Vitrificação e hidratação em carro zero na concessionária

Por BORIS FELDMAN23/04/18 às 19h25

Você resolveu comprar um carro zero km na concessionária e o vendedor recomenda fazer a vitrificação da pintura e a hidratação do banco de couro. Será que isso é necessário em um carro zero?

[TRANSCRIÇÃO]

Ouvinte do Auto Papo diz que está em negociação para comprar um automóvel zero quilômetro e o vendedor da concessionária, ao sentar para fazer as contas do preço final do carro, sugeriu que ele autorizasse duas operações adicionais para a proteção do seu automóvel: a primeira seria em relação à pintura, protegê-la com a vitrificação ou a polimerização; a segunda seria a hidratação do couro que reveste os bancos. As duas custariam R$ 1.300 reais e ele quer saber se vale a pena. Sem dúvida que vale! A polimerização, espelhamento da pintura, deve ser feito depois de 2, 3 anos quando a pintura já tá meio fosca, porque quando o carro sai de fábrica ele já recebe o verniz na linha de montagem exatamente pra proteger a pintura.

E no processo de vitrificação, de espelhamento, a primeira coisa que se faz é passar uma lixazinha que vai exatamente tira ao verniz aplicado pela fábrica. Quanto a hidratação do couro, é também importante, depois que o carro já rodou uns 6 meses, vale a pena essa hidratação para que o couro continue suave e macio,  evitando também aquelas trincas que aparecem com a idade. Ou seja, as duas sugestões do vendedor são ótimas para o faturamento dele, mas não passam de empurroterapia!

vitrificação da pintura e a hidratação do banco de couro concessionária

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário