Como será o carro do futuro? Volvo explica com o 360C

Novo conceito apresentado pela fabricante é elétrico, autônomo, seguro, comunicativo e dotado de um design inovador

Por AutoPapo06/09/18 às 16h30

Em 1959, a Volvo inventou o cinto de segurança de três pontos. Em 2018, a marca apresenta sua ideia de carro do futuro. O 360C é o novo projeto da fabricante, que oferece para os passageiros conforto, segurança e autonomia.

De acordo com vice-presidente do Centro de Segurança da Volvo Cars, Malin Ekholm, a comunicação com outros veículos é questão mais complexa do mercado automobilístico do futuro. Definir os padrões de comportamento dos carros será imprescindível para a segurança das vias terrestres, por isso, o carro do futuro da marca apresenta uma solução: “o 360c aborda esse cenário com um sistema composto por sons externos, cores e movimentos, bem como combinações de ferramentas para comunicar as intenções do veículo a outras pessoas na estrada” explica.

O 360C é elétrico, seguindo as tendências de mercado, autônomo e conectado. Para garantir mais conforto aos ocupantes, o conceito que espelha as expectativas da Volvo para o carro do futuro apresenta quatro potenciais usos: um ambiente para descansar (foto), um escritório móvel, uma sala de estar e um espaço de entretenimento.

A Volvo apresentou o conceito 360C. Espelho do que a marca espera para o carro do futuro, o protótipo é autônomo, elétrico, seguro e conectado.

Carro do futuro e segurança

Dentro do ambiente de descanso, os engenheiros de segurança da Volvo Cars analisaram o futuro da tecnologia de proteção nas vias e repensaram a posição dos ocupantes, visando maior segurança. A inclusão de um cobertor especial de segurança no ambiente de descanso do carro do futuro foi uma das soluções. O componente prevê um sistema de restrição que funciona exatamente como o cinto de três pontos, mas é ajustado para pessoas deitadas durante a viagem.

Para entender o design, confira as fotos do 360C:

Fotos Volvo | Divulgação

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário