Saúde no carro: qual a melhor postura para os ocupantes?

Pegamos carona no Dia Mundial da Saúde, comemorado neste sábado (7) e listamos 13 dicas para preservar o bem-estar dos motoristas e passageiros

Por AutoPapo07/04/18 às 07h36

Quanto tempo, por dia, você passa dentro de um automóvel? Sabe qual é a melhor postura para os ocupantes de um veículo e quanto não respeitá-la pode refletir em dores musculares? Uma pesquisa recente da Associação Britânica de Quiropraxia estima que mais de 5,5 milhões de motoristas devem sofrer com sintomas resultantes do tempo gasto ao volante. Listamos algumas dicas para preservar a sua saúde no carro.

O diretor de comunicação da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) e especialista em medicina do tráfego, Dirceu Alves, reitera a importância de se posicionar bem dentro dos automóveis para a saúde e também pela segurança. Em conjunto, elencamos e explicamos os itens a seguir:

  1. Posicionar o assento do motorista em um ângulo de 110º;
  2. Demais assentos entre 90º e 130º;
  3. Sempre manter a região dorsal encostada no banco;
  4. Deixar os joelhos semiflexionados;
  5. Manter uma distância razoável entre o peito e o volante;
  6. Certificar-se de que a faixa longitudinal do cinto esteja posicionada no ombro e não no pescoço;
  7. Ajustar e reajustar os retrovisores apenas depois de fazer o mesmo com os bancos;
  8. Manter as mãos na posição “9h15”;
  9. Manter o punho reto quando for mexer no câmbio;
  10. Fazer pausas a cada duas horas durante longos trajetos;
  11. Alongar-se no trânsito intenso;
  12. Fazer exercícios regularmente;
  13. Nunca colocar os pés sob o painel.

Por que essas recomendações são importantes?

O motorista precisa ficar bem posicionado para ter fácil acesso aos comandos presentes no volante, pedais, painel de instrumentos e câmbio. Por essa razão foi determinada a angulação mais propícia para que ele faça tudo isso sem precisar deslocar as costas do encosto.

Você está atento à sua saúde no carro? Confira 13 dicas para postura que garantem de bem-estar, segurança e evitam traumas, lesões e dores musculares.
Foto | Alexandre Carneiro

No caso dos demais passageiros, que podem se manter mais confortáveis, a angulação foi escolhida de forma que não prejudicasse o uso do sinto de segurança que, por segurança, precisa ter a faixa longitudinal apoiada no ombro. No caso de acidentes, a faixa encostada no pescoço pode causar lesões musculares e na traqueia.

Você está atento à sua saúde no carro? Confira 13 dicas para postura que garantem de bem-estar, segurança e evitam traumas, lesões e dores musculares.

A região lombar é responsável por absorver os impactos, as vibrações e compensar os movimentos repetitivos realizados na direção. Por essa razão, ela deve sempre estar apoiada pelos bancos. Fazer o contrário prejudica a saúde no carro, pode causar muito desconforto e possíveis dores.

Todos os ocupantes devem manter os joelhos semiflexionados. O especialista Dirceu Alves explica o porquê: “além do maior conforto, os joelhos semiflexionados não comprometem tanto os nervos e os vasos quanto os membros inferiores na posição reta (esticados). O motorista também precisa ter fácil acesso aos pedais. Para isso, a posição é a mais indicada”.

Pé no painel?!

Manter as pernas e pés para cima ou sob o painel é completamente contraindicado. “Em razão da possibilidade de um acidente, inclusive com explosão dos airbags, os riscos de lesão são elevadíssimos” justifica Alves.

De acordo com o especialista, o volante é um possível obstáculo em frente ao tórax. Por isso, manter certa distância é imprescindível para segurança do motorista. O ideal é manter o corpo a um braço semiflexionado do volante. No caso específico das mulheres grávidas, a distância deve ser a maior possível. Em um acidente, o airbag pode acionar e causar um trauma uterino.

A posição das mãos também é importante. Quando elas estão em paralelo (uma em cada lado do volante) o motorista pode desenvolver movimentos rápidos tirando o veículo de posições de riscos. Alves ainda acrescenta: “além da posição conferir mais mobilidade, dificulta a incidência de traumas por movimentos bruscos”.

Os retrovisores devem ser ajustados depois do banco. A configuração dos espelhos deve ser programada para que o condutor consiga enxergar o envolto do carro sem esforço ou a necessidade de mover demais o pescoço. Isso diminui a tensão e a probabilidade de um torcicolo. Reajustá-los durante o trajeto também é uma necessidade. Isso porque a postura vai mudando ao longo do tempo de viagem.

Você está atento à sua saúde no carro? Confira 13 dicas para postura que garantem de bem-estar, segurança e evitam traumas, lesões e dores musculares.

Outro movimento que pode causar traumas nas mãos e pulsos é a troca de marchas. Para evitá-los é preciso manter o punho reto quando for mexer no câmbio. Isso porque, em longo prazo, o movimento repetitivo com o “punho mole” pode causar dor articular e lesões no túnel do carpo.

Intervalos

As pausas são outra dica para melhorar sua saúde no carro. Os benefícios são muitos: fazer uma caminhada em volta do carro a cada duas horas, de acordo com o diretor de comunicação da Abramet, melhora a oxigenação da musculatura e do cérebro. Isso faz com que o condutor volte a dirigir com mais disposição e menos dores. A liberação de endorfina, que ocorre durante a caminhada e os alongamentos, é analgésica e também melhora o processo respiratório fazendo com que o motorista fique mais ativo.

Nesse mesmo caminho estão os alongamentos durante o trânsito intenso. Espreguiçar-se, pressionar os joelhos sob o tórax trazem os benefícios citamos acima e diminuem a fadiga.

Por fim, o condicionamento físico é imprescindível para uma boa saúde no carro ou fora dele. O corpo não é feito para ficar parado por muito tempo. Mas, se os músculos estão fortalecidos, a chance de dores, traumas e lesões musculares é menor.

Considerando o quesito segurança: o uso de dispositivos que tirem a atenção da direção não é indicado. Celulares, GPS sem áudio, e TVs comprometem a percepção visual e auditiva do motorista e podem causar danos à saúde dos ocupantes dos veículos e de terceiros.

Fotos | Istock

Veja mais sobre:


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário