Câmbio automático tem embreagem igual ao automatizado?

É muito comum alguns proprietários confundirem os carros que vêm com o câmbio automático com o sistema automatizado

Por Boris Feldman02/12/18 às 07h30

Já adianto: o câmbio automático tradicional não tem. No lugar da embreagem, há um conversor de torque. Mas, o câmbio automatizado tem, sim, embreagem; exatamente como numa caixa manual.

A semelhança entre os dois câmbios é que o motorista não tem de se preocupar, em nenhum deles, com o pedal da embreagem e nem que usar a alavanca para trocar de marcha. Mas para por aí: no automatizado, o câmbio é rigorosamente idêntico ao manual, porém todo operado por computador. São comandos elétricos ou hidráulicos que atuam como se fossem um “pezinho” oculto para acionar a embreagem e uma “mãozinha” oculta para passar as marchas. Ele tem diversas denominações comerciais: Dualogic/ GSR na Fiat, i-Motion na Volkswagen, Easy’R na Renault…

Veja também: Pé esquerdo no freio? Sim! Não o deixe “descansando” em um carro automático

câmbio automático tem embreagem
Câmbio automatizado GSR | Fiat divulgação

Automático x automatizado

A desvantagem do câmbio automatizado é que as trocas de marcha não são tão suaves como no automático tradicional. Em compensação, ao invés de aumentar consumo, diminui. Além de custarem menos e serem mais leves.

É comum o dono de carro com câmbio automatizado reclamar que a oficina da concessionária está querendo enganá-lo. Principalmente quando vem com a conversa fiada de trocar a embreagem, no câmbio que ele acha que não tem isso. Quem provavelmente o enganou foi o vendedor, que não explicou – como deveria – durante a venda, que o câmbio não é automático (sem embreagem), mas sim automatizado. Numa revisão, a oficina pode ter que substituir os componentes do sistema de embreagem, que se desgastam: disco, chapa de pressão e rolamento.

Além de passar as marchas mais suavemente, outra vantagem do câmbio automático convencional é não exigir substituição periódica de seus componentes. Nem do conversor de torque (que faz o papel de embreagem), que pode durar centenas de milhares de quilômetros.

Existe um outro câmbio “automático”, com passagem suave de marchas, mas que é também automatizado, com duas em vez de uma embreagem: é chamado de caixa de dupla embreagem. Tem, por exemplo, o nome de DSG nos carros Volkswagen e Powershift nos modelos da Ford. O DSG funciona bem, mas o Powershift deu tanta dor de cabeça que a Ford acabou desistindo dele.

câmbio automático tem embreagem? entenda
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • robson 10 de janeiro de 2019

    bem, agora tem o cambio cvt acoplado com embreagem a seco, que equipa o jac t40, também fiquei surpreso pois não tinha visto ainda.

Deixe um comentário