Caoa Chery celebra crescimento de 31% no mês

Fabricante chegou a posição inédita no ranking do mercado automotivo brasileiro, e boa parte do crescimento foi devida ao Tiggo 5X

Por AutoPapo20/03/19 às 08h00

A Caoa Chery fechou o mês de fevereiro na 14ª posição no ranking das montadoras nacionais, um feito inédito para a empresa. As 1.312 unidades comercializadas no período representaram um crescimento de 31,4% em relação ao mês anterior. Com isso, a empresa conquistou 0,69% de fatia mercado.

Tiggo 5X foi o campeão de vendas da Caoa Chery em fevereiro.

A fabricante cresceu, em média de vendas diárias, 65 unidades, contra 45 do período anterior, apesar do menor número de dias úteis em fevereiro – 20, contra 22 em janeiro.

O destaque nas venda do período foi o Tiggo 5X. O SUV fez sua estreia nas concessionárias com 388 unidades comercializadas, sendo responsável por 29,5% dos emplacamentos da marca. O Tiggo 2, primeiro veículo lançado pela Caoa Chery e campeão de vendas da marca, fechou o mês com 476 unidades vendidas.

Para Marcio Alfonso, CEO da Caoa Chery, os resultados demonstram que a confiança do consumidor na marca vem crescendo a cada mês. “Encerramos, em fevereiro, nosso primeiro grande ciclo de lançamentos atingindo a marca de quatro veículos lançados em menos de um ano. Hoje o consumidor enxerga a Caoa Chery como uma marca com solidez no mercado e vê, por meio dos nossos produtos, todo nosso diferencial em qualidade, tecnologia e design”, declarou ele.

Além de investir em sua gama de veículos, a Caoa Chery também quer ampliar os serviços de pós-venda e atendimento ao cliente. Parte desses planos é de aumentar em 70% a rede de concessionárias no país até o fim de 2019. Assim, o conjunto, hoje composto por 65 lojas, contará com 111 unidades.

Veja o vídeo de divulgação do modelo mais vendido pela montadora:

Imagens CaoaChery | Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (7 votos, média: 4,57 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
11 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Emerson Marques 13 de novembro de 2019

    Sem dúvida a melhor opção, testei todos, Jeep renegade feio, fraco ! O hrv, caro para o que oferece carro de 118 mil com chave e faróis de uno! Pouquíssimos acessórios
    Optei pelo TIGGO 5 pelo conjunto mecânico, equipamentos dignos de carro premium! ( bancos em couro com regulagem elétrica, teto panorâmico etc… coisa que não existe num carro de 94 conto. Isso mesmo 94 conto na d21 de Curitiba. Muito satisfeito com a compra. Tendo em vista que sou proprietário de BMW. O carro me surpreendeu e com certeza minha esposa ficará muito feliz com o presente !

  • Avatar
    Eliana Cunha dos Santos 31 de maio de 2019

    Tenho um Celler 2015..amo meu carro..so elogios..pena que saiu de linha..

  • Avatar
    Marcelo 7 de abril de 2019

    Excelente produto … preço altamente competitivo, além da qualidade. … recomendo.

  • Avatar
    Marco Antônio Quintilhano 1 de abril de 2019

    Bom dia,

    Eu já possui um QQ , e um bom veículo, só comercialmente que ainda não pegou, a depreciação dessa marca ainda é muito alta

  • Avatar
    Renato Caetano 21 de março de 2019

    Poderia vender mais se tivesse uma versão para PCD

  • Avatar
    Povo brasil 21 de março de 2019

    Caixa seca? Vai dar M.

    • Avatar
      Rodrigo 21 de março de 2019

      Desinformado, mesma cx do Etios 4 marchas, mesmo corolla….
      Antes falar bom pesquisar.

      • Avatar
        Joabe 21 de março de 2019

        Errado! O Tiggo usa um câmbio de dupla embreagem de 6 marchas (semelhante ao powershift da Ford!). A Toyota usava automático, com conversor de torque, e hoje usa câmbio CVT.

  • Avatar
    Rogerio 21 de março de 2019

    E merecem crescer ainda mais…afinal o carro a lindo!!

  • Avatar
    Fábio Sena 20 de março de 2019

    Tem tudo para fazer sucesso!!!

  • Avatar
    Davi 20 de março de 2019

    Quanto mais opções para o consumidor, melhor; mas ainda falta provar segurança (testes do latin ncap) e durabilidade.

Avatar
Deixe um comentário