Tem algum problema rodar com o pisca-alerta ligado?

É comum vermos alguns carros rodando com o pisca-alerta ligado. Mas afinal, não é só com o automóvel parado?

Por BORIS FELDMAN12/06/18 às 21h30

No momento que o automóvel apresenta um problema, isso com ele em movimento, muitos motoristas já ligam o pisca-alerta antes de procurar um lugar seguro para estacionar. Está certo isso?

[TRANSCRIÇÃO]

Você vem dirigindo seu automóvel na rua, na estrada e de repente você percebe um problema mecânico qualquer e o carro já não consegue mais rodar normalmente, perde o desempenho e continuam andando, mais devagar, bem abaixo da velocidade normal naquela via. Qual é a sua primeira reação antes de procurar um lugar para encostar o carro? É ligar o pisca-alerta?

Então saiba que você está redondamente enganado, pois o pisca-alerta só deve ser acionado quando o automóvel já está parado no acostamento de uma estrada, ou então, quando se percebe um grande congestionamento a frente que te obriga a diminuir a marcha e parar o carro. A legislação não prevê que ele seja acionado com o carro em movimento, pois as luzes piscando dos dois lados podem perturbar os motoristas que vêm atrás ao serem confundidas ou com luzes de freio ou com as direcionais, as luzes de seta.

pisca-alerta

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário