Takata entra com pedido de recuperação judicial

Por AutoPapo26/06/17 às 11h31

Protagonista do maior recall da indústria automobilística da história, a Takata entrou com pedido de recuperação judicial no último domingo (25/06). Os defeitos nos airbags provocaram 16 mortes, afetaram mais de 100 milhões de airbags e deixaram quase 200 pessoas feridas.

LEIA AQUI O DOSSIÊ QUE PREPARAMOS SOBRE O CASO

O pedido de recuperação judicial prevê a venda da companhia para a concorrente Key Safety Systems por US$ 1,6 bilhão. O acordo também vaticina a permanência da empresa até que ela quite suas dívidas e manterá unidades para substituir os airbags defeituosos.

Caso Takata

A Takata foi fundada em 1933 e chegou a ser a maior fabricante mundial de airbags. Durante a Segunda Guerra Mundial a fábrica produzia paraquedas militares.

A empresa registrou prejuízo nos últimos três anos. Nesse período, precisou vender subsidiárias para pagar multas e dívidas. Nos EUA, desembolsou US$ 1 bilhão em multa depois de admitir que três executivos estavam envolvidos em fraudes nos testes que apontavam problemas nos equipamentos de segurança.

Veja mais sobre:


0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário