Lifan fecha fábrica no Uruguai e congela lançamento de novos produtos

Presidente da Lifan no Brasil retornou à China; importação de novos modelos vai depender da cotação do dólar

Por AutoPapo04/03/19 às 19h30

Com as atividades congeladas desde junho de 2018, a Lifan encerra suas atividades fabris no Uruguai. Apesar de não produzir mais no país, a marca afirma que ainda é a proprietária da linha de produção e que possivelmente voltará a montar veículos em San José.

Algumas foram as razões para o fechamento da fábrica, entre elas o baixo número de vendas do SUV X80, de exportações para o Brasil e a crise na Argentina.

Quando foi inaugurada, a fábrica da Lifan aproveitava o programa Inovar-Auto, que garantia, no Brasil, benefícios fiscais aos automóveis produzidos no Mercosul. Os modelos da marca contavam com a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) desde 2011.

De acordo com o site de notícias Automotive Business, com a crise econômica, o volume de vendas da Lifan caiu de 5,2 mil unidades em 2014 para 3,3 mil em 2017 e não parou de recuar em 2018. No ano passado, a empresa registrou 2,2 mil emplacamentos. Apesar dos números, a primeira vez que as atividades da fábrica de San José foram interrompidas foi em março de 2016.

Com baixo número de vendas no Brasil e no Uruguai, Lifan encerra atividades na fábrica de San José. Marca deve se pronunciar sobre futuro em breve.

A variação cambial também atrapalhou bastante os planos da Lifan. A ideia inicial da empresa era vender seu novo SUV, o X80, por até R$ 120 mil, mas a alta do dólar obrigou a empresa a lançá-lo por R$ 129,7 mil e depois reajustá-lo para R$ 132,7 mil. Por essa razão, os próximos lançamentos da marca estão congelados.

No Salão do Automóvel de São Paulo, a Lifan prometeu dois lançamentos para o Brasil em 2019: X70 e X7 My Way. Para conhecer melhor os modelos, clique aqui.

O X70, SUV concorrente do Jeep Compass, já deveria ter chegado por aqui, mas não deve vir enquanto a cotação da moeda americana permanecer no nível atual.

Atualmente a rede de concessionárias da Lifan no Brasil conta com 30 lojas. Bem menos que as 50 já instaladas por aqui. A empresa reduziu o quadro de funcionários e deve divulgar mais informações a respeito do futuro da operação brasileira nas próximas semanas. Johnny Fang, antigo presidente da Lifan do Brasil, deixou o país e retornou à China. A empresa mantém seu centro de peças e escritórios na cidade de Salto (SP).

Com a implementação do regime Rota 2030, a expectativa é de que os modelos da Lifan sejam importados diretamente da China.

Foto Lifan | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    J J C 5 de março de 2019

    O dólar não variou tanto! Desculpa para Buda dormir.

  • Avatar
    J J C 5 de março de 2019

    Transfiram a montagem para a antiga fábrica da Ford.
    Posicione os preços entre 20 a 25 porcento abaixo dos concorrentes.
    Ofereça garantia de 3 anos.
    Tenha uma assistência nacional

  • Avatar
    Augusto 5 de março de 2019

    🤔 com o preço praticado era difícil mesmo vender como o consumidor já aprendeu se for barato ele encara mas com preço muito próximo a um de marca mais conhecido ele vai no conhecida.

  • Avatar
    Adriano 5 de março de 2019

    Sou proprietário de um LIFAN X60. Veiculo e muito bom. Espaço interno imbatível. Ele já foi o chinês mais vendido no Brasil, mas a Lifan se deixou vencer pelo título e achou que aumentando os gastos com propaganda e aumentou os preços, e atrasou o lançamento da versão CVT. Acreditou que continuaria com as vendas estáveis, mesmo aumentando muito seus preços e atrasando o lançamento da X70. Uma pena, que os caciques da empresa no Brasil, não ouviram seus clientes fiéis e optaram pelo caminho errado. Torço pela Lifan, pois seus veículos tem qualidade.

Avatar
Deixe um comentário