Carro elétrico sem bateria desenvolvido no Brasil?

Ainda em fase experimental no Brasil, uma nova tecnologia pode permitir o funcionamento de um carro elétrico sem bateria

Por Boris Feldman08/03/19 às 06h15

Ainda em fase experimental no Brasil, uma nova tecnologia pode permitir o funcionamento de um carro elétrico sem bateria.

[TRANSCRIÇÃO]

O Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, ao participar recentemente de um seminário da ANP, disse com muita propriedade que o carro do futuro é o elétrico. Mas, ressalvou que o Brasil tem que se valer inteligentemente de seus próprios recursos e desenvolver o carro elétrico sem bateria.

Mas, pouca gente entendeu o que disse o ministro: como assim um automóvel elétrico sem bateria? Simples, existe uma tecnologia da célula a combustível, fuel cell, que recebe o hidrogênio do tanque do carro e o transforma em energia elétrica. Esse carro já existe à venda em alguns países.

No caso do Brasil, uma outra tecnologia, ainda experimental, extrai o hidrogênio do etanol. Então um carro elétrico, que ao invés de bateria, pode ser abastecido em qualquer posto no Brasil.

Carro elétrico sem bateria
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
22 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Jair 13 de julho de 2019

    Usar água como combustível pra extrair o hidrogênio é perigoso, pois a água é essencial para a vida. Se virar combustível, daqui a pouco a água vai ficar escassa e valiosa; aí estaremos ferrados!

  • Avatar
    Rebato 27 de junho de 2019

    Evidente que se pode extrair hidrogênio do álcool, pois, nosso etanol é muito hidratado, ou seja, o que colocamos no tanque é muito mais água que álcool.

  • Avatar
    Jonny 16 de março de 2019

    Isso será uma guerra dos combustível e a nova tecnologia de elétrico ou qq outra. Mas por qui vai depender do lobby que o governo vai fazer p se dar bem. Não está preocupado com o Brasil. Principalmente esse governo que só que o destruí-lo.

    • Avatar
      guytourinho 16 de junho de 2019

      Boa noite caros senhores,a China junto com Eua vem impondo os carros eletricos no maximo em 2 anos veremos a maioria da frota rodando e serao eletricos o que ninguem esta se lembrando e da atual matriz o petroleo que cairá muito em consequência veremos uma gigante empresa brasileira cair a Petrobras a que redefinir e realinha la para produzir tambem carros eletricos e isso tem que ser rapido.se perderemos em consequencia da queda das vendas do petroleo ganharemos na venda dos minerais terras raras base de novas tecnologias principalmente carros eletricos. alem de termos que fortalecer a Eletrobras a demanda vai aumentar muito.estamos vendo uma gigantesca mudanca acontecer a queda das vendas de combustiveis feitos com petroleo

  • Avatar
    Arysson 9 de março de 2019

    Por favor ministro. Carros a bateria é o futuro. Vamos remar a favor da maré. Todos esses nichos de mercado devem se atualizar e se adaptar. Não adianta criar resistência em tentar salvá-los. Precisamos de um novo futuro e esse futuro é energia!!!!

  • Avatar
    Carlos 8 de março de 2019

    Extrair o hidrogênio do etanol, que tremenda idiotice, pode-se extrair da água….coisas de politicagem

  • Avatar
    Breno Ellery 8 de março de 2019

    Claro,tem que manter a escravidão da cobrança de impostos e consequentemente os combustíveis mais caro do mundo,pois o carro a bateria pode ser alimentado por painéis solares e fatalmente de graça,ou seja,mais um partido de gente que quer continuar escravizando a população brasileira,mais do mesmo.

  • Avatar
    FELIPE RODRIGUES 8 de março de 2019

    Vamos produzir o Etanol, pra depois retirar o hidrogênio. A não ser que violem as leis da termodinâmica, seria energéticamente mais eficiente (e ambientalmente melhor) usar o etanol.

  • Avatar
    Adriano 8 de março de 2019

    Quanta idiotice…
    O carro elétrico é uma evolução para substituição do carro a COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS…
    No caso do álcool não faz sentido construir um veículo caríssimo ( caso dos veículos com célula a hidrogênio) para substituir um veiculo não poluente, como os motores à álcool.
    Os carros elétricos são para substituir os carros que usa derifos do petróleo, altamente poluidores.
    Mas tem 2 problemas aí…
    Oa descartes das baterias depois do tempo de vida útil (10 anos)
    E a produção da energia, que na grande maioria dos paises é produzida à partir da queima de carvão ou oleo combustível.

    • Avatar
      Allan 9 de março de 2019

      Pior é o descarte do carro inteiro, que nas estradas brasileiras sua vida útil é de 5 anos. Além disso, temos energia solar eficiente e relativamente barata no Mercado Livre.

  • Avatar
    Raphael Souza 8 de março de 2019

    Imagino como vai ser ridículo o consumo, vão converter duas vezes a energia. Difícil de acreditar que pensaram nisso.

    • Avatar
      Mauricio 8 de março de 2019

      Já tem um da Toyota que é usado no EUA! E é abastecido direto com hidrogênio nos postos.
      Só acho realmente inviável utilizar o etanol, sendo que pode ser retirado o hidrogênio direto da água.

    • Avatar
      Carlos 8 de março de 2019

      Mas logo vão inventar a roda quadrada

  • Avatar
    vinicius hebelin Peres 8 de março de 2019

    Preço do Hidrogênio no posto em 2025. R$:45,99

  • Avatar
    erico 8 de março de 2019

    É. Esperto ele né. Continuariamos presos ao etanol caro do brasil. Isso pra mim nao funciona.

    • Avatar
      Adolfo 8 de março de 2019

      Funciona com água normalmente, fala etanol só pra não fugir da Petrobrás e dar rolo.

  • Avatar
    Wellington 8 de março de 2019

    Não vai pra frente!!!
    Essa porcaria de pais sempre empurrando seus cidadãos para seus postos de gasolina para pagar impostos. Tô fora prefiro a bateria mesmo.

    • Avatar
      Edeilton 8 de março de 2019

      Análise perfeita.

    • Avatar
      Valdenir Daniel Cavalheiro 8 de março de 2019

      Em muito breve as baterias de GRAFENO serão mais baratas e muito mais eficientes que as atuais! Bateria é o futuro… pronto!

    • Avatar
      A C 8 de março de 2019

      Caro Sr Welligton,seja a ar,bateria ou atraves de espiritos ,o estado vai sempre invariavelmente taxar com impostos estas novas tecnologias…

    • Avatar
      Elias 8 de março de 2019

      Quando a bateria vencer no Brasil você terá que comprar outro carro pelo custo

  • Avatar
    Emílio Raniere 8 de março de 2019

    Boris, mesmo esses carros com célula de combustível possuem bateria. Apenas o tamanho dessas é que é bem reduzido. São carros elétricos completos com um gerador a mais. Quando a bateria está totalmente carregada o sistema de geração a partir do hidrogênio é interrompido, passando o veículo a mover-se apenas pela carga armazenada na bateria, como nos híbridos convencionais.

Avatar
Deixe um comentário