Dirigimos o novo Pajero Sport, lançado pela Mitsubishi por R$ 266 mil

Versão única importada da Tailândia encara obstáculos com facilidade, responde muito bem na estrada; design é controverso

Por Laurie Andrade29/04/19 às 08h00
De Mogi Guaçu (SP)

A Mitsubishi lançou, por R$ 265.990, o novo Pajero Sport. O SUV chega importado da Tailândia na versão única HPE. Com a nova motorização 2.4 turbodiesel desenvolve 190 cavalos e 43,9 kgfm de torque a 2200 rpm.

Tanto nos percursos fora de estrada quanto nas rodovias, o Pajero Sport HPE responde bem. Mesmo com todo o tamanho e peso, as retomadas são ágeis. Outra questão que deve ser considerada é o conforto. Com a recalibragem dos amortecedores, todos os ocupantes ficam confortáveis nos trechos sinuosos.

A lateral dos bancos não tem estrutura de aço e foi tranquilo passar por obstáculos e viajar no carro por longas horas. O isolamento acústico também é um diferencial. Com os vidros fechados, o ruído do Pajero parece com o de qualquer carro movido a gasolina.

Diferente do desempenho, o design não convence. A dianteira do modelo adota a nova identidade da marca (Dynamic Shield) e faróis biLED, é bonita. A traseira, no entanto, tem traços que não estão em harmonia com o restante do carro.

Um leitor do AutoPapo arriscou a dizer, na matéria que reportava a pré-venda do modelo, que o design traseiro do Pajero Sport o fazia lembrar um carro de funerária.

Novo Pajero Sport HPE é lançado pela Mitsubishi. SUV importado que responde bem dentro e fora da estrada custa a partir de R$ 265.990.

A Mitsubishi insiste em adotar aerofólios traseiros. A Pajero Sport conta com um. Mas preciso ser justa, ele é bem menos estranho que o do Eclipse Cross. O SUV também conta com teto solar.

Assim como seus principais concorrentes, Toyota SW4 e Chevrolet Trailblazer, a versão HPE oferece sete lugares. A terceira fileira é menos ruim que as convencionais, já que conta uma saída de ar, bancos confortáveis e um espaço razoável. Mas não acredite que conseguirá colocar um adulto para fazer uma viagem nos banquinhos.

Uma vantagem é que os dois últimos bancos podem ser armazenados dobrados debaixo do assoalho. Eles não precisam ficar pendurados para o lado. O mecanismo para abaixar os bancos da segunda fileira e entrar na última é bem funcional.

O porta-malas tem capacidade para 571 litros. Com os bancos da segunda fileira rebaixados, o número passa para 1.731 litros. Uma ressalva precisa ser realizada: a abertura do porta-malas do Pajero Sport poderia ser bem melhor. A tampa é pesada e não conta com sistemas de abertura por movimento.

O estepe se manteve interno, com acesso pelo porta-malas. O pneu sobressalente é idêntico aos demais.

Sete lugares

Voltando à questão do conforto: o Pajero Sport tem ar-condicionado de duas zonas, 10 saídas de ar e um exaustor no teto. O veículo oferece ainda duas tomadas e duas entradas USB que também servem para carregar os eletrônicos.

A central multimídia tem sete polegadas, vem equipada com Android Auto, Apple Car Play e conexão WiFi.

Sensores para acendimento dos faróis e limpador de para-brisa também auxiliam o motorista. O farol tem ainda regulagem automática de altura e limpador.

Os bancos do SUV da Mitsubishi são sempre em couro, assim como o acabamento de volante, que também tem ajuste de profundidade e altura.

Segurança

A lista de equipamentos de segurança é bastante extensa. Os destaques vão para os 11 airbags do Pajero Sport HPE e para o assistente de descida em montanhas, que controla a frenagem sem que o motorista precise sequer encostar no pedal.

Com o controle das pinças de freio, o carro não desloca a traseira nem mesmo na terra. O veículo conta também com assistente de condução trailer e sistema de prevenção de aceleração involuntária.

Apesar dos dispositivos listados acima e abaixo, ainda faltam, no SUV da Mitsubishi, tecnologias como detector de faixa, de pedestre ou alerta de fadiga.

  • Airbag lateral;
  • Airbag de cortina para a segunda e terceira fileira de passageiros;
  • Airbag dianteiro;
  • Airbag para o joelho do motorista;
  • Controle de cruzeiro adaptativo (ACC);
  • Alarme;
  • Assistente de condução com trailer (TSA);
  • Blind Spot Warning (BSW);
  • Bloqueio do diferencial traseiro;
  • Assistência de travagem de emergência (BAS);
  • Brake Override System (BOS);
  • Câmera de ré;
  • Controle de estabilidade (ASC);
  • Controle de tração (ATC);
  • Forward Collision Mitigation (FCM);
  • Freio de Estacionamento Eletrônico (EPB);
  • Freios ABS com EBD;
  • Controle de descida em montanha (HDC);
  • Hill Start Assist System (HSA);
  • Imobilizador;
  • Sistema de Entrada sem Chave (KOS);
  • Limitador de velocidade eletrônico;
  • Sistema de Prevenção de Aceleração Involuntária (UMS).
Pajero Sport HPE na estrada

Dirigibilidade do Pajeto Sport

O motor da versão HPE é o mesmo da Mitsubishi L200 Triton, o MIVEC 2.4 turbo diesel, com 190 cv e torque máximo de 43,9 kgfm. São 16 válvulas, com turbocompressor e injeção direta. A transmissão é automática de oito velocidades.

É possível alterar as marchas pelas aletas no volante. O Pajero Sport ainda adapta a troca automaticamente para o modo de condução do motorista. Se o SUV entende que o carro está em um percurso fora de estrada, por exemplo, segura por mais tempo a passada de marchas.

Como explicado no início do texto, o carro responde bem às aceleradas na estrada e aos comandos dados na terra. Nos testes em pista off-road, o novo SUV Mitsubishi passou com tranquilidade pelos trechos alagados (o carro suporta até 70 cm de lâmina d’água) ou demasiadamente íngremes.

O modelo é capaz de rodar com a inclinação lateral de 45º. O ângulo de entrada é de 30º, o de saída 24,2º e o ângulo de subida de 23,1º. A suspensão é independente, com braços triangulares duplos, amortecedores hidráulicos, molas helicoidais e barra estabilizadora traseira.

O Pajero Sport HPE conta com o bloqueio do diferencial do eixo traseiro. Em situações extremas, onde as rodas ficam suspensas, como valetas ou terrenos com erosões, o carro é capaz, de acordo com a marca, de sair do lugar com apenas uma roda tracionando. Nos testes controlados, a afirmação pareceu verdadeira.

A direção é mais leve do que a da geração anterior do Pajero Sport. O motorista não fica com a impressão de estar conduzindo um SUV tão pesado. Ao mesmo tempo, a sensação de segurança está presente. Mesmo quando golpes na direção foram aplicados, o carro se manteve estável.

O Pajero Sport oferece quatro modos de tração:

  • 2H, tração 4×2 traseira;
  • 4H, que alterna automaticamente a tração entre os eixos dianteiro e traseiro;
  • 4HLc, 4×4 em tempo parcial;
  • 4LLc, 4WD parcial e reduzida, ideal para subidas ou descidas íngremes, rochas, areia e lama.

O carro permite o acionamento do modos 4X2 e 4X4 a até 100 km/h.

As rodas do SUV da Mitsubishi são diamantadas, de liga leve aro 18”. Os pneus 265/60.

A direção do modelo é hidráulica e o raio de giro é de 5,6 metros.

O Pajero está disponível em seis cores. A expectativa da Mitsubishi é de vender 250 unidades da versão única por mês.

Dimensões do novo Pajero

  • Comprimento (mm): 4.785
  • Largura total (mm): 1.815
  • Altura (mm): 1.805
  • Entre-eixos (mm): 2.800
  • Ângulo de entrada: 30º
  • Ângulo de saída: 24.2º
  • Altura livre do solo (mm): 218
  • Tanque de combustível (litros): 68

O consumo do SUV Pajero Sport HPE ainda não foi revelado.

Valor das revisões do Pajeto Sport HPE

De acordo com a assessoria de imprensa da Mitsubishi, os valores das revisões programadas do novo SUV são:

Quilometragem Preço
10 mil km  R$ 1141,00
20 mil km R$ 1141,00
30 mil km R$ 1141,00
40 mil km R$ 1378,00
50 mil km R$ 1207,00
60 mil km R$ 1141,00

Concorrentes do novo Pajero Sport

O Toyota SW4 diesel custa R$ 253.500 e oferece motorização 2.8 L 16 V Turbo com torque de 45,9 kgfm e potência de 177 cv. O Chevrolet Trailblazer, por sua vez, parte de R$ 231.990 e é equipado com a motorização 2.8 Turbo Diesel de 200 cv e torque de 51 kgfm.

Fotos Mitsubishi | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Eduardo Sousa 30 de abril de 2019

    O que são essas lanternas??? Arruinou a traseira. Totalmente fora da tendência de mercado.

Avatar
Deixe um comentário