[Vitrine] Duster 2016 é SUV médio espaçoso com preço de compacto

Analisamos a versão Dynamique 2.0 16V com câmbio automático e preços entre R$ 55 mil e R$ 58 mil no mercado de usados

Por Fernando Miragaya 09/10/19 às 17h59
Especial para o AutoPapo

O Renault Duster surgiu como o primeiro rival de fato do EcoSport. A despeito do desenho controverso herdado do projeto da romena Dacia, o SUV da Renault se valia – e se vale até hoje – de espaço a bordo até superior ao de utilitários esportivos médios. Indicamos o Renault Duster 2016 Dynamique com motor 2.0 e câmbio automático.

No Duster 2016, o propulsor ainda é o velho conhecido de origem Renault, porém remapeado, o que elevou a potência para 148/143 cv e tornou as respostas mais rápidas ao pedal do acelerador em regimes baixos de rotações.

O desempenho do SUV da Renault ainda é facilitado pelo baixo peso. Não se deixe enganar pelo porte parrudo e quadradão do Duster. Esta versão do SUV produzido em São José dos Pinhais (PR) tem apenas 1.294 kg. O Duster 2016 2.0 automático só não é melhor devido ao câmbio automático de quatro velocidades, bastante indeciso e letárgico e que joga os giros lá embaixo a cada mudança de marcha.

renault duster 2016 frente
Renault Duster 2016

Consumo do Duster 2.0 2016 automático

Isso se reflete no consumo do Duster. Apesar da nota B dentro do segmento à época, o utilitário esportivo anotou médias elevadas nos testes do Inmetro. Pelo PBEV, o Duster 2.0 automático faz 5,6 e 7,0 km/l, respectivamente na cidade e na estrada, com etanol. Com gasolina, 8,1 e 10,1 km/l. Mesmo assim, compensa pelo conforto em relação às versões com transmissão manual de seis marchas.

Conforto, a propósito, que ganha eco no espaço interno. O Duster 2016 tem porta-mala de 475 litros, cabem duas malas grandes e outros volumes. Ao mesmo tempo, com desenho caixote, 1,82 m de largura e 2,67 m de entre-eixos, o Duster é o único SUV da categoria de compactos que leva realmente cinco passageiros. No banco traseiro, três adultos usufruem de bom vão para pernas, joelhos e cabeças.

Preços de peças do Duster 2016 2.0

Jogo com 2 amortecedores traseiros R$ 568,24
Jogo com 4 pastilhas de freio dianteiro R$ 416,90
Bomba de combustível R$ 1.279,00
Correia dentada R$ 423,20
Farol dianteiro direito (conjunto) R$ 950
Lanterna traseira esquerda R$ 660
Retrovisor externo esquerdo R$ 390

A suspensão do Renault Duster também vem com ótimo acerto para poupar as colunas dos passageiros, principalmente a traseira. Com um prosaico eixo de torção, mas com curso bem calibrado, absorve bem as irregularidades de diferentes tipos de asfalto e neutraliza os solavancos esperados em um SUV com 1,68 m de altura e 21 cm de vão livre do solo.

Quem vai na frente também fica folgado, mas a posição de dirigir é aquela esquisitice dos projetos da Dacia. O volante tem pegada ruim e o motorista precisa arquear demais os braços para fora. Para complicar, o modelo só oferece ajuste de altura da direção. O Duster 2016 automático tem direção hidráulica – a eletro-hidráulica veio só em 2017 -, e exige certo esforço nas manobras, mas tem o peso ideal em altas velocidades.

renault duster 2016 traseira

O pós-venda do SUV da Renault tem altos e baixos. Itens como amortecedores se valem de preços competitivos, em contraste com os custos de farol e lanterna, caros para um SUV com desenho conservador. As revisões da Renault têm preço fixo, todavia a visita de 80.000 km é de assustar o mais equilibrado dos monges tibetanos.

Preços de revisões do Renault Duster 2.0 2016

30.000 km R$ 519,99
40.000 km R$ 678,35
50.000 km R$ 538,08
60.000 km R$ 537,99
70.000 km R$ 628,49
80.000 km R$ 2.740,41

O comportamento dinâmico não chega a ser o supra-sumo. A carroceria rola além do recomendável nas curvas. Mas nas retas, até 110 km/h, o modelo se mostra comportado. As frenagens mais bruscas também são eficientes e seguram o SUV sem adernar demais a frente. Nos testes do Latin NCAP, feitos em 2015, obteve quatro estrelas em um máximo de cinco para adultos – para crianças, apenas duas.

Equipamentos do Renault Duster Dynamique

A Dynamique é aversão top de linha do Duster 2016 e vem com equipamentos animadores, mas sem mimos simples. Ar-condicionado, trio elétrico, sensor de ré, luzes diurnas, banco do motorista com ajuste de altura, encosto traseiro bipartido, faróis de neblina, rodas de liga leve aro 16” e computador de bordo. A central multimídia Media NAV é bem intuitiva, vem com GPS e entrada USB – só é difícil de visualizar porque fica em uma posição muito baixa.

Pontos positivos e negativos do Duster 2.0

  • Legal: espaço, acerto da suspensão, porta-malas e desempenho em baixa
  • Ruim: acabamento interno e posição de dirigir

Bancos em couro, câmera de ré e controle de cruzeiro eram opcionais fáceis de encontrar nos seminovos à venda. Não espere muito do acabamento, que melhorou bastante na reestilização do Duster 2016, mas que continua com muito plástico de qualidade contestável e com falhas nos encaixes.

Renault Duster Dynamique 2.0 16V automático
Característica Nota
Desempenho 4 ★★★★☆
Espaço interno 5 ★★★★★
Equipamentos 3 ★★★☆☆
Segurança 2 ★★☆☆☆
Liquidez 3 ★★★☆☆
Pós-venda 3 ★★★☆☆

Fotos Renault | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Iraci jr 9 de outubro de 2019

    A Duster 2.0 não tem coreeia dentada!

Avatar
Deixe um comentário