Carros antigos no Salão de São Paulo: 5 modelos imperdíveis

Na mostra, que tem foco na tecnologia automotiva e no futuro da indústria, também há espaço para carros antigos

Por Alexandre Carneiro08/11/18 às 15h30

Quem compareceu ao São Paulo Expo em outubro de 2016, deve se lembrar que houve exposição de alguns carros antigos no Salão do Automóvel daquele ano. Havia espaços reservados a nacionais icônicos, onde o visitante podia ver modelos como Dodge Charger, Chevrolet Opala e Volkswagen Fusca. Naquele ano, Mercedes, Mitsubishi e Suzuki também exibiram veículos históricos: a primeira trouxe um 170d 1951, a segunda mostrou uma unidade do PX33 1937 e a terceira referenciou a própria história com um Jimny LJ20 1975 (exemplar da primeira geração do jipinho).

Em 2018, não há espaços multimarcas destinados a carros antigos no Salão, mas é possível ver alguns deles isoladamente. É que determinados fabricantes exibem modelos históricos em seus estandes. Na lista, há nacionais e importados, de diferentes décadas. O AutoPapo listou 5 deles; confira!

1. Fiat 500 1969

Carros antigos no Salão do Automóvel de São Paulo 2018: 500 1969 em exibição no estande da Fiat

O Fiat 500 é um veículo de extrema importância para a Fiat. Sua segunda geração, a mais popular, foi lançada em 1957, quando a Itália ainda se recuperava da destruição causada pela Segunda Guerra Mundial. O carrinho remotorizou a população do país e se tornou ícone da época. Quem visita o estande da marca pode admirar um exemplar dessa safra raiz, do ano de 1969.

2. Jeep Willys 1964

Carros antigos no Salão do Automóvel de São Paulo 2018: Willys 1964 em exibição no estande da Jeep

A origem da Jeep remonta à Segunda Guerra Mundial, quando o governo dos EUA solicitou um veículo militar off-road para a indústria local. Após o conflito, o modelo continuou em produção, para uso civil. Fez tanto sucesso que a Jeep virou marca. O projeto foi fabricado no Brasil pela Willys e posteriormente pela Ford, entre 1957 e 1983. No estande da Jeep, é possível ver um desses carros antigos no Salão: o exemplar em exposição é de 1964.

3. Toyota Bandeirante 2001

Carros antigos no Salão do Automóvel de São Paulo 2018: Bandeirante 2001 em exibição no estande da Jeep

É verdade que, por ter sido fabricado em 2001, o Bandeirante exposto no estande da Toyota ainda não é, do ponto de vista legal, um carro antigo. Mas o utilitário tem grande importância histórica: foi o último exemplar produzido no Brasil. Nacionalizado em 1962, o modelo foi o primeiro da marca japonesa a ganhar as estradas do país. Até hoje, é possível ver unidades sendo usadas em atividades off-road.

4. Porsche 356 Coupé 1957

Carros antigos no Salão do Automóvel de São Paulo 2018: 356 Coupé 1957 em exibição no estande da Porsche

Toda a história de esportividade da Porsche começou com o 356, em 1948. Com formas arredondadas e motor traseiro, o modelo até hoje influencia o design da marca alemã. Um exemplar dessa primeira série, de 1957, é um dos carros antigos no Salão de São Paulo 2018. Com motor 1.6 refrigerado a ar de aproximadamente 60 cv não o torna menos impressionante que os modelos mais recentes exibidos no estande da empresa .

5. Chevrolet Opala Stock Car 1979

Carros antigos no Salão do Automóvel de São Paulo 2018: Chevrolet Opala Stock Car 1979 em exibição no estande da revista Racing

Opala e Stock Car andam juntos desde os anos 70. E é justamente dessa década, mais precisamente de 1979, um exemplar de competição em exposição no estande da revista Racing. O veículo foi pilotado pelo ex-campeão Paulo Gomes. Lançado em 1968, o modelo da Chevrolet seguiu na ativa nas pistas inclusive depois de sair de linha, em 1992.

Fotos Felipe Boutros | AutoPapo

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário