Mitsubishi Lancer: com baixos números de vendas, ele será descontinuado?

"A julgar pelo seu baixo volume de vendas, apenas 1.300 unidades em todo o ano de 2018, ele provavelmente não emplaca 2020"

Por Boris Feldman25/01/19 às 06h15

Fora de cena em vários países, o Mitsubishi Lancer terá nova versão na China. No Brasil, há uma incógnita se ele emplaca até 2020 devido às suas baixas vendas.

[TRANSCRIÇÃO]

Poucos sabem que a Mitsubishi tem presença no Brasil, com fábrica em Goiás há muitos anos. Porém, ela não pertence à matriz japonesa, mas a um grupo nacional, que produz, sob licença, alguns de seus modelos e importa alguns outros. Sua linha é de utilitários esportivos e picapes. E o único automóvel é o Lancer.

Um modelo que já fez muito sucesso, mas que já foi descontinuado e não é mais comercializado em vários países. Aliás, uma nova geração do Lancer acaba de ser apresentada na China e, por isso, há uma incógnita a respeito do Lancer no mercado brasileiro.

A julgar pelo seu baixo volume de vendas, apenas 1.300 unidades em todo o ano de 2018, ele provavelmente não emplaca 2020. E fica então a pergunta: ele será simplesmente desativado ou substituído pela nova geração?

Mitsubishi Lancer
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Luís Felipe 7 de fevereiro de 2019

    Que nada a ver! O Lancer continua no showroom global do site da Mitsubishi e embora descontinuado nos EUA e Japão continua em vários países. Esse número de vendas, 1300, foi RECORDE, desbancou Elantra dos TOP10 no ano passado. Parece que o mercado torce pra tirar o Lancer de linha, o que é apenas especulação e não tem NADA A VER com as estratégias da Mitusibhi. Essa especulação tem longa data, alías… Além disso, o ASX também é um carro nacional (Lancer não é o único feito em Goiás…). Revistas automotivas simplesmente não sabem o que escrever, e alimentam esse mercado automotivo desgraçado do nosso Brasil. O Lancer tem dirigibilidade excepcional, superando vários sedãs mais modernos. Não está ultrapassado pra quem verdadeiramente entende de carro, pra quem sabe que carro deve durar e não ser trocado a cada 5 anos.

Avatar
Deixe um comentário