Pintura em dois tons deve ter teto mais claro

Se estiver pensando em comprar um carro com a pintura em dois tons, prefira uma combinação na qual a cor do teto é mais clara

Por BORIS FELDMAN26/06/18 às 09h00

Moda vai e volta. Estão voltando os carros com a pintura em dois tons, tipo “saia e blusa”: carroceria de uma cor, teto de outra. No passado, vários modelos brasileiros eram assim: a linha DKW-Vemag, por exemplo, oferecia o teto branco como opcional.

nissan kicks pintura em dois tons
(Nissan/Divulgação)

Hoje, bom exemplo é o utilitário esportivo Nissan Kicks, recém lançado no Brasil e que adotou esta pintura. E já foram anunciados outros no nosso mercado.

Vale a pena chamar atenção para uma fundamental diferença entre o carro pintado de cor escura ou clara. Dois veículos idênticos estacionados sob o sol durante algumas horas terão sua temperatura elevada no interior. Entretanto, se um deles for preto e o outro branco, haverá uma enorme diferença entre o interior de ambos: o branco poderá estar com quase 10º C a menos que o preto.

Por que esta diferença? Quanto mais escura, mais a cor absorve os raios solares. Quanto mais clara, mais ela os reflete. Então, o carro preto terá sua pintura muito mais aquecida que o branco e este calor é irradiado para a cabine. Então, como está voltando a pintura em dois tons, a dica é optar pelo teto pintado de branco ou da cor mais clara, para reduzir a temperatura do habitáculo de passageiros.

Outra dica valiosa: se a pintura não é “sólida”, pode ser metálica ou perolizada: melhor a primeira, que reflete os raios solares. A perolizada, ao contrário, os absorve e aquece mais o interior do carro.

Outra consequência importante é a influência da cor no consumo de combustível. Se a escura absorve mais o calor, então o carro pintado nesta cor vai exigir mais do equipamento de ar condicionado para manter uma temperatura agradável. E, a rigor, o consumo do carro preto será maior que o branco, pois vai exigir mais do motor. Principalmente num país de clima tropical como o nosso, de sol abundante quase o ano inteiro. Aliás, não é a toa que se recomenda o uso de roupas claras para quem vai se expor muito ao sol.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário