Chevrolet Cruze tem seu fim anunciado nos EUA. Enquanto isso no Brasil…

No Brasil o Chevrolet Cruze não vai sair de linha, ele vai passar por um facelift. Mas, no mercado americano, os modelos sedãs já estão com os dias contados

Por Boris Feldman19/03/19 às 06h15

O mercado americano não está mais com tanto interesse em carros sedãs, o que causará o fim do Chevrolet Cruze por lá. Mas, por enquanto no Brasil, os sedãs ainda não têm o seu fim decretado.

[TRANSCRIÇÃO]

Nos Estados Unidos, a General Motors anunciou o fim do Cruze. Pois ela, assim como a Ford, está se dedicando a produzir o que o americano quer: picapes, SUVs e comerciais. E aí vem a pergunta: No Brasil, como é que fica o Cruze? Aqui ele vai muito bem, obrigado, com vendas crescentes. É importado da Argentina como hatch e sedã, e vai chegar aqui renovado no segundo semestre.

Não será uma nova geração, mas terá o estilo bastante modernizado, mantendo a boa mecânica do motor 1.4 turbo de 153 cavalos. Sua tecnologia está bastante atualizada, e as duas japonesas que dominam o mercado de sedãs médios no Brasil que se cuidem! Pois, tanto o Volkswagen Jetta, como o Chevrolet Cruze, estão ameaçando a liderança do Civic e do Corolla.

Chevrolet Cruze
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário