[Impressões] Citroën C4 Cactus Feel tem boa dirigibilidade

Experimentamos a versão intermediária da gama, equipada com câmbio manual, que custa R$ 73.490; novidade tem qualidades e alguns deslizes

Por Paulo Eduardo28/08/18 às 19h33

Dirigimos o C4 Cactus Feel com motor 1.6 aspirado e câmbio manual de cinco marchas. É a segunda configuração da gama, que foi lançada nesta terça-feira (28) pela Citroën. Modelo tem linha de cintura alta, capô paralelo ao chão, apliques plásticos na parte inferior das portas. Traseira alta com parte inferior do parachoque pintada de preto a faz parecer ainda mais elevada. Acabamento interno é benfeito, com plástico duro no painel central.

Quadro de instrumentos digital permite leitura imediata. Tela multimídia fica no centro abaixo das entradas de ar. Posição de dirigir é elevada, com coluna de direção com ajustes de altura e distância que facilita se acomodar rapidamente. Incomoda a densidade macia e os assentos muito retos. Motorista fica afundado. Volante do C4 Cactus Feel tem boa pega e agrupa comandos de som e telefonia.

[Impressões] Citroën C4 Cactus Feel tem boa dirigibilidade

Banco traseiro acomoda dois adultos com conforto e tem cinto de três pontos retrátil e apoio de cabeça também no assento central. Visibilidade traseira é limitada pela largura da coluna C. Retrovisores grandes ajudam o motorista. Porta-malas parece ter capacidade maior do que os 320 litros declarados.

Conjunto mecânico do C4 Cactus Feel agrada

Destaque para a calibragem da suspensão, que filtra muito bem as imperfeições do solo e mantém o silêncio a bordo em estrada de terra e nos remendos do asfalto. Bom comportamento dinâmico, apesar da grande altura do solo (22,5 centímetros). Rodamos com o C4 Cactus Feel em caminhos ruins nos quais os bons ângulos de ataque (22 graus) e de saída (32 graus) são essenciais na transposição de obstáculos sem esbarrar frente, traseira e vão central.

O motor 1.6 aspirado tem bom desempenho, mas reduções de marcha são inevitáveis nas ultrapassagens. Engates do câmbio são macios, mas curso da alavanca é longo, e o braço esbarra no banco ao engatar segunda e quarta marcha. O conjunto agrada tanto no visual quanto na dirigibilidade. O preço do  C4 Cactus Feel com câmbio manual é de R$ 73.490. Pintura biton, com teto pintado em cor diferente, custa R$ 300.

Fotos Citroën | Divulgação

2 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Jorge Alberto 29 de agosto de 2018

    Há uma foto perdida de um painel Renault. Sugiro retirá-la.

  • JOAO VICENTE 29 de agosto de 2018

    Boa matéria. Abordou os principais aspectos dessa versão. Só senti falta (aqui e nos demais veículos de comunicação que testaram o carro) de fotos reais – e não aquelas de divulgação da própria marca…

Deixe um comentário