[Recall] Volkswagen convocará 700 mil Tiguans e Touran

As unidades da nova geração produzidas até o dia 05 de julho podem apresentar curto-circuito na luz do teto panorâmico e pegar fogo

Por AutoPapo21/08/18 às 15h05

A alemã Volkswagen convocará 700 mil Tiguans e Touran ao redor do mundo para recall da luz do teto panorâmico. Um defeito na iluminação interna de LED pode causar curto-circuito e incêndio, casa haja exposição à umidade.

Na Alemanha, cerca de 52.500 veículos foram afetados pela falha. A Volkswagen ainda não informou os chassis dos modelos envolvidos nos demais países, como Brasil. Mas é sabido que as unidades dos Tiguans e Touran relacionados são da nova geração e foram produzidas até o dia 05 de julho.

A montadora informou que está trabalhando em uma solução e que até que ela seja implantada, os donos dos automóveis podem rodar com tranquilidade. Caso haja manchas no teto, no entanto, é recomendável procurar uma concessionária autorizada.

Problema na iluminação interna dos Tiguans e Touran levarão a Volkswagen a reparar 700 mil unidades em todo o mundo. Unidades envolvidas podem pegar fogo.
Volkswagen | Divulgação

O porta-voz da marca afirmou, ainda, que em breve publicará mais informações sobre o chamamento dos Tiguans e Touran: se e quando haverá substituição do sistema de iluminação interna, quais e quantas são unidades por país.

Recentemente a Volkswagen anunciou outros três recalls diferentes da convocação dos Tiguans e Touran. Os chamados, que estevam relacionados aos modelos Gol, Up!, Voyage e Tiguan 2017 e 2018 foram causados por falhas no airbag do motorista (Gol, Voyage e Up!), na suspensão e no airbag do passageiro (Tiguan). Os donos dos chassis dos modelos já podem agendar os reparos. Basta entrar em contato com a fabricante pelo telefone 0800 019 8866 ou pela página de recall da Volkswgen para fazer a marcação. Os serviços duram, em média, uma hora.

Além do recall dos Tiguans e Touran: confira as fotos da reestilização do SUV

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário