Práticas simples aumentam a segurança no trânsito

Aproximadamente 93% dos acidentes acontecem por falha humana; saiba o que pode fazer para ajudar a evitá-los

Por AutoPapo16/05/18 às 08h11

Não há quem discorde que dirigir com prudência faz do trânsito um lugar mais seguro. Em continuação à campanha do Maio Amarelo, listamos algumas práticas simples aumentam a segurança nos carros. Considerando que, de acordo com a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), 60% dos acidentes graves acontecem com menos de 30 minutos de percurso, recomendamos que as dicam sejam seguidas independentemente da distância.

1. Não dirija com a bexiga cheia

Em caso de acidentes, o risco da bexiga estourar e causar uma infecção generalizada é muito maior se o órgão estiver cheio. Ao se encher, a bexiga fica tensa e mais alta, facilitando o rompimento.

2. Alimente-se bem antes de dirigir

Açúcares, gorduras e carboidratos liberam insulina durante o processo de digestão e causam relaxamento e sonolência. A Universidade de Manchester, na Inglaterra, revelou, em pesquisa, que a ingestão de glicose, mesmo que em pouca quantidade, já é suficiente para diminuir a atividade neuronal.

3. Preocupe-se com a qualidade do seu sono

A Associação Brasileira do Sono (ABS) afirma que 30% das mortes em rodovias brasileiras são causadas pelo sono, o fator ainda é responsável por 20% do total de acidentes veiculares no país.

Aproximadamente 93% dos acidentes acontecem por falha humana.Saiba como algumas práticas simples aumentam a segurança nos carros.
Foto iStock | Reprodução

De acordo com a Abramet entre 15% e 17% dos motoristas profissionais sofrem com apneia obstrutiva do sono. “Esse indivíduo é capaz de dormir sentado, em pé, encostado numa parede. Por isso nós precisamos alertar esse indivíduo, para que ele faça o tratamento e volte a poder dirigir”, explica o diretor do Departamento de Medicina de Tráfego Ocupacional da Abramet, Dirceu Rodrigues Junior.

A vibração de corpo inteiro, o ruído uniforme e contínuo, o movimento pendular do tronco e da cabeça e as imagens que passam no campo visual do motorista entanto ele dirige são indutores da fadiga e do sono. Por isso, é preciso estar descansado quando for pegar o volante, alerta o presidente da Abramet Bahia, Antônio Meira.

4. Faça pausas durante longas viagens

Os benefícios são muitos: fazer uma caminhada em volta do carro a cada duas horas, de acordo com o diretor de comunicação da Abramet, Dirceu Alves, melhora a oxigenação da musculatura e do cérebro. Assim o condutor volta a dirigir com mais disposição e menos dores. A liberação de endorfina, que ocorre durante a caminhada e os alongamentos, é analgésica e também melhora o processo respiratório fazendo com que o motorista fique mais ativo. Nesse mesmo caminho estão os alongamentos durante o trânsito intenso. Espreguiçar-se, pressionar os joelhos sob o tórax trazem os benefícios citamos acima e também diminuem a fadiga.

5. Mantenha uma boa postura

Uma pesquisa recente da Associação Britânica de Quiropraxia estima que mais de 5,5 milhões de motoristas devem sofrer com sintomas resultantes do tempo gasto ao volante. O motorista precisa ficar bem posicionado para ter fácil acesso aos comandos presentes no volante, pedais, painel de instrumentos e câmbio.

Aproximadamente 93% dos acidentes acontecem por falha humana.Saiba como algumas práticas simples aumentam a segurança nos carros.
Foto iStock | Reprodução

6. Use protetor solar

A incidência de raios solares nos motoristas e passageiros pode gerar queimaduras, envelhecimento precoce da pele, manchas e câncer de pele.  Por isso, é recomendável que os motoristas, principalmente os profissionais que passam horas expostos ao sol, usem o protetor solar.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário