Não basta usar a cadeirinha: os carros mais e menos seguros para crianças

Listamos os modelos que passaram pelos testes de impacto lateral e frontal do Latin NCAP; Picanto, March e Mobi apresentam baixa proteção para crianças

Por AutoPapo21/08/18 às 10h58

O uso da cadeirinha para transportar crianças se tornou obrigatório, no Brasil, em 2011. Desde então, segundo as estatísticas da Polícia Federal, houve redução de 40% no número de bebês feridos e mortos em acidentes. Mas o dispositivo não é a única variável considerável quando o assunto é a segurança do público nos automóveis. Listamos os modelos testados pelo Latin NCAP e mostramos quais são os carros mais e menos seguros para crianças.

Na lista, só estão presentes os modelos vendidos no Brasil que foram submetidos aos novos parâmetros da instituição. Antigamente não havia, por exemplo, o teste de impacto lateral, relevante para avaliação da segurança para adultos e bebês.

A classificação da proteção infantil é oferecida por meio da avaliação do comportamento dinâmico dos Dispositivo de Retenção Infantil (DRI) no teste frontal e lateral, a capacidade do carro de instalar e fixar uma série de DRI – incluindo a cadeirinha- de forma correta, segura e com facilidade. Os carros são avaliados com estrelas, sendo máximo de segurança cinco e o mínimo 0.

Desde 2015, a legislação brasileira (por meio da Resolução 518 do Conselho Nacional de Trânsito), determinou novas regras para a fixação da cadeirinha infantil ou DRI. Com elas, o Isofix ou Latch passarão a ser obrigatórios para todos os veículos em território nacional. A decisão teve efeito gradual e, desde janeiro de 2018, todos os modelos derivados de novos projetos contam com um dos dois mecanismos. A adoção absoluta dos sistemas, para todos os veículos comercializados no país, deverá ocorrer até 2020.

Confira os três carros menos seguros para crianças no Brasil

Fabricante Modelo Nível de proteção para crianças
Fiat Mobi 2
Nissan March 2
Kia Picanto 1

Com base nos testes de impacto do Latin NCAP, listamos os carros mais e menos seguros para crianças. Os modelos que fazem a melhor dupla com a cadeirinha.
Foto Latin NCAP | Divulgação

Segurança para além da cadeirinha: as notas dos demais carros brasileiros

Fabricante Modelo  Nível de proteção para crianças
Toyota Corolla 5
Volkswgen Golf 5
Volkswgen Polo 5
Volkswgen Virtus 5
Fiat Toro 4
Ford Ranger 4
Nissan Kicks 4
Chevrolet Onix 3
Chevrolet Prisma 3
Fiat Palio 3
Ford Ka 3
Peugeot 208 3
Renault Captur 3
Renault Kwid 3
Renault Sandero 3

12 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Augusto César 22 de agosto de 2018

    O Hb20 disponibiliza o isofix moto item de segurança, é um dos modelos mais vendidos e não foi citado na reportagem.

  • Edson Santos 22 de agosto de 2018

    Existem mais carros no Brasil que não oferecem segurança nenhuma. Devido a altos impostos para carros de mais potência são fabricados carros com motores de baixa potência para carros, SUVs ,sedans com motores fracos CAUSAS: Lata ria fina chapa 30 e 28 segundo a ABNT.mais alto o número da chapa é mais fina. Conclusão :Onde esta a segurança?

    • Henrique Ribeiro 23 de agosto de 2018

      Prezado Edson, trabalho atendendo a indústria automotiva, principalmente as áreas de montagem das carrocerias e funilaria. É difícil acreditar, mas os materiais atuais estão sim mais finos, porém mais duros, resistentes e, consequentemente oferecem melhor absorção de impacto. Estou citando isso pois ainda é um paradigma a ser quebrado em todos nós. Concordo que os projetos deveriam ser melhor fiscalizados, para em hipótese alguma fosse permitido um modelo que não ofereça um nível aceitável de segurança, ir parar no mercado.

  • Lara Lima 22 de agosto de 2018

    Bom dia.
    Inserimos a matéria no nosso VirtusClube – https://plus.google.com/communities/118187122088617333116
    Grata

    • Laurie Andrade
      Laurie Andrade 22 de agosto de 2018

      Muito obrigada, Lara!
      É um prazer contribuir para o VirtusClube.
      Abraços.

  • Celio* 21 de agosto de 2018

    Qual o melhor local para se colocar a cadeirinha?
    No lado direito, esquerdo ou no centro?

    • Sheila Castro 21 de agosto de 2018

      Tenho pesquisado muito sobre isto e sem dúvida o local mais seguro seria no meio, mas somente se o carro oferecer o isofix ou no mínimo cinto de três pontos no meio, o que por ventura parecem ser itens dispensáveis para as fabricantes e essencial para nós, um absurdo não termos opção mais acessíveis, pq pelo que sei será item obrigatório somente a partir de 2020 e obviamente nos carros zero km que custam os olhos da cara e não oferecem o mínimo de segurança para nossos filhos.

      • Celio* 22 de agosto de 2018

        Obrigado pela resposta.

      • Fabio Pontarolo 22 de agosto de 2018

        Uso cadeirinha com isofix no meu VW Up para minha filha de 4 anos. O dispositivo fica instalado numa das laterais do banco traseiro, no caso logo atrás do banco do passageiro da frente. Se eu pegar em breve o Polo MSI, penso em colocar a mesma cadeirinha presa pelo cinto de 3 pontos no banco traseiro do meio, para dar mais proteção lateral à minha filha. Será que nesse caso, por substituir o isofix pelo cinto de 3 pontos, mesmo trocando o assento da ponta pelo assento do meio, onde é reduzido o risco de impacto lateral, eu ainda estarei dando menos segurança a ela que no isofix ao lado da porta?

    • Carla 21 de agosto de 2018

      No banco de trás, ao centro, e bem presa pelo dispositivo de retenção próprio pra sua estrutura física.

  • Edson Amaral 21 de agosto de 2018

    Muitos acidentes as vezes são causados por mau conservação das rodovias, crateras, buracos e falta de sinalização e outras mais.!
    São uma das causas que mais aparecem.

  • Edson Amaral 21 de agosto de 2018

    Muitos acidentes as vezes são causados por mau conservação das rodovias, crateras, buracos e falta de sinalização e outras mais.!

Deixe um comentário