Flagra: Jeep Renegade 2019 chega em outubro

Sucessor deve aparecer no Salão de São Paulo. Enquanto o sucessor não chega, Jeep está vendendo o utilitário com descontos de até R$ 6 mil

Por AutoPapo15/08/18 às 10h00

O Jeep Renegade 2019 chega ao mercado em outubro, e nós já temos alguns flagras dele.A novidade é aguardada para outubro, e será destaque no estande da marca durante o Salão de São Paulo, em novembro. Será, também, quando começarão as vendas. Enquanto isso, modelo atual é ofertado com descontos no site da montadora.

flagramos o jeep renegade 2019. novo renegade 2019 chega às lojas em novembro.
Foto Marlos Ney Vidal | Autos Segredos

Como vemos nas fotos, a maior mudança no utilitário foram os retoques no visual. Na dianteira, a grade ficou mais estreita; e a entrada de ar foi levemente aumentada. Os faróis continuam redondos, como já se tornou característico no modelo. Há, entretanto, novos elementos internos neles.

O para-choque dianteiro também ficou diferente. Os faróis auxiliares passaram a ser alojados na parte central, e as luzes de rodagem diurna (DRL), agora, são de LED. Na traseira, podemos ver a nova maçaneta de abertura da tampa do porta-malas.

O Renegade 2019 chega, também, com mudanças na cabine, incluindo a nova central multimídia Uconnect, disponível com telas sensíveis ao toque de 5, 7 e 8,4 polegadas. A tecnologia é compatível com Google Android e Apple CarPlay, e oferece recursos de GPS, câmera de ré, conectividade bluetooth e a função “Jeep Skills”, que oferece informações sobre a condução em trajetos off-road.

A cabine também ganhou um novo console central e porta-objetos. Para os bancos traseiros, há uma nova opção de porta USB.

Os motores continuam sendo os mesmos: o E.torQ 1.8 16v flex com 139 cavalos de potencia e 19,27 kgfm de torque aliado a transmissão manual de 5 marchas ou automática de seis velocidades; e o Mjet 2.0 turbodiesel com 170 cv de potência e 36 kgfm de torque aliado a tansmissão automática de nove velocidades.

Atualmente, o Renegade é vendido em cinco versões no país, que estão com preços promocionais no site da fabricante:

  • Jeep Renegade Custom: R$ 69.990
  • Jeep Renegade Sport: R$ 85.490
  • Jeep Renegade Longitude: R$ 96.990
  • Jeep Renegade Limited: R$ 101.990
  • Jeep Renegade Trailhawk: R$ 132.990

Siga nossa página no Facebook e mantenha-se atualizado com as últimas notícias do universo automobilístico

25 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • NILTON DAS NEVES LOURO 20 de setembro de 2018

    DESCULPEM O ERRO TEXTO E NÃO TESTO

  • NILTON DAS NEVES LOURO 20 de setembro de 2018

    PESSOAL SEGUE ABAIXO O TESTO NO MOTOR TURBO 1.0 NO JEEP – NÃO MUDA O CONSUMO ENTÃO E COMO FALEI QUEM QUER 15KM POR LITRO ESCOLHA OUTRO CARRO NÃO IMPORTA O MOTOR .
    Como anda?
    Durante a apresentação internacional, pudemos experimentar as versões 1.0 de 120 cv e 1.3 de 150 cv, além de alguns poucos quilômetros na terra com o 2.0 turbodiesel de 170 cv. No caso da versão menos potente, associada com com o câmbio manual, ela é mais recomendado para andar na cidade, já que o motor tricilíndrico consegue mover o Renegade com agilidade, não faz muito barulho e tem boas respostas em baixas e médias rotaçoes.

    Porém, em condições reais, seu consumo não se revelou muito baixo, por volta dos 7,5 km/l. E, se for andar nas rodovias com frequência, saiba que perde desempenho a partir dos 120 km/h, ou seja, tem mais pegada urbana. Pela ficha técnica divulgada pela Jeep, o Renegade 1.0 turbo pode chegar a 185 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em 11,2 segundos.

  • NILTON DAS NEVES LOURO 20 de setembro de 2018

    Meu amigo acabou de tirar um creta 1.6 que e esta fazendo 8,5 por litro o jeep esta fazendo 9 esses carros são assim mesmo pessoal mais pesados .
    quem quer um carro desse não pode pensar em fazer 15 km com um litro de gasolina . vai procurar outro carro e simples.

    • NILTON DAS NEVES LOURO 20 de setembro de 2018

      HA E SE TIVER MOTOR TURBO O CONSUMO VAI SER 12 KM POR LITRO PELO PESO DO CARRO O PREÇO VAI SUBIR UNS 20 MIL REAIS ENTÃO NÃO SEI SE COMPENSA, UM POLO 1.0 TURBO QUE FAZ TALVEZ ESSES 15 KM QUE VOCÊS ESTÃO QUERENDO CUSTA 80 MIL REAIS QUANTO VOCÊS ACHAM QUE VAI CUSTAR UM JEEP INVIÁVEL . ESTAMOS NO BRASIL PESSOAL A CARGA DE IMPOSTOS DA MAIS DE 50% DO VALOR DO CARRO NÃO TEM JEITO.

  • Antonio Carlos 9 de setembro de 2018

    Meu renegade não fãs mais que 4.5.km por litro no etanol. Gostaria de dizer diferente. Já passou da hora de tirar fora de linha esse motor 1.8 ervo de 139 cv

    • Roberto 22 de setembro de 2018

      Sinto lhe dizer, com todo respeito, mais vc foi contemplado com uma medalha de otario pela jeep com esse motor Fiat, a gasolina, do século passado. Infelizmente a comemoração foi da montadora que não ousaria laçar esse motor nos Estados Unidos ou na Europa porque não venderia e seria redicularizada. Pobres tupiniquins que ainda se encantam com as panelas de alumínio.

  • Robson 24 de agosto de 2018

    Essas informações inúteis de quem não tem o carro, só atrapalham e não ajudam em nada. Só quem tem o carro deveria opinar sobre desempenho etc. Ainda assim, lembro que cada um compara o carro com o seu anterior, o que causa um nível altíssimo de desvio da realidade. Conselho: Faça um test drive, converse com donos pessoalmente, pergunte qual veículo ele pretende comprar quando for trocar… É o mais próximo que vai chegar da realidade. Essa “conversseira” toda aqui são, em sua maioria, palpiteiros sem nenhuma propriedade para falar.

    • Roberto 22 de setembro de 2018

      Alugue um carro que vc quer comprar e viage com ele. Faça seu próprio teste drive sem se sentir proprietário porque senão vc vai atrapalhar sua avaliação.

  • NILTON DAS NEVES LOURO 20 de agosto de 2018

    Tenho um Jetta 2.0 FAZ 6,5 A 7 – NORMAL PARA ESSE TIPO DE CARRO O JEEP ESTA ATÉ MELHOR PELO QUE ESTOU VENDO . DEPENDE DO PERFIL DE CADA CONSUMIDOR. SE QUER CORRER A 200KM E NÃO GASTAR COMBUSTIVEL. COMPRA UM POLINHO UM UP TURBO. ESSA É A OPÇAO

    • marcus 22 de agosto de 2018

      Alguns sites informam que ele virá com motores 1.0 e 1.3 turbo.

  • Taki 17 de agosto de 2018

    Dirigi recentemente um Renegade Flex já com as alterações no motor (aumento de potencia e torque, stop/start, tecla sport) e não achei ele lento como alguns críticos colocam. E nem beberrão.
    Com o uso da tecla Sport o carro fica um pouco mais esperto para uma ultrapassagem ou subida de serra. E no dia-a-dia passa uma boa sensação de robustez ao rodar.

  • carlos 17 de agosto de 2018

    É verdade Mário Neves. Não tenho nada a reclamar do meu renegade, pelo contrário, o motor atende bem as minhas necessidades, pois não comprei o carro para utilizá-lo em concurso de arrancadas. Faço na cidade 8,5 Km/l, isso porque sempre pego transito pesado e em trechos curtos. Já cheguei a fazer 9,0 Km/l. Na estrada não posso fazer nenhum comentário , pois nunca viajei. O porta malas também não tenho qualquer problema, o tamanho é suficiente, Estou muito satisfeito

  • Mario Neves 17 de agosto de 2018

    Muita gente fala que o carro bebe muito e não anda nada, baseado em informações de terceiros. Eu tenho um 2018 e o carro faz média de 8,5 km/L. Quem quiser economizar mais combustível, compra um popular 1.0. Meu carro é automático e não tem 1.0 ( sem turbina) pra botar nele numa arrancada. Neguinho quer colocar R$ 20 conto e rodar a semana toda.

  • Nilson Jorge 16 de agosto de 2018

    Esse suv é muito bonito e confortável, mas esse motor beberrão e fraco mata ele. 😭😭😭 cadê a porra do novo motor turbo?

  • Roberto 16 de agosto de 2018

    Os tupiniquins não aprendem nunca… Desfilam com ar de pessoas exclusivas, em suas máquinas jurássicas quando na verdade suas exclusividades são devido a sua falta de conhecimento e ingenuidade. São pessoas de estilo, estilo ignorante, estilo dementes, estilo cobaias. Jamais a Jeep lançaria um carro desses com motor Fiat maquiado nos Estados Unidos porque além de não venderem nada, seriam redicularizados. No Brasil são considerados sabidos e de vanguarda. Pobre povo brasileiro que não aprende nunca… Lamentável!!! É uma pena né?

    • Robson 24 de agosto de 2018

      Vejo esses comentários e fico me perguntando, então o que será que o Roberto sugere para os tupiniquins ? Estou curioso para saber qual carro você recomenda nessa mesma faixa de preço e que não seja uma máquina jurássica aqui neste país. As críticas por si só não ajudam ninguém. Mostre um caminho. Só para constar, não tenho um Jeep, não estou defendendo o carro, más com esses comentários fica difícil.

    • Henrique 30 de agosto de 2018

      Esses especialistas de tela de computador, influenciado por blogues tendenciosos… Enfim… seriamos melhores se fossemos de fato “Tupiniquins” comparados a essa vergonha que o país representa hj, já quanto a comentários inúteis, agressivos e que não enriquecem nada na vida de ninguém são no mínimo desnecessários, mais útil seria um curso de português, afinal, “rEdicularizados” deve ser uma palavra nova no nosso rico vocabulário

      • Roberto 22 de setembro de 2018

        Queria ver se a Jeep teria coragem de lançar esse carro com esse motor na Europa ou nos Estados Unidos. Meu objetivo não é ser agressivo pelo contrário é ajudar as pessoas para que ela não seja enganadas. Se as pessoas tivessem um pouco mais de conhecimento muito coisa séria mudada. No caso dos automoveis, as montadoras pensariam duas vezes antes de lançar um novo produto mais como sabem que os brasileiros ainda se encantam com os espelhinhos de bolso e como declarou o presidente de uma grande montadora , os tupiniquins não sabem comprar carro. Os preços dos automoveis vendidos no Brasil são um dos mais caros do mundo, mesmo excluindo os impostos e mesmo assim não competimos no mercado externo porque o produto é inferior. Só vendemos para a América do sul e alguns países da África.

    • Leonardi 31 de agosto de 2018

      Pobrezinho de você, mora num país tupiniquim mas quer as coisas de país de primeiro mundo…….

  • Roberto 16 de agosto de 2018

    Os tupiniquins não aprendem nunca… Desfilam com ar de pessoas exclusivas, em suas máquinas jurássicas quando na verdade suas exclusividades são devido a sua falta de conhecimento e ingenuidade. São pessoas de estilo, estilo ignorante, estilo dementes, estilo cobaias. Jamais a Jeep lançaria um carro desses com motor Fiat maquiado nos Estados Unidos porque além de não venderem nada, seriam redicularizados. No Brasil são considerados sabidos e de vanguarda. Pobre povo brasileiro que não aprende nunca… É uma pena né?

  • Sérgio 16 de agosto de 2018

    Motor bebe muito ,não sei como as pessoas compram corro muito bonito, já tá na hora de mudar o motor

  • Sérgio 16 de agosto de 2018

    Motor bebe muito não sei como as pessoas compram

  • Marcelo 15 de agosto de 2018

    Como assim o motor continua o mesmo ? Estou lendo em tudo q é lugar que serão motores turbo ???!!!!

    • Eduardo 16 de agosto de 2018

      Isso é lá na Europa!!!! Aqui, talvez em 2020 só.

      • guilherme 7 de setembro de 2018

        isso mesmo eduardo

Deixe um comentário