Dirigir falando ao celular: estudo mostra números alarmantes

'Eu estava devagarinho, eu estava parado no congestionamento, era um caso de urgência' e vai por aí as desculpas de quem usa celular dirigindo

Por Boris Feldman11/07/19 às 19h30

Dizem as nossas estatísticas que um em cada cinco motoristas dirige conversando pelo celular. E cada um tem uma desculpa diferente para esse comportamento perigoso e que provoca acidentes.

Esses 20% admitem usar o celular ao volante, mas o número real deve ser bem maior. As desculpas? ‘Eu estava devagarinho, eu estava parado no congestionamento, era um caso de urgência’ e vai por aí.

Pois então saiba que estudos feitos em diversos países comprovam que o grande número de acidentes é provocado até por quem usa o hands free, ou seja, fala e escuta através de microfones e alto-falantes. Mas mesmo sem ter o aparelho em mãos, a conversa distrai o motorista, desfoca sua atenção para o trânsito e por isso é igualmente perigosa.

dirigir falando ao celular
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Jose 12 de julho de 2019

    Pois esse número tá errado. Eu ando de moto e percebo que falar e dirigir é coisa do passado. E eu sinto falta desse tempo. Atualmente as pessoas dirigem e digitam. Se antes estavam olhando pra frente, agora nem pro caminho olham mais. Até fazerem umestrago na vida de alguém, qdo dirão de si mesmo, eu não sou um criminoso, sou gente de bem.

Avatar
Deixe um comentário