Economizadores de combustível vendidos na internet: não caia nessa!

"Economizador, em termos de economia, só funciona para o saldo bancário de quem vende, e prejudica o de quem compra"

Por Boris Feldman 22/02/19 às 15h25

Esses economizadores de combustível vendidos na internet são “iscas para fisgar” os menos avisados. Fuja dessa pi-ca-re-ta-gem!

[TRANSCRIÇÃO]

É só você abrir a internet para encontrar a oferta de dezenas de economizadores diferentes. Têm de todo tipo: tem aquele que você coloca junto ao conduíte de gasolina ou álcool e ele diz que orienta as moléculas para melhorar a combustão; tem outro que você interfere na corrente elétrica, coloca mais um aparelho qualquer num cabo qualquer… existem vários deles.

Eu posso assinar aqui, se você quiser, que nenhum deles funciona. Mas, eles anunciam uma economia de até 20%de gasolina. Sim, até 20% pode ser 0,1 ou 0,5, ou nada. Mas, como assim que anunciam e não funciona? Eu só vou dar uma dica: se qualquer um desses “economizadores” funcionasse, a primeira a comprar esse produto seria a própria fábrica. Qualquer montadora, qualquer uma tem o máximo interesse em colocar esse aparelhinho para reduzir o consumo e, reduzir o consumo reduz também as emissões de gases. Ou seja, é o ideal, é o que toda fábrica quer.

Então, pode saber: se tá aí “dando sopa” e sendo vendido, é porque ele não funciona. Porque se funcionasse, ele já estaria colocado nos carros zero-quilômetro. Economizadores de combustível vendidos na internet, em termos de economia, só funciona para o saldo bancário de quem vende, e prejudica o de quem compra.

economizadores de combustível vendidos na internet

Veja mais dicas e notícias no nosso canal no YouTube!

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
SOBRE
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    PEDRO TOME DE SOUZA 23 de fevereiro de 2019

    Oi Boris, te acompanho nas rádios e na internet, suas dicas sempre são ótimas.

  • Avatar
    Luiz de Miranda Corrêa 22 de fevereiro de 2019

    Concordo com o articulista. Nem as fábricas de automóveis sabem dessas coisas. Senão, já teriam colocado em seus veículos.

Avatar
Deixe um comentário