Daimler e BMW podem se unir para fabricar peças

Depois de se unirem para investir em mobilidade, as duas companhias rivais vão colaborar na fabricação de componentes automotivos

Por AutoPapo20/12/18 às 14h30

Os grupos rivais Daimler e BMW podem estar se preparando para criar uma nova parceria, reportou a agência Bloomberg. As empresas já colaboram com investimentos em mobilidade desde setembro. Agora, podem trabalhar juntas na fabricação de componentes automotivos.

Depois de se unirem para investir em mobilidade, as rivais Daimler e BMW vão colaborar na fabricação de componentes automotivos.

Entre as possibilidades de colaboração, estão a produção de baterias e tecnologias para carros autônomos. Segundo o noticiado, o trabalho em conjunto deve se limitar a tecnologias que não são específicas às marcas que os grupos controlam.

A parceria entre Daimler e BMW, duas companhias rivais, não é a única. Empresas do setor automotivo têm, cada vez mais, se unido para cortar custos na fabricação de veículos. Um outro exemplo é a colaboração entre a Volkswagen e a Ford.

As duas estão iniciando uma cooperação, que noticiamos com exclusividade em junho, a nível global. Entre os objetivos, está a produção de uma linha de veículos comerciais. Possivelmente, ela também envolverá o desenvolvimento de tecnologias de direção autônoma.

Segundo noticiou o site Carscoops, ambas Daimler e BMW registraram uma queda nas vendas neste ano. Uma das razões foi a disputa de mercado entre Estados Unidos e China, que envolve a penalização tarifária de produtos originados destes mercados, reciprocamente.

Ao mesmo tempo, governos de todo o mundo têm aumentado as exigências legislativas com relação à emissão de poluentes. Isso exige que as fábricas invistam em novas tecnologias, que atendam às regras, incluindo o desenvolvimento de veículos híbridos e elétricos.

Assim, a Daimler está planejando o lançamento de 10 carros elétricos nos próximos quatro anos. O grupo é dono de marcas como Mercedes-Benz, AMG e Smart.

Enquanto isso, a BMW quer oferecer 12 modelos do tipo até 2025. Esta outra alemã controla as marcas BMW, Mini e Rolls-Royce.

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário