Promotor e delegado da PF explicam esquema do DPVAT

O Boris entrevistou o delegado da PF e o promotor do Ministério Público de Minas Gerais que desbarataram o esquema do DPVAT

Por AutoPapo27/02/18 às 11h26

Se você tem um automóvel, todo começo de ano você paga o chamado “Seguro Obrigatório”, ou DPVAT.

No final das contas, esse DPVAT representa bilhões e bilhões de reais recolhidos por uma tal de Seguradora Líder.

Pois descobriu-se uma maracutaia de dezenas de bilhões de reais. O delegado da Polícia Federal, Marcelo Freitas, e o promotor do Ministério Público de Minas Gerais, Paulo Márcio, desbarataram toda essa maracutaia e puseram tudo em pratos limpos

Você quer entender o esquema do DPVAT? O Boris explica:

[TRANSCRIÇÃO]

Todo começo de ano o dono do carro tem que pagar o IPVA para o governo. Além disso, ele paga o DPVAT, o seguro obrigatório.

Não é para o governo. É para a Seguradora Líder. Quem é essa Seguradora Líder? Um consórcio de 80 seguradoras do Brasil.

Essa Líder é encarregada de receber esse dinheiro e administrar os pagamentos para os acidentados do trânsito: indenização por morte, invalidez permanente ou reembolso de despesas hospitalares.

Se vocês fizerem a conta, são bilhões e bilhões de reais todo ano [que são arrecadados]. Agora, se vocês não se esqueceram, em 2015 e 2016 pagava-se R$ 105 por ano do DPVAT. Em 2017 o DPVAT caiu de R$ 105 para R$ 63.

Agora, para 2018, voltou a cair: para R$ 42 para os automóveis.

Ora, essa diferença de bilhões e bilhões de reais… É só vocês fazerem as contas. São 45 milhões de automóveis. Multiplicado por cem dava R$ 4,5 bi. Mais picapes, caminhões, jipes, tudo… São quase R$ 10 bi. Eram. Por ano.

Por que foi reduzido [o DPVAT]? Porque Ministério Público e Polícia Federal foram atrás dessa Seguradora Líder, que não tem concorrência – todo mundo é obrigado a pagar para ela – e fazia um carnaval. Um verdadeiro escândalo financeiro de bilhões e bilhões de reais.

Uma Lava Jato dois.

Está na hora, além de reduzir o DPVAT, de colocar na cadeia todos esses ladrões que levaram o dinheiro de dezenas de milhões de brasileiros.

Veja mais sobre:


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário