Novo Mitsubishi Lancer: marca pode desenvolver sucessor

Em entrevista a site australiano, fabricante declarou que vai investir em outras categorias além do SUV, o que pode incluir um sucessor para o sedã

Por AutoPapo19/11/18 às 21h00

Em uma entrevista ao site australiano GoAuto, o chefe de operações da Mitsubishi, Trevor Mann, deu sinais de que pode haver um novo Mitsubishi Lancer no futuro. O sedã já saiu de produção em vários países, e esperava-se que sumisse do Brasil também. Enquanto isso, planos da marca continuam voltados para os SUVs.

Em entrevista, fabricante declarou que vai investir em outras categorias além do SUV, o que pode incluir um novo Mitsubishi Lancer.
Novo Mitsubishi Lancer: sedã não recebe atualização há anos e já saiu de linha em diversos países

De acordo com Mann, o novo Mitsubishi Lancer seria construído sobre uma nova plataforma. A estrutura seria a CMF-C, da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi.”Ele não seria feito necessariamente sobre a plataforma do Megane, se estamos falando de carros de passeio, dependendo do tamanho, ele seria feito sobre a plataforma CMF-C”, disse o executivo.

A Mitsubishi tem anunciado investimentos prioritariamente na categoria de veículos utilitários, com o lançamento do SUV Eclipse e Pajero Full. Durante a entrevista, contudo, Mann deixou claro que a marca não vai abandonar os carros de passeio.

“Obviamente, como uma marca, você precisa de veículos de entrada. Idealmente, você precisa trazer alguém para dentro da sua marca e então mantê-lo nela enquanto seu estilo de vida muda, seja financeiramente ou de família”, disse ele.

Ou seja, a marca continua vendo seu principal objetivo nos SUVs, mas não deixará de pensar em veículos complementares. “Haverão 40 ou 50 milhões de carros que serão carros de passeio tradicionais”, detalhou Mann sobre os próximos cinco anos.

Com o anúncio, espera-se que as mudanças alcancem, também, o Brasil. Atualmente, o Lancer é o sedã mais antigo do mercado brasileiro. O três volumes não recebe nenhuma atualizado há diversos anos. Até mesmo seu design mostra que o carro está, em termos simples, velho.

Ele já deixou diversos mercados ao redor do mundo. Por aqui, ele ainda é vendido por ser fabricado pela fábrica da marca em Catalão (GO). Mesmo assim, a expectativa é de que o modelo saísse de linha para dar lugar a um crossover ou SUV, de mesmo nome.

Agora, é possível que a marca lance um novo Mitsubishi Lancer como sucessor para o modelo atual. Se assim for, esperamos que a novidade chegue à linha de montagem brasileira.

A aliança Renault-Nissan-Mitsubishi também desenvolve a plataforma CMF-B, a qual será utilizada nas novas gerações do Renault Clio e Captur, além do Nissan Juke, vendido em outros mercados.

Foto Mitsubishi | Divulgação

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário