Pneu careca é bem diferente dos utilizados na Fórmula 1

Por que na Formula 1 são utilizados pneus sem ranhuras, enquanto componentes carecas comprometem a segurança em carros comuns?

Por Boris Feldman21/11/19 às 06h15

“Tem umas coisas do automóvel que eu não consigo entender”, diz um leitor do AutoPapo. “Uma delas é essa história do pneu careca, que é um perigo, que o carro perde a estabilidade. E aí eu ligo a televisão para ver uma corrida de Fórmula 1, e os pneus daqueles bólidos que andam a mais de 300 quilômetros por hora estão rigorosamente carecas, lisos.” Mas qual é a justificativa?

E a explicação é que esses pneus de competição são produzidos com um composto de borracha que adere, que gruda no asfalto. Mas, em compensação, eles têm um desgaste super rápido. Numa corrida de duas horas, às vezes eles usam dois ou três jogos.

Mas quando ameaçam uma chuvinha, todos eles vão para o box para trocar os pneus carecas, os slicks, por outros com sulcos, que permitem aos pilotos rodarem na pista molhada. Então, a recomendação para os nossos leitores é que os pneus convencionais têm uns sulcos para rodar com segurança. Seja em pista seca ou molhada.

pneu careca
Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário