Latin NCAP informa: Ford Ka está mais seguro

Depois de levar nota zero, Ford reforça estrutura para proteção de impactos laterais do Ka e modelo conquista três estrelas nos testes de impacto

Por AutoPapo20/09/18 às 10h27

O Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe (Latin NCAP) divulgou, nesta quinta-feira, 20, o resultado dos testes de impacto do Ford Ka. O modelo, que figura entre os mais vendidos do Brasil, apresentou melhora considerável, passando de zero estrelas na proteção de adultos para três. A nova classificação é resultado de um reforço estrutural realizado pela fabricante. O Ford Ka está mais seguro, mas ainda oferece cinto pélvico para um dos ocupantes traseiros em algumas versões.

O modelo fabricado no Brasil tinha sido avaliado no ano passado, quando apresentou baixo rendimento no teste de impacto lateral e não recebeu nenhuma estrela das cinco possíveis no que diz respeito à proteção para ocupantes adultos. Na proteção para crianças, tinha conquistado três estrelas. Agora, o Ford Ka está mais seguro também para o público infantil: o reforço rendeu uma estrela a mais, totalizando quatro.

O resultado também vale para o sedã Ka+. As unidades mais seguras são aquelas produzidas depois do dia 12 de junho de 2018 (a partir do chassi VIN 9B9BFZH55U7K8206502). O Ka 2018 recebeu o reforço estrutural no pilar B e também conta com mais elementos de absorção de energia nas portas.

O Ford Ka está mais seguro, mas ainda não é cinco estrelas

Devido à fraca proteção no peito dos ocupantes adultos durante os testes de impacto lateral, os modelos hatch e sedan não conquistaram cinco estrelas, pontuação máxima. O Ford Ka está mais seguro para as crianças, mas ainda oferece um cinto pélvico (de dois pontos) no banco traseiro central em algumas versões, por isso não conquistou nota máxima no quesito proteção infantil. Os resultados do modelo ainda estão abaixo do desempenho da versão do modelo vendida na Europa.

Veja o vídeo do crash-test:

Outro modelo testado pelo Latin NCAP foi o Hyundai Accent. Ele não está mais seguro, como o Ka, e obteve nota zero na proteção para adultos.

Além de afirmar que o Ford Ka está mais seguro, Alejandro Furas, Secretário Geral do Latin NCAP, comentou que o modelo poderia apresentar resultados melhores: “É alentador encontrar mais modelos compactos com melhoras como o Ka; contudo, seu rendimento de segurança básico está ainda por baixo da versão europeia“.
 

O Latin NCAP divulgou os resultdados dos novos testes de impacto. Ford Ka está mais seguro, mas ainda não oferece mesma proteção que a versão europeia.


Com esses novos resultados, o Latin NCAP mostra que o mercado, junto com os consumidores, consegue a melhora de modelos populares antes e ultrapassando as regulações locais que, no melhor dos casos, apenas começaram a incluir proteção contra impactos laterais só para os novos modelos. Infelizmente, as regulações governamentais ainda não incluem o Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) e a proteção de pedestres, significando que a região ainda está 20 anos atrás da Europa, onde já contam com o ESC e proteção de pedestres e está se legislando para a Frenagem de Emergência Autónoma (AEB).

Foto Latin NCAP | Divulgação

2 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Marcelo 9 de dezembro de 2018

    Este teste é o mesmo que foi realizado anteriormente quando o Ford Ka foi reprovado… então este site está tentando manipular os dados. Comparem os testes… é o mesmo vídeo. O impacto lateral acerta o tórax do carona…
    Manipuladores.

  • Eduardo 20 de setembro de 2018

    Na colisão frontal, mostra o Ka sedan s/ o facelift, já na colisão lateral mostra o modelo 2019, ou seja, a segurança frontal não se aplica ao modelo 2019…a menos que ambos sejam iguais nesse quesito.

Deixe um comentário