Recuperação do mercado automobilístico: verdade ou otimismo?

Venda de automóveis zero-quilômetro, seminovos e usados apresentou alta no último mês; índices do acumulado também são favoráveis

Por Laurie Andrade07/08/18 às 16h30

Os números do setor automotivo têm crescido nos últimos tempos. Julho registrou alta considerável nas vendas de carros novos e usados. Será que finalmente é possível dizer que a recuperação do mercado automobilístico está garantida?

Os dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) mostram índices otimistas. O sétimo mês de 2018, julho, registrou 208 mil emplacamentos de automóveis, número 17% maior que o apresentado em julho de 2017. Em relação a junho, a alta nas vendas dos zero-quilômetros foi de 7%. A venda de veículos no Brasil teve alta de 12,81% no acumulado do ano, janeiro a julho, na comparação com o mesmo intervalo em 2017.

O mercado dos usados teve uma alta mais discreta se considerarmos o acumulado de 2018. O comércio dos seminovos e usados apresentou uma variação positiva de 0,3% e comparação com o mesmo período de 2017, de acordo com a  Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto). Se a análise considerar apenas os meses de junho e julho deste ano, no entanto, os índices impressionam. As vendas cresceram 7%.

Segundo a Fenauto, os resultados dos próximos meses estarão condicionados ao nível de confiança do consumidor. O que significa que ainda não é possível afirmar com assertividade que o setor continuará estável e ou em crescimento, ainda que os números estejam à favor da recuperação do mercado automobilístico.

O consultor da ADK Automotive, Paulo Garbossa, explica que “existe a possibilidade de que esses números representem uma antecipação de compra. Com a proximidade da eleição e a possível alta do dólar, os consumidores podem estar apenas garantindo a compra de seus veículos. A recuperação do mercado automobilístico ainda está meio incerta. Agosto será um bom parâmetro. Isso porque, se o setor apresenta uma crescente constante, o público pode ter mais confiança e de fato fortalecer o mercado”.

Para o presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos, “ainda estamos em um período de certa indefinição do quadro político com os resultados das eleições. Esperamos que nas propostas dos candidatos para a condução da economia nacional, possam surgir pontos de apoio para a recuperação das perspectivas de estabilidade e crescimento com a melhora nos índices de confiança dos consumidores”.

O presidente ainda afirma que as instituições responsáveis ainda apresentam um rigor muito grande na concessão do financiamento, já que de cada 10 propostas, atualmente, cerca de três são aprovadas. “Com a melhora da economia e o retorno do trabalho pleno, esperamos que esse cenário possa ser alterado positivamente”, conclui.

Embora ainda não seja uma verdade inquestionável, a recuperação do mercado automobilístico agora tem um aliado, o Rota 2030. Entenda por que razão a política de incentivo e desenvolvimento da indústria automotiva será benéfica para o setor.

Dados da Fenabrave e da Fenauto mostram recuperação do mercado automobilístico. Presidente da segunda entidade afirma que ainda é preciso ter calma.

Confira quais foram os modelos responsáveis pelos maiores índices de venda:

Usados mais vendidos no Brasil em julho

[Table]

Ranking | Modelo | Número de unidades vendidas

1 | Volkswagen Gol | 77.908

2 | Fiat Palio | 48.546

3 | Fiat Uno | 48.265

4 | Chevrolet Celta | 28.045

5 | Volkswagen Fox | 22.727

6 | Chevrolet Corsa | 22.087

7 | Ford Fiesta | 21.932

8 | Fiat Siena | 21.221

9 | Toyota Corolla | 18.301

10 | Chevrolet Classic | 17.703

[/table]

Os zero-quilômetros mais emplacados em julho

[Table]

Ranking | Modelo | Número de unidades vendidas

1 | Chevrolet Onix | 16.856

2 | Ford Ka | 9.558

3 | Hyundai HB20 | 9.124

4 | Volkswagen Gol | 6.681

5 | Volkswagen Polo | 5.828

6 | Fiat Argo | 5.476

7 | Jeep Compass | 5.360

8 | Renault Kwid | 5.208

9 | Chevrolet Prisma | 5.016

10 | Toyota Corolla | 4.364

[/table]

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário