Segurança até o topo: Hyundai apresenta airbag de teto

Dispositivo protege passageiros em carros com teto solar em caso de capotamento

Por AutoPapo10/01/18 às 18h15

A indústria automobilística tem investido milhões em tecnologia e segurança. Agora foi a vez de a Hyundai apresentar um novo dispositivo para assegurar que os passageiros de seus veículos resistam, sem ferimentos ou risco de morte, a acidentes. O airbag de teto pretende proteger aqueles que andam em carros com teto solar.

Para evitar que os estilhaços desse tipo de teto entrem em contato e perfurem os passageiros em acidentes graves, a fabricante criou uma bolsa de ar que ocupa todo o espaço superior à cabeça dos ocupantes de um carro. Isso numa velocidade de 0,08 segundo.

Além de proteger contra os pedaços de vidro, o airbag dificulta a projeção dos passageiros para fora do veículo. O equipamento, antes de acionado, fica na parte posterior da carroceria. Ele funciona de maneira similar ao airbag de cortina.

Não conseguiu visualizar? Entenda assistindo o vídeo a seguir:

No desenvolvimento do novo airbag, a montadora teve que superar alguns desafios. Foram eles:

– Acomodar a bolsa de ar e seu disparador sem atrapalhar o teto solar;

– Fazer com que dispositivo inflasse de uma vez – já que é interiço – sem encostar nos passageiros ou na estrutura do teto;

– Condicionar o funcionamento do airbag ao capotamento, ainda que o automóvel em questão tenha dispositivos que acione o fechamento do teto em situações de risco.

Hyundai Mobis cria airbag de teto para proteger os passageiros

A Hyundai não confirmou quais modelos terão a tecnologia embarcada. Porém, executivos da marca sul-coreana adiantaram que tendem a aplicar o airbag de teto primeiramente em utilitários esportivos (SUVs) de luxo. Os dirigentes da fabricante afirmaram ainda que instituições de segurança dos Estados Unidos se mostraram satisfeitas com a solução.


VEÍCULOS RELACIONADOS

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário