Mesmo ultrapassado, Golf GTE inicia eletrificação da VW no Brasil

Lançado recentemente no Brasil, modelo é um híbrido do tipo plug-in; porém, ele já chega ao mercado com um ponto negativo

Por Boris Feldman18/11/19 às 08h30

A Volkswagen iniciou a eletrificação de seus modelos no Brasil trazendo o Golf GTE, um híbrido do tipo plug-in. Ou seja, você chega a noite em casa e carrega as baterias na tomada. No dia seguinte, terá carga para rodar de 50 a 60 quilômetros.

Quem não roda mais que isso por dia, vai rodar eletricamente a vida inteira. E o motor a combustão, 1.4 de 150 cavalos, só será acionado no caso de uma viagem ou de um passeio mais longo. Essas primeiras unidades serão vendidas apenas em algumas cidades do Brasil por 200 mil reais.

Ponto negativo desse Volkswagen híbrido é que ele chega no Brasil já no fim de linha da sétima geração do Golf, pois a oitava já está sendo apresentada na Europa. Então, é uma novidade que já chega obsoleta ao mercado brasileiro.

golf gte eletrico
Novo Golf GTE híbrido

Foto Volkswagen | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Carlos 18 de novembro de 2019

    Sim … nascer defasado é um baita problema, mas nem se compara ao maior problema desse Golf que é custar 200 mil reais ok é mais complexo que o do Corolla, mais moderno maior autonomia, mesmo assim não dá! 150k seria o limite do aceitável e olha q já acho muito caro, 200k aí vira piada infelizmente pq é um baita carro!

Avatar
Deixe um comentário