Latin NCAP se pronuncia contra PL que extingue multa da cadeirinha

"Crianças são os usuários mais vulneráveis em termos de acidentes de trânsito, pois não podem tomar suas próprias decisões", declarou porta-voz

Por AutoPapo 26/06/19 às 18h30

O Latin NCAP se pronunciou, na quarta-feira (26), com um pedido para que o governo brasileiro não anule a multa por transportar crianças sem cadeirinha. O órgão é independente e o único responsável por avaliar a segurança dos carros brasileiros em testes de impacto.

cadeirinha nao e obrigatoria em aplicativos e taxis

Segundo a instituição, o uso do Dispositivo de Retenção Infantil (DRI ou SRI) reduz a morte de crianças no trânsito em mais da metade. O secretário geral do órgão, Alejandro Furas, se manifestou quanto a importância do sistema.

“O uso do SRI reduz em, no mínimo, 70% o risco de morte e ferimentos graves em crianças em caso de acidente. As crianças são os usuários mais vulneráveis em termos de acidentes de trânsito, pois não podem tomar suas próprias decisões. Os adultos são responsáveis pela segurança, cuidado e proteção delas.

“Eliminar a penalidade, não punindo aqueles que não usam SRIs, como proposto nesse projeto, abre as portas para que adultos brasileiros coloquem as crianças em perigo, podendo provocar-lhes ferimentos graves e até a morte em acidentes de trânsito”.

Os DRIs, mais conhecidos como cadeirinhas infantis, são assentos próprios para transportar crianças em carros. Eles variam em tamanho e formato, e são exigidos por lei, no Brasil, para crianças de até 7,5 anos. Motoristas flagrados em desacordo recebem a multa da cadeirinha, de natureza gravíssima.

A penalidade corresponde a 7 pontos na carteira e multa de R$ 293,47.

PL de Bolsonaro quer extinguir multa da cadeirinha

O Projeto de Lei do governo, número 3267, está em trâmite na Câmara dos Deputados, aguardando apreciação de uma Comissão Temporária. Ele foi entregue pelo próprio presidente, Jair Bolsonaro, que pretende, com as propostas, fazer diversas alterações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

jair bolsonaro presidente do brasil

Enquanto isso, diversas estatísticas mostram que a multa da cadeirinha deveria ser mantida, pois protege a vida de crianças. Além dos dados divulgados pelo próprio Latin NCAP, a Organização Mundial de Saúde (OMS), também já afirmou que o uso do dispositivo reduz em 70% as mortes de bebês e entre 54% e 80% as mortes de crianças.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Fernando Eduardo 27 de junho de 2019

    A matéria apresenta incoerências muito claras. Não é a multa a protetora da vida das crianças mas a atitude e comportamentos seguros. O que deveria ser obrigatório era mostrar os crash testes dos carros junto com a propaganda de lançamento dos mesmos.

    • AutoPapo
      AutoPapo 27 de junho de 2019

      Olá, Fernando. Tudo bem? Quais são as incoerências da matéria? Apresentamos os dados de uma instituição gabaritada em segurança no trânsito.

      Obrigado e abraço

  • Avatar
    Antônio Ramos amaral 27 de junho de 2019

    Bom dia.acho que as multas deveriam ser cobradas nas estradas.pois quem viaja tem um plano.na cidade qual a diferença entre você pegar um Uber , táxi ou um ônibus ,pois eles não possuem cadeiras infantil.e eles não são penalizados .no caso de você pegar carro alugado.

  • Avatar
    Maycon 26 de junho de 2019

    Q chatisse esse assunto.
    O pai q é irresponsável não vai usar a cadeirinha com medo de uma multa pífia…
    Multa protege? Pensei q fosse a educação e responsabilidade dos pais em protegerem seus filhos usando o dispositivo.
    Por favor, Autopapo, tem mais profissionalismo. Está insuportável ler o conteúdo de vcs….

    • AutoPapo
      AutoPapo 27 de junho de 2019

      Olá, Maycon

      Diversas estatísticas de órgãos fiscalizadores mostraram a redução no número de mortes de bebês e crianças desde a “Lei da Cadeirinha”. Nosso papel aqui é sempre defender medidas positivas em prol da segurança no trânsito. A aplicação de multas faz parte sim da educação no trânsito.

      Continuaremos com essa postura e com a publicação desse tipo de conteúdo.

Avatar
Deixe um comentário