Carro usado com garantia de fábrica? Pode ser pegadinha!

Você vê um monte de carros novos sendo vendidos com garantia de até seis anos. E até que ponto essa proteção é boa para o comprador?

Por Boris Feldman20/03/20 às 06h15

Você já ouviu falar no ‘conto da garantia’? É que, nos últimos anos, as fábricas vêm aumentando consideravelmente o prazo de garantia de alguns dos seus carros novos. Antigamente não passava de um ano ou dois, no máximo. Hoje, tem marca oferecendo três, cinco, até seis anos.

E com isso, na hora de vendê-lo usado, tanto o particular como o lojista, insistem nessa ‘vantagem adicional’. “Olha aqui, madame está comprando esse carro usado, porém ele ainda tem um ou dois anos de garantia. Pode levá-lo, portanto, sem maiores preocupações”.

E teoricamente, não tem nada de errado nisso. Mas na prática, a teoria é outra. Consulte a fábrica antes de fechar negócio, pois se o dono anterior não levou para fazer as revisões ou o carro foi consertado numa oficina fora da rede autorizada, a garantia já era!

Carros novos costumam ter grande prazo de garantia, mas é bom verificar se as revisões foram feitas na rede autorizada da concessionária
Antes de comprar o carro, verifique se ele foi revisado na rede autorizada durante a garantia (foto: reprodução)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário