Salão do Automóvel de São Paulo 2018

O AutoPapo está em São Paulo e vai apresentar, para você, as novidades mais relevantes de cada uma das fabricantes

Por AutoPapo07/11/18 às 16h12
Com Alexandre Carneiro e Felipe Boutros, de São Paulo

O Salão Internacional do Automóvel de São Paulo 2018 começou, para a imprensa, no dia 06 de novembro. Mais de 20 fabricantes adiantaram suas novidades mais quentes para os próximos anos. Listamos as principais características dos lançamentos e conceitos mais notáveis expostos no evento. O Salão do Automóvel é aberto ao público dos dias 08 a 18 de novembro.

Apresentações realizadas na terça-feira, 06

Chevrolet

A Chevrolet prometeu 30 lançamentos até 2022, incluindo modelos inéditos e atualizações. O elétrico Bolt é a novidade mais quente da fabricante. Modelo chegará ao Brasil em 2019 por R$ 175 mil.

A AutoPapo está, de São Paulo, apresentando todas as novidades e lançamentos do Salão do Automóvel. Confira o que vem por aí em tempo real.
Chevrolet Bolt no Salão do Automóvel de São Paulo | AutoPapo

Chevrolet Camaro reestilizado, uma versão inédita do Cruze também foram expostas.

Fiat

Marca italiana apresenta, no Salão do Automóvel de São Paulo, o projeto do Toro SUV, um fastback para concorrer na categoria que mais cresce no Brasil e no mundo.

Para estudar a importação, a Fiat expõe, no Salão 500 reestilizado e o 500X, um crossover que compartilha da plataforma do Renegade.

Ainda estão presentes, para testar a reação dos visitantes, a Toro T-Rescue e o Argo Sting. São versões preparadas especialmente para o Salão do Automóvel: a picape tem visual off-road, e o hatch, um body-kit esportivo.

Fabricante prometeu R$ 8 bilhões em investimentos.

Kia

Kia segue com a promessa de trazer o hatch Rio para o Brasil. Dessa vez, a marca afirma que o lançamento é certeza e acontecerá em 2019. Outra novidade da marca é o Stonic, SUV compacto que também “chegará em breve”. Os dois modelos serão trazidos do México equipados motor 1.6 flex.

Jeep

Marca americana traz poucas novidades. Entre elas, a nova geração do Wrangler, com três versões disponíveis e uma configuração especial do Renegade. O “jipinho” comemorativo carrega o nome Willys, em homenagem ao modelo icônico.

Nova geração do Wrangler é atração no estande da Jeep

Para avaliar a receptividade do público, a Jeep trouxe o Cherokee versão Limited. Quem sabe o modelo não chega às concessionárias brasileiras?!

Ford

A Ford apresentou novidades para todos os gostos no Salão do Automóvel de São Paulo. Tem SUV esportivo, o Ford Edge ST, sedã aventureiro, representado pelo Ka UrbanWarrior e três versões especiais de picape: Ranger Black, Ranger Storm e F150 Raptor.

A estrela da marca no Salão, no entanto, é o SUV chinês Territory.

Volkswagen

A fabricante alemã tem, como destaque, a picape Tarok. A rival da Toro será desenvolvida no Brasil e, segundo a Volkswagen, será bem próxima do conceito apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo.

O T-Cross, SUV do Polo, também faz sua primeira aparição para o público no evento. Entre as novidades trazidas pela marca, estão as versões GTS dos modelos Polo e Virtus.

Audi

No estande da Audi no Salão do Automóvel são apresentados superesportivos potentes, alguns modelos elétricos e outros com diversas funções de direção autônoma. E mais… todos eles são promessas para 2019.

Toyota

Sem muitas novidades, fabricante japonesa apresenta séries especiais dos modelos Hilux e Yaris. Picape GR-S Sport chega no Brasil em 2019 com preços a partir de R$ 205 mil.

Yaris X-Way começa a ser vendido em fevereiro, mas a Toyota não confirmou valores.

Por fim, a marca apresenta os conceitos concept i-walk e concept i-ride.

Mercedes

A Mercedes-Benz apresentou, no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, o novo Classe A, nas configurações hatch e sedã. O novo Classe A hatch tem comandos por voz para ativar funções como abrir o teto solar ou ligar o ar-condicionado. A versão mostrada é a 250 Launch Edition.

Marca também exibe os conceitos EQ Concept e AMG One, já mostrados no exterior. O AMG One associa um motor 1.6 V6 turbo a quatro propulsores elétricos para gerar 1 mil cv de potência. O modelo terá produção limitada a 275 unidades: as entregas começam em aproximadamente um ano.

Outros modelos presentes no estande da marca são o AMG GT-63 S, um cupê de quatro portas com acomodação para cinco pessoas, e o AMG G 63 Edition One, versão top de linha do SUV mais tradicional da marca.

Honda

Pouco tempo depois lançar o HR-V 2019, a Honda não apresentou muitas novidades no Salão do Automóvel. O sedã Accord é a promessa da marca para o Brasil. Modelo com motorização 2.0 turbo e câmbio automático de 10 marchas deve chegar ainda em 2018.

Marca afirma, ainda, que vai trazer três híbridos para o Brasil, mas não confirma a vinda do CR-V com a configuração, exposto em seu estande.

A fabricante adiantou para a imprensa que vai “ressuscitar” a versão Touring do HR-V. Dessa vez, com uma atualização interessante: modelo contará com o motor 1.5 turbo que atualmente aquipa o Civic Touring e o CR-V.

Nissan no Salão do Automóvel

A Nissan aproveitou o Salão do Automóvel de São Paulo para lançar, no Brasil, o elétrico mais vendido no mundo. O Nissan Leaf chegará às concessionárias por R$ 178,4 mil. O modelo será concorrente direto do Chverolet Bolt.

Ainda foram expostos as versões For Pets e Rhythm do Kicks.

Renault

A Renault entrou pro time das fabricantes eletrificadas e trouxe o Zoe no Brasil. O modelo, que já é vendido na Europa, chegará por R$ 149 mil e será o mais barato dos três elétricos anunciados no Salão do Automóvel.

Renault Zoe

Havia a expectativa de que a Renault apresentasse, em São Paulo, o SUV cupê Arkana, revelado recentemente no exterior, mas a fabricante francesa não trouxe o modelo. Trata-se de mais um produto baseado na plataforma de Duster e Captur, mas com design caprichado.

A última novidade relevante é o Kwid Outsider, que chega em breve.

BMW

A BMW apresentou, no Salão, a nova geração do Série 3, do esportivo Série 8 e o X5 atualizado. Os três modelos desembarcam no Brasil em 2019. Também está confirmado o X7, maior SUV da marca, com sete lugares.

Mini

O Mini Cooper S E Countryman ALL4 Plug-in Hybrid está presente no Salão do Automóvel e já pode ser comprado pelos brasileiros. O preço?  R$ 199.990

Porsche

A Porsche contribuiu para o Salão com motores potentes e preços exorbitantes. Foram dois os destaques da marca: o 911 GT3 RS, uma versão esportiva do esportivo, que entrega 520 cv de potência e custa R$ 1,2 milhão, e o SUV Macan reestilizado.

Porsche 911 GT3 é descendente de uma longa linhagem de esportivos

Com retoques na dianteira e no interior, o Porsche Macan vale R$ 320 mil e já teve pré-venda iniciada. As primeiras unidades do modelo serão entregues em 2019. O SUV será vendido inicialmente com motorização 2.0 turbo de 252 cv. Outras opções serão disponibilizadas posteriormente.

Hyundai no Salão do Automóvel

A sul-coreana Hyundai fechou as coletivas do primeiro dia do Salão do Automóvel de São Paulo. De surpresa, a marca apresentou o Ioniq, um carro elétrico, e prometeu a venda do modelo na América do Sul, inclusive no Brasil. Com ele, são quatro modelos de carros elétricos lançados no mercado brasileiro, em apenas um dia.

Hyundai Ioniq chegou de surpresa

Além disso, a Hyundai também apresentou o N2025 Vision Gran Turismo, um carro de corrida conceito, pela primeira vez no país. Já o conceito Saga EV é visto como um vislumbre do que será o novo HB20.

Voltando ao mercado, teremos os novos modelos do SantaFe com motor V6 de 280 cavalos, Azera com motor 3.0 de 261 cv, e Elantra com motor 2.0 flex de 261 cv. Entre os nacionais, a única novidade é é a versão Diamond do Creta, com interior luxuoso.

Apresentações realizadas na quarta-feira, 07

Suzuki

A Suzuki confirmou, no Salão do Automóvel, a vinda da nova geração do Jimny para o Brasil. Jipinho desemarcará no Brasil no início do segundo semestre de 2019 com preços cerca de 20% mais caros que a geração atual.

A linha 2019 do Jimny tem motor mais potente: 1.5l capaz de entregar 108 cv e torque de 14.1 kgfm.

No mais, a fabricante japonesa apresentou o novo Suzuki Vitara, que apresenta pequenas alterações.

No segundo dia de coletivas no Salão do Automóvel, Suzuki confirma novo Jimny para o segundo semestre de 2019. Preços do jipinho ficarão 20% mais caros.
Novo Suzuki Jimny no Salão do Automóvel de São Paulo | Autopapo

Subaru

Estande da marca no Salão do Automóvel trouxe, como destaque, o sedã esportivo WRX. Nova geração do modelo chega com opções de câmbios automático e manual. Esse último é a novidade da Subaru para seus clientes, que solicitavam à marca a volta do câmbio convencional.

Caoa Chery

Ao contrário da Subaru, a Caoa Chery apresentou diversos produtos no Salão. Dentre eles três SUVs que chegarão em breve no Brasil: Tiggo 5X, Tiggo 7 e Tiggo 8. Os dois primeiros modelos já têm lançamento marcado para dezembro e janeiro, respectivamente.

A marca aproveitou o evento para confirmar os preços do Arrizo 5, sedã recém-lançado. Valores giram em torno de R$ 66 mil e 73 mil.

Mitsubishi

A nova geração da Pajero Sport, já vendida em outros países, foi a estrela da fabricante japonesa no Salão do Automóvel de São Paulo. Com motor 2.4 turbodiesel capaz de gerar 190 cv de potência e câmbio automático de oito velocidades, modelo chega em meados de 2019.

A Mitsubishi aproveitou a coletiva para informar que, a partir do segundo semestre do ano que vem, o Eclipse Cross será brasileiro. Ou seja, o SUV recém-lançado pela marca será montado por aqui.

Lexus

A última fabricante a apresentar suas novidades para a imprensa no Salão do Automóvel foi a Lexus. A japonesa anunciou que a partir de 2019 só oferecerá veículos híbridos no Brasil.

A boa notícia veio acompanhada de dois lançamentos: o SUV de luxo UX 250h, inédito e a nova geração do sedã ES 300, que começará a ser vendido em dezembro por R$ 239.990.

Lifan no Salão do Automóvel

Assim como a concorrência, a chinesa Lifan também está apostando nos SUVs para conquistar mercado no Brasil. Durante o Salão de São Paulo, a marca apresentou dois modelos novos para o país: o X70 e o X7 My Way.

Lifan X70 é sucessor do X60

O X70 é o sucessor do X60, que já estava se tornando ultrapassado. O porte de ambos é semelhante, e os preços também, na faixa entre R$ 70 e R$ 80 mil. Lançamento ocorrerá no início de 2019.

X7 My Way no Salão do Automóvel de São Paulo | Felipe Boutros

Já o Lifan X7 My Way é um pouco maior, ficando entre o X70 e o X80. O maior diferencial é a terceira fileira de bancos, o capacitando para transportar sete ocupantes. Ele chega um pouco depois do X70, apenas no segundo semestre do ano que vem.

Veja mais detalhes das novidades da Lifan no Salão

Fotos Felipe Boutros | AutoPapo

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário