Carro flex na estrada: abasteço com gasolina ou com etanol?

O carro flex foi feito para receber o etanol, gasolina ou qualquer mistura; é mentira dizer que o motor protesta ao receber a gasolina após o uso do etanol

Por Boris Feldman12/10/19 às 07h30

Por que se recomenda abastecer com gasolina o carro flex no momento de uma viagem pela estrada? Simples: a gasolina confere uma autonomia maior ao automóvel, já que seu consumo chega a ser 30% inferior ao do etanol.

Isso significa número menor de paradas na estrada para abastecer e risco menor de parar num posto desconhecido e abastecer com combustível adulterado. Às vezes, esses 30% de autonomia já são suficientes pra nem ter que parar para abastecer.

Mas aí vem uma dúvida do motorista: eu sempre abasteci com etanol, vou agora passar para gasolina? Pode passar sem susto, não procedem esses boatos que dizem que, se você sempre abastecer com etanol, o motor não vai receber bem a gasolina ou vice-versa. Pura conversa pra boi dormir! O carro flex foi projetado para receber qualquer combustível: gasolina, álcool ou qualquer mistura dos dois.

motor flex
Foto Shutterstock | Reprodução
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (4 votos, média: 4,25 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
26 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Armando 13 de outubro de 2019

    O carro com álcool é o mais sustentável a saúde nossa e do planeta,pois a origem do álcool vem da fotossíntese,e não de combustível fóssil,vale a pena pagar mais pelo álcool mesmo se estiver mais caro que a gasolina,isto é a vida não tem preço.

  • Avatar
    Neil 13 de outubro de 2019

    Olha no momento eu estou abastecendo com álcool….aqui no Paraná está mais em conta.Porque dizem que SÓ abastecer com álcool danifica o motor,mas é contra-senso pois a gasolina ja contém muito álcool e meu carro é Flex….E no futuro vai ser etanol…carro elétrico está muito caro é não sabemos muito sobre ele…melhor aguardar…

  • Avatar
    Aristoteles Socrates Onassis 13 de outubro de 2019

    Boris ,mas se abastecemos na.Bolívia com gasolina de alta octanagem e depois o carro vem p o Brasil e bom colocar etanol para enfraquecer um pouco o combustivel, é a mesma situação com combustível venezuelano,havera danos ao motor relacionado a compressão já que os veículos que circulam no Brasil, Bolívia e Venezuela tem diferentes taxas se compressão? e combustíveis com octanagens diferentes ?

  • Avatar
    Jeremias Mariano 13 de outubro de 2019

    Otimas informações!

  • Avatar
    Luciano 12 de outubro de 2019

    Sempre fui fan do etanol produto nacional combustível mais limpo.
    Mas comprei um sandero 2016 1.0 16v flex! o carro tem sérios problemas na partida a frio. É lamentável tenho que colocar pelo menos 6 litros de gasolina a cada tanque cheio de 50 litros de etanol. Se não o miseravi não pega de manhã.
    Já levei em 2 oficinas escaniaram e o carro não consta avarias e acende uma luz laranjada no painel “luz de multiplafunção” q só apaga no scanner
    Ja me disseram q o ploblema tá no módulo. Vou vender essa coisa a hora q terminar de pagar 😏

    • Avatar
      Arcendino 12 de outubro de 2019

      Eu sou Representante comercial hoje em Minas e Bahia o melhor custo benefício e o etanol a gasolina tem muito etanol meu carro e muito econômico com etanol

  • Avatar
    Reginaldo Monteiro 12 de outubro de 2019

    Não vale a pena abastecer com gasolina,eu fui fazer a burrada de abastecer com gasolina na véspera de pegar a estrada e no outro dia o carro simplesmente não ligava,tive que pagar para scanear o carro,e ainda corri o risco de dar calço hidráulico no motor por já estar encharcado de gasolina.
    Conselho do mecânico…Pelo preço e pela consciência ecológica esqueça a gasolina.

    • Avatar
      Fernando B. 13 de outubro de 2019

      O problema é que você alternou o combustível e rodou menos de 10 km para a central reconhecer a mudança. Não culpe o combustível, a culpa foi sua.

  • Avatar
    Ricardo 12 de outubro de 2019

    Qual a maior forma hoje de adulterar a gasolina? O posto coloca uma proporção muito maior de álcool na gasolina. Como 95% dos carros são flex, ninguém percebe a maracutaia, exceto na autonomia. Com álcool a adulteração é mais difícil, então o risco é muito maior de encontrar adulteração em postos de beira de estrada (onde provavelmente a fiscalização é mais deficiente) quando se compra gasolina. Então caros, abastecendo com gasolina a chance será muito maior, mesmo parando em menos postos… Nunca tive dúvidas abastecendo com álcool nessas situações, já com gasolina várias vezes…

  • Avatar
    OSVALDO PEREIRA DA ROCHA 12 de outubro de 2019

    Eu viagei 3800 km só com etanol em média gostei 033 centavos por km

  • Avatar
    DOUGLAS VIEIRA SOARES 12 de outubro de 2019

    Acho que compensaria se fosse gasolina de verdade,oque temos hoje em dia não chega nem perto de ser gasolina de verdade,pela lei já temos 30% de álcool na gasolina,se você der sorte achará um posto dentro da lei oque é muito difícil,somos bobos da corte .

    • Avatar
      Fabio anderson 13 de outubro de 2019

      Por isso uso so alcool, para que comprar gasolina? Se na tal da gasolina tem 27% de alcool permitido por esses politicos corruptos, entao melhor usar alcool sempre, pois pelo menos vc consumidor ta ciente estou usando alcool….

  • Avatar
    Pedro 12 de outubro de 2019

    Se fizer isso no meu prisma 18/19 LT 1.4 é prego na certa. Motor não dar na partida e fica engasgando ao pisar fundo no acelerador. O pior que a GM insisti em afirmar que é normal. Que todos prisma é assim.

  • Avatar
    Nadyr Politi 12 de outubro de 2019

    Nunca senti diferença entre álcool e gasolina,meu carro sempre funcionou bem na estrada ou na cidade, Corsa sedan Premium 2010, com 13.800 km, rodado

  • Avatar
    Antonio Donizeti Martins 12 de outubro de 2019

    Eu sempre usei etanol em viagens por causa de im pouco a mais de potência.

  • Avatar
    Marcelo Lima 12 de outubro de 2019

    Eu experimentei uma vez viajar com etanol e gostei muito da experiência! O carro teve uma autonomia surpreendente e um desempenho ligeiramente maior. Eu tenho pra mim que abastecer com etanol para uso no dia a dia é que seja desvantajoso, pois o carro passa mais vezes pela fase fria, onde o consumo que já é mais alto com etanol fica ainda maior… Na estrada a temperatura do motor é constante por várias horas, fazendo o combustível render bem mais.

  • Avatar
    Leandro 12 de outubro de 2019

    de todos carros Flex que conheço, meu e de amigos , se muda o combustível e não anda mais que 25 km ou mais eles não pega mais , isso de muda o combustível e não pega ,não é só conversa não!

  • Avatar
    Leandro 12 de outubro de 2019

    Continue no etanol e ajude a preservar o meio ambiente para seus filhos e netos. Enquanto nao conseguimos coisa melhor a um custo viável para as massas, vamos privilegiar nossa tecnologia e cuidar melhor do nosso planeta.

    • Avatar
      Paulo 12 de outubro de 2019

      Eu uso álcool mais no inverno o carro não pega . Aí eu coloco gasolina .

    • Avatar
      ROGERIO 12 de outubro de 2019

      Verdade, não entendo um governo se preocupar com poluição, se não incentiva o uso do etanol, moramos num país rico em produção de materia prima para etanol, não precisaríamos nem de carros elétricos, era só uma mãozinha dos nossos governantes em incentivar. Imposto acima de tudo.

      • Avatar
        Francisco 13 de outubro de 2019

        Isso mesmo com tanta terra fértil que temos nesse país.

  • Avatar
    Waslon T. A. Lopes 12 de outubro de 2019

    Outro ponto que pode ser levado em consideração é risco que se tem ao entra ou sair de uma rodovia. Em vias de faixa única torna-se ainda mais perigoso quando o posto está do outro lado da estrada.

    • Avatar
      Márcio Souza dos Santos 12 de outubro de 2019

      Dizer que é conversa pra boi dormir é um equívoco da sua parte, a verdade é que o carro tem dificuldade sim em reconhecer o combustível quando se faz uma mudar do tal, como consequência o carro acusa problema na injeção e não pega sem três procedimentos.
      1 e mais correto levar o carro a um auto elétrico e reiniciar o módulo do carro.
      2 em caso de não ser possível leva lo a um auto elétrico dar partida no carro pisando fundo no acelerador.
      3 pelo mesmo caso de não poder ir a um auto elétrico e não pegar com 2 procedimento dar um tranco, veja bem as 2 e 3 opções são para emergência sendo assim,leve seu carro ao auto elétrico o mais rápido possível.

      • Avatar
        Maurício 12 de outubro de 2019

        É um equivoco seu, eu tive um gol por 3 ano, agora tenho um Etios já por um ano, só aabasteço com etanol, e uso gasolina 2 vezes por ano quando vou para Rondônia, nunca tive problemas na mudança de combustível, um detalhe, eu sempre mantenho o reservatório de partida a frio cheio.

      • Avatar
        MD 13 de outubro de 2019

        Antes de tudo aprenda a escrever. Você está contestando um engenheiro com 50 anos de estrada. Depois você dá o seu tranco no SEU carro e ao então leva a uma oficina para trocar as valvulas empenhadas.

      • Avatar
        Valnei 13 de outubro de 2019

        Uso e recomendo a cada 4 tanques de gasolina usar um de etanol, e basta rodar 10 kilometros com o novo combustível ou @0 minutos ligado para o sistema realizar a nova leitura.
        Não é preiso scanear ou resetar módulo algum.

Avatar
Deixe um comentário