluca. “O ABS não consegue frear a roda, ele só alivia os freios”, afirma ele. Ou seja, o motorista freia, e o ABS regula a intensidade e o método de frenagem.

como funciona o freio abs  comparação da rota de frenagem de um veículo com freio abs e outro com freio convencional
(Fabiano Azevedo/AutoPapo)

Afunde o pé

Por isso, a recomendação é apenas uma. “Aperte o freio com força”, recomenda Dilser, da Fiat. Se o freio convencional pedia cautela, o sistema antitravamento exige veemência. Por causa da forma como funciona o freio ABS, ele causa trepidações violentas no pedal quando é acionado com muita exigência. Nessa hora, a tendência do novato acostumado com o freio convencional é aliviar a pressão, mas essa é a última coisa que se deve fazer. Afunde o pé e segure firme enquanto guia seu veículo para um local seguro, mesmo se sentir vibrações no pedal.

Agora é lei

O Sistema de Freio Antitravamento se tornou obrigatório para 100% dos veículos comercializados no Brasil em 2014. Uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) determinou a adoção gradual do sistema a partir de 2010. A tecnologia não apenas ajuda a preservar a segurança dos ocupantes do veículo, como também a daqueles que se encontram próximos a ele, como pedestres e outros automóveis.

A mecânica por trás do freio ABS

O ABS possui quatro componentes:

  • Quatro sensores de velocidade, um em cada roda
  • Uma bomba hidráulica com fluido de freio
  • Quatro válvulas hidráulicas, que recebem o fluido (se for um sistema de quatro canais)
  • Um controlador eletrônico, que monitora os sensores de velocidade

Se o controlador detecta que alguma das quatro rodas está se desacelerando de forma incompatível com a desaceleração do veículo, ele ativa a válvula hidráulica no freio daquela roda. Isso reduz a força da frenagem aplicada sobre ela, possibilitando que a roda gire mais rapidamente. Quando ela retoma a velocidade, a válvula reintroduz a pressão para segura-la de novo, repetindo os dois ciclos do processo em uma frequência de mais ou menos 15 vezes por segundo.

como funciona o freio abs componentes mecanicos que fazem parte do sistema de freio abs
(Fabiano Azevedo/AutoPapo)

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Max 12 de junho de 2018

    Então moral da história não serve. De que adianta ter um freio que não reduz a área de parada. Trocar 6 por meia dúzia.

Deixe um comentário