Carros automáticos baratos: top 10 dos melhores preços

Cansou de passar marcha no trânsito caótico? Temos uma boa notícias: os carros automáticos estão cada vez mais acessíveis

Por Fernando Miragaya 03/09/19 às 10h00
Especial para o AutoPapo
Clique para ouvir
Voiced by Amazon Polly

Trânsito cada dia mais caótico e horas no engarrafamento. O panorama das grandes cidades brasileiras têm contribuído para uma migração para carros automáticos. Hoje, quase metade de todos os veículos vendidos no país dispensa o pedal de embreagem, seja com transmissões automáticas ou automatizadas E se a opção confortável antigamente era coisa de carro médio para cima, hoje se prolifera entre os compactos, e a preços mais atraentes. Veja os 10 automáticos mais baratos do mercado.

10. Renault Sandero Zen 1.6 CVT

carros automáticos baratos: sandero cvt 2020
  • Preço: R$ 62.990
  • Motor: 1.6 16V de 118/115 cv
  • Câmbio: continuamente variável (CVT) com seis marchas simuladas

Lançado no fim de julho, o Sandero deixou para trás as más experiências com o velho câmbio automático de quatro marchas e com o confuso automatizado Easy’R, e tascou uma caixa continuamente variável (CVT) para não correr o risco de errar.

No Sandero, o câmbio automático CVT lida melhor com o motor 1.6 SCe do que no Duster, e o comportamento gradual está lá, privilegiando o conforto. Porém, como na maioria das transmissões de relações infinitas, não há qualquer dose de emoção. Pelo menos, tem seis marchas virtuais que podem ser mudadas na alavanca do câmbio.

As novas do Sandero automático ainda ganham airbags laterais, controles de estabilidade e assistente à partida em rampas. A posição de dirigir continua esquisita, mas o acerto da suspensão melhorou. Ele é o 10º entre os automáticos baratos do Brasil.

9. Nissan March SV 1.6 CVT

carros automáticos baratos: nissan new march sv
  • Preço: R$ 62.190
  • Motor: 1.6 16V de 111 cv
  • Câmbio: continuamente variável

Entre os carros automáticos baratos, o Nissan Versa está meio esquecido e desfasado, mas tem um conjunto mecânico interessante por um preço competitivo. No modelo, o câmbio continuamente variável é mais “raiz”, sem marchas virtuais. Com isso, o comportamento é bom para a cidade, mas toda vez que se pisa forte a transmissão vai “esgoelar” e cadenciar a velocidade.

O motor 1.6 tem desempenho satisfatório e o March se destaca pelo baixo custo de manutenção nas revisões programadas. O conforto, contudo, é prejudicado pelos bancos estreitos da frente.

8. Ford Ka Sedan SE 1.5

carros automáticos baratos: ford ka sedan se at
  • Preço: R$ 62.030
  • Motor: 1.5 12V de 136/128 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas

O Ka Sedan tem um dos conjuntos com melhor entrosamento do segmento. O motor 1.5 três-cilindros proporciona arrancadas e retomadas bastante bem dispostas. A caixa automática por conversor de torque – que aposentou a problemática PowerShift, de dupla embreagem – faz mudanças ágeis e suaves, com um pequeno buraco entre a quarta e a quinta.

A dirigibilidade é beneficiada pela direção firme, ótima posição para o motorista e uma equilibrada rigidez da carroceria, que se reflete especialmente na estabilidade nas curvas. A versão SE, contudo, não empolga tanto em equipamentos, e sequer traz a bacana central multimídia Sync, só disponível a partir da SE Plus, que custa R$ 64.850.

A versão top de linha Titanium usa os mesmos motor e câmbio. Veja como é o desempenho

7. Toyota Etios Sedan X

carros automáticos baratos: toyota etios sedan x 2019
  • Preço: R$ 61.490
  • Motor: 1.5 16V de 107/102 cv
  • Câmbio: automático de quatro marchas

O Etios é o sedã automático mais barato do Brasil e se garante na boa reputação da marca japonesa. O grande porém fica justamente para a transmissão: com apenas quatro velocidades, não desenvolve tão bem: em momentos de retomadas, a caixa segura demais o giro e peca em agilidade.

Mas tem-se a mecânica Toyota, com acerto da suspensão que consegue um bom meio-termo entre conforto e estabilidade, motor 1.5 econômico e com boas saídas  de semáforo, além de manutenção com preços bastante comedidos. O porta-malas de 562 litros é um dos maiores do mercado. Os grandes poréns continuam no acabamento deveras simples e no desenho controverso.

6. Fiat Argo Drive 1.3 GSR

carros automáticos baratos: fiat argo 1.3
  • Preço: R$ 60.790
  • Motor: 1.3 16V de 109/101 cv
  • Câmbio: automatizado de cinco marchas

O motor 1.3 rende bem no Fiat Argo, e até parece ter uma capacidade volumétrica maior. Apesar de estar entre os automáticos baratos, o que pega aqui é o câmbio ser automatizado e com embreagem simples. O GSR é vendido pela Fiat como uma “nova geração” do Dualogic, mas traz antigos vícios, como trancos inevitáveis e delays nas retomadas no modo Auto. A melhor solução é apelar para as mudanças sequenciais.

O Argo ainda oferece boa dose de conforto, posição de dirigir ergonômica e custo de manutenção controlado. O destaque da versão Drive fica mesmo para o recheio: controles de estabilidade e tração, assistente à partida em rampas, ar, vidros dianteiros e travas elétricos, Isofix e central multimídia são de série.

Avaliamos o Cronos 1.3 com câmbio GSR. Veja o vídeo:

5. Hyundai HB20 Comfort Plus 1.6

carros automáticos baratos: : hb20 comfort
Foto Hyundai | Divulgação
  • Preço: R$ 59.990
  • Motor: 1.6 16V de 128/122 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas

O Hyundai HB20 é outro hatch bem disposto, com performance que não te deixa na mão e que trabalha bem em altos giros. O câmbio com conversor de torque lida bem com o motor 1.6, mas também apresenta certas imprecisões entre as 2.000 e 2.500 rpm. A posição de dirigir do Hyundai é uma das cartas na manga, além do isolamento acústico e do acabamento levemente superior que a média geral.

Outra vantagem do modelo é seu custo de revisões, um dos mais baixos da categoria. Em contrapartida, ganhará nova geração em setembro, tem seguro caro e acerto da suspensão muito mole, o que o deixa meio bobão nas curvas.

4. Chevrolet Onix LT 1.4

carros automáticos baratos: : chevrolet onix lt
Chevrolet Onix LT 2019
  • Preço: R$ 59.990
  • Motor: 1.4 de 106/98 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas

O Onix está em vias de ganhar nova geração – prevista para outubro – e, por isso mesmo, está com boas promoções, que chegam a R$ 4.000 de desconto neste automático mais barato.

O veterano motor 1.4 é apenas suficiente, mas casa bem com a caixa automática de seis velocidades, com calibragem que privilegia mais o conforto que a performance. O rodar, porém, é bem áspero, o isolamento acústico não é dos melhores e o acabamento deixa a desejar.

A versão LT tem itens interessantes, como o serviço de concierge On Star, a eficiente central multimídia MyLink e rodas de liga leve. Apesar de estar prestes a mudar, o Onix é um carro que desvaloriza pouco, tem ótima liquidez e seguro baixo.

3. Volkswagen Gol 1.6 AT

carros automáticos baratos: VW Gol
Foto Alexandre Carneiro | AutoPapo
  • Preço: R$ 58.120
  • Motor: 1.6 16V de 120/110 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas

O Gol está cansado, perdeu o posto de mais vendido, seus rivais são bem mais modernos, mas, mesmo assim, ainda consegue dar notícia boa. A melhor deste ano foi a chegada da versão automática com câmbio de seis velocidades, que felizmente sepultou a caixa automatizada i-Motion. E ainda traz outra boa nova: o motor 1.6 16V EA211, mais moderno e eficiente que o velho EA111 8 válvulas de até 104 cv.

A transmissão trabalha de forma ágil, com mudanças bem rápidas e pequenas imprecisões em rotações médias – mas as borboletas para trocas de marcha são opcionais. A versão, a propósito, é bem carente de equipamentos. O nível de conforto também não é dos melhores da categoria, porém, a manutenção tem valores baixos e o Gol ainda goza de boa liquidez e é o terceiro melhor preço entre os carros automáticos baratos disponíveis no mercado

2. Ford Ka SE 1.5 AT

carros automáticos baratos: ford ka se at
  • Preço: R$ 58.120
  • Motor: 1.5 12V de 136/128 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas

Segundo colocado entre os automáticos baratos do mercado, o Ka traz as mesmas boas virtudes do sedã: dinâmica boa em curvas e retas, câmbio automático com mudanças rápidas e bem entrosado com o motor 1.5 e nível elevado de dirigibilidade. O desempenho do Ka ainda é beneficiado pelo discreto peso de 1.124 kg, o que deixa o modelo mais esperto nas arrancadas.

O custo de manutenção é apenas razoável, mas a suspensão tem acerto firme sem prejudicar as colunas dos ocupantes ao passar nos buracos. A versão SE sofre do mesmo mal que assola o três-volumes, com itens de série previsíveis e apenas dentro do esperado para se sobreviver no trânsito.

1.  Toyota Etios X 1.3, o carro automático mais barato

carros automáticos baratos: toyota etios x 2019
  • Preço: R$ 56.390
  • Motor: 1.3 16V de 98/88 cv
  • Câmbio: automático de quatro marchas

O Toyota Etios hatch X é o automático mais barato do Brasil por menos de R$ 57 mil. O motor 1.3 não tem a mesma disposição que o 1.5, e acaba tendo um rodar mais suave do que propriamente bem disposto.

O problema da linha – que acomete o 1.5 também – é o fato de o Etios usar a velha caixa automática de quatro marchas, bastante imprecisa e com mudanças um pouco demoradas. Mas o hatch tem suas virtudes: bom espaço interno, custo de manutenção baixo e acerto de suspensão eficiente – além da reputação da marca.

Além disso, a versão X sai de fábrica com itens de segurança como controles de estabilidade e tração, assistente à partida em rampas e Isofix. Leva ar-condicionado e trio elétrico, mas central multimídia é opcional, assim como sensor de ré.

Fotos Divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (5 votos, média: 4,80 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
9 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Daniel Stucchi 5 de setembro de 2019

    Faltou Fiat Novo, que também tem a versão automatizada. Ora, se o Argo entrou com o automatizado, o Mobi tem que entrar também. Neste caso, o Mobi seria o mais barato, pois está na faixa de 45 mil.

  • Avatar
    Adriano 3 de setembro de 2019

    Acho muito interessante esses pseudos entendidos dizer que a caixa automatica de 4 marchas do Etios e ruim…
    Essa caixa esteve no Corolla por 25 anos e era a melhor e mais elogiada caixa automatica.
    Agora no Etios não presta mais???
    Pode dizer que ela esta defasada em relação as atuais caixas de 6 marchas, mas dizer que é uma caixa ruim???
    Já tive Etios automático e digo com certeza.
    Essa caixa do Etios é muito boa e não quebra nunca.
    A unica diferença em relação as caixas de 6 marchas é um consumo um pouco maior, mas desprezível quando se roda muito.

    • Avatar
      Paulo Werlang 5 de setembro de 2019

      Tive um corola 1999 automático, hoje tenho um prisma 2015 1.4 automático. A caixa do corola era muuiiiito superior, dava gosto dirigir, escolhia a marcha no pé. A caixa do prisma briga com o motor o tempo todo, te condiciona, além do carro consumir muito na cidade para o que proporciona, chega ser cansativa. Só por que é moderna não significa ser boa, e vice versa.

    • Avatar
      Mari 16 de setembro de 2019

      Não, não presta mais!
      Porq obviamente as coisas EVOLUEM e uma caixa de câmbio de 25 anos atrás está bastante ultrapassada!
      Agora engraçado é vc achar q é o entendido qndo enaltece uma transmissão jurássica….

      • Avatar
        Marcos 25 de setembro de 2019

        So quem ja teve o cvt de 04 marchas
        Pode falar excelente câmbio e nada ultrapassado.
        Diferença quase imperceptível somente no consumo mas nenhum automatico chega perto do consumo do etios.
        Isso aqui não é conversa de funcionário.
        Das montadoras populares Toyota é a melhor
        Pós venda e brincadeira. Nem Honda chega perto

      • Avatar
        Alexandre 23 de novembro de 2019

        Num pais onde o povo comprava gol, só porque diziam que era bom, esperar o que? Já tive Toyota e passei raiva. Nunca mais.

      • Avatar
        Alexandre 23 de novembro de 2019

        4 marchas não dá. Tiggo 2 é 4 marchas e o povo reclama disso. Carro sofre

    • Avatar
      Edson 7 de novembro de 2019

      Já tive um Corolla automático 2009 com esse câmbio de 4 marchas. Pelo menos no Corolla ele era horrível, pois não aguentava o peso do carro. Nas subidas nunca tinha um meio termo: ou ele esgoelava demais ou ficava lento demais. Já dirigi um etios manual e é um carro muito gostoso de dirigir, talvez por ele ser bem mais leve que o Corolla, o câmbio de 4 marchas tenha caído melhor nele… Ainda assim, acho um absurdo colocarem um câmbio de projeto antigo desses num carro que pretende ser “ético”, como o nome diz.

    • Avatar
      Alexandre 23 de novembro de 2019

      4 marchas? É fusca?

Avatar
Deixe um comentário