Encher o tanque do carro até a boca é errado

Além de danificar o cânister, em dias de temperaturas mais altas, o combustível pode aumentar seu volume no tanque e você pode ficar no prejuzo

Por Boris Feldman29/07/19 às 06h15

Quando se para um carro no posto para abastecer, nem sempre o motorista e o frentista estão falando a mesma língua. Porque se o motorista apenas diz “enche o tanque”, o frentista vai entender que é para colocar combustível até a boca.

E mesmo depois que a bomba se desarma automaticamente, ele vai continuar colocando mais um pouco de combustível até a boca. Então, o correto é o motorista pedir: “enche o tanque até desarmar a bomba”, porque há dois riscos quando se completa até a boca.

Primeiro: danificar o cânister. Um filtro que só deveria receber os vapores do combustível, mais vai recebê-lo em estado líquido. E o segundo é: estando o tanque completo até a boca, nos dias mais quentes o aquecimento aumenta o volume do líquido, que vaza pela tampa do tanque e vai danificar a pintura do carro.

Encher o tanque
Avalie o conteúdo:
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário