Carros são mais caros hoje? Veja os preços de 10 modelos dos anos 90

Correção de acordo com o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) mostra que valores são mais baixos atualmente

Por Alexandre Carneiro 08/09/19 às 09h01

Que os preços dos carros são altos no Brasil , ninguém discorda. Impostos, gastos por problemas de infraestrutura e percentuais de lucro mais altos que em outros países explicam essa questão. Consumidores de faixas etárias mais elevadas, inclusive, chegam a afirmar que os veículos de hoje custam muito mais que os de 20 ou 25 anos atrás. Porém, será mesmo que os automóveis atuais são proporcionalmente mais caros?

Para responder a essa pergunta, o AutoPapo fez um levantamento com 10 modelos que estão no mercado desde os anos 90: a ideia é saber a variação do custo de aquisição do mesmo produto. É evidente, contudo, que todos eles já foram reprojetados e modernizados de lá para cá.

A reportagem pesquisou os preços de carros de acordo com tabelas divulgadas entre dezembro de 1994 e março de 1999. Em seguida, os corrigiu de acordo com o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), um indicador baseado na inflação, criado pela Fundação Getúlio Vargas. Por fim, consultamos os valores sugeridos pelas atuais gerações desses modelos.

Resultado: todos os veículos listados, sem exceção, tinham preços proporcionalmente mais altos na década de 1990. Os valores absolutos, claro, eram bem mais baixos naquela década, mas todos eles superaram os atuais depois de passarem pela correção. Confira:

Fiat Uno Mille ELX

fiat uno drive
fiat mille elx

Preço em dezembro de 1994: R$ 8.139, valor que, corrigido, equivale a R$ 56.249,64

Preço de um Uno Attractive 1.0 atual: R$ 46.490

O Uno Mille sempre foi um produto acessível. A versão ELX, lançada em 1994, trazia equipamentos inéditos na gama, incluindo o ar-condicionado. Porém, tudo isso era opcional. De série, o modelo não dispunha nem vidros e travas elétricas. O motor 1.0 tinha 56 cv de potência, bom valor para a época, mas pouquíssimo em relação aos parâmetros atuais.

Uma unidade básica custava, 25 anos atrás, o equivalente a R$ 56.249,64 após correção pelo IGP-M. É mais que a Fiat cobra por um Uno Attractive, a versão mais barata da gama atual, tabelada em R$ 46.490. Ela vem de fábrica com ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, além de airbags frontais e freios ABS, . Equipado com motor Fire 1.0, o modelo da contemporaneidade entrega 73 cv com gasolina e 75 cv com etanol.

Fiat Fiorino Furgão 1.5

fiat fiorino evo
fiorino2

Preço em dezembro de 1994: R$ 9.793, valor que, corrigido, equivale a R$ 67.680,64

Preço do similar atual: R$ 64.990

A proposta do Fiat Fiorino não mudou entre 1994 e os dias atuais: trata-se de um furgãozinho comercial baseado no Uno. O valor de compra também variou muito pouco: dos carros da lista, os preços do utilitário da Fiat foram os que se mantiveram mais estáveis. Enquanto em 1994 ele custava, após a correção do IGP-M, R$ 67.680,64, a versão atual é tabelada em R$ 64.990.

O Fiorino de 2019 é mais potente que o de 25 anos atrás, apesar de ter motor menor. O 1.4 Fire rende 88 cv com etanol e 85 cv com gasolina , ante 76 cv do Fiasa 1.5. Porém, traz a mais que o antecessor apenas os equipamentos de segurança que se tornaram obrigatórios desde então. Itens como direção hidráulica e ar-condicionado são cobrados à parte no modelo atual.

Volkswagen Gol CLi 1.6

volkswagen gol 2019 com transmissao automatica 3
volkswagen gol g2

Preço em abril de 1995: R$ 12.760, valor que, corrigido, equivale a R$ 82.781,14

Preço do similar atual: R$ 53.550

Que tal pagar R$ 82.781,14 por um Gol 1.6? Pois os R$ 12.760 cobrados pela versão CLi em 1995, quando corrigidos, equivalem exatamente a esse valor. Hoje, com motor de cilindrada equivalente, o hatch da Volkswagen parte de R$ 53.550.

Em relação ao similar de décadas atrás, o Gol 1.6 atual, claro, é mais equipado. Vem de fábrica com direção hidráulica, ar-condicionado, travamento elétrico das portas e vidros dianteiros elétricos. E também é mais potente: entrega 104 cv com o combustível vegetal e 101 cv com o derivado do petróleo, ante 76 cv do antepassado.

Volkswagen Golf GTI 2.0

volkswagen golf gti  3  easy resize.com
volkswagen golf gti

Preço em fevereiro de 1996: R$ 31.450, valor que, corrigido, equivale a R$ 183.861,69

Preço do similar atual: R$ 151.530

Carros com apelo esportivo, claro, têm preços mais altos que modelos convencionais. A versão GTI, por exemplo, tradicionalmente é mais cara da linha Golf.  O valor cobrado por ela em 1996 equivale a R$ 183.861,69. Quatro gerações à frente, o hot hatch da Volkswagen custa menos que isso atualmente: R$ 151.530.

A evolução do modelo foi tamanha que a potência do motor praticamente dobrou: foi de 116 cv em 1996 para 230 cv em um similar zero-quilômetro. Na lista de equipamentos, o Golf GTI contemporâneo também ganha de lavada, com direito a central multimídia com tela de toque e conectividade com as plataformas Apple CarPlay e Android Auto.

Mitsubishi Pajero GLX 2.8 Turbodiesel

pajero sport 2020 092 tom papp mitsubishi
mitsubishi pajero

Preço em fevereiro de 1996: R$ 54.167, valor que, corrigido, equivale a R$ 316.668,88

Preço do similar atual: R$ 265.990

Em 1996, o Mitsubishi Pajero tinha diferentes opções de motorização, além de duas versões de acabamento. A GLX era a mais acessível, enquanto a GLS ficava na posição de top de linha. Com mecânica a diesel, a configuração mais em conta saía por R$ 316.668,88, em valores atualizados.

Hoje, o SUV da Mitsubishi é vendido unicamente na versão HPE, equipada com motor 2.4 turbodiesel de 190 cv, pelo preço de R$ 265.990. Apesar de a antiga Pajero GLX ter motor 2.8, gerava 125 cv. E, logicamente, nem sonhava em trazer equipamentos como  ar-condicionado de duas zonas e acionamento automático de faróis e limpadores de para-brisa.

Chevrolet S10 Luxe 2.2 Cabine Dupla

s10advantage frente 45
chevrolet s10 pickup

Preço em fevereiro de 1997: R$ 26.470, valor que, corrigido, equivale a R$ 141.670,95

Preço do similar atual: R$ 111.190

Nos anos 90, a gama da S10 iniciava-se com as versões de cabine simples. Porém, como atualmente há apenas uma configuração com esse tipo de carroceria, a configuração eleita para ter o preço atualizado foi a Luxe 2.2, a mais acessível com cabine dupla. Com as devidas correções, seu preço em 1996 equivale a R$ 141.670,95 nos dias de hoje. Trata-se de um montante superior ao que a Chevrolet cobra, hoje, pela opção Advantage da picape, cujo valor sugerido é de R$ 111.190.

A S10 Advantage é comercializada apenas com cabine dupla e vem equipada com vários itens que, na antiga Luxe, eram opcionais. Entre eles, estão ar-condicionado, alarme e sistema de som (que, nos anos 90, era capitaneado por um toca-fitas). Todavia, a maior evolução está no motor: ao passo que o velho 2.2 a gasolina gerava 113 cv, o atual 2.5 flex rende 197 com o mesmo combustível e 206 cv com etanol.

Ford Fiesta CLX 1.4 16V

ford new fiesta hatch 2018 02
ford fiesta

Preço em fevereiro de 1997: R$ 19.488, valor que, corrigido, equivale a R$ 104.302,36

Preço do similar atual: R$ 54.610

Neste ano, o Fiesta saiu de linha no Brasil, em função do fechamento da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo (SP). Contudo, até poucos meses atrás, carros que ainda estavam em estoque eram vendidos por preços promocionais. Em maio último, a versão top de linha SEL tinha preço sugerido de R$ 54.610. Uma pechincha diante da configuração CLX 1.4 quatro portas, a mais sofisticada da gama 1997, cujo valor atualizado chega a R$ 104.302,36!

Há de se considerar que o Fiesta CLX era equipadíssimo para os padrões de 1997. Entre os equipamentos de série, havia vidros, travas e retrovisores elétricos, direção hidráulica e toca-fitas. Além disso, o motor 1.4 16V Zetec rendia espantosos (para a época) 89 cv. Mas o SEL, produzido 22 anos depois, evidentemente vai além. Tem ar-condicionado digital, rodas de liga leve de 15 polegadas e central multimídia com tela tátil de 6,5 polegadas compatível com Apple CarPlay e Android Auto. Ademais, seu motor 1.6 16V Sigma tem potências de 128 cv com etanol e de 125 cv com gasolina.

Ford Ka 1.0

ford ka se at
ford ka

Preço em setembro de 1998: R$ 11.564, valor que, corrigido, equivale a R$ 57.320,14

Preço do similar atual: R$ 45.590

Lembra-se da primeira geração do Ka? Bem menor e, principalmente, mais arredondado que o modelo atual, ele custava, em 1998, o equivalente a R$ 57.320,14. Esse valor corresponde à versão de entrada, que não tinha nome específico: era chamada apenas de 1.0. Vale destacar que, nessa configuração, o hatch da Ford era, então, o terceiro carro mais barato do país, atrás apenas do Uno Mille EX e do Uno Mille Young. Ainda assim, superava a opção mais em conta da gama atual, a S, tabelada em R$ 45.590.

Assim como todos os demais carros da lista, o Ka tinha preços mais altos, mas era menos potente e equipado. O motor 1.0 da época gerava 53 cv, enquanto o de hoje, com um cilindro a menos, totaliza 85 cv com o combustível vegetal e 80 com o derivado da cana. E vem de série com ar-condicionado, direção elétrica, travas e vidros elétricos e ganchos Isofix para fixação de cadeirinhas.

Toyota Corolla XEi 1.8 automático

novo corolla 2020 xei 6
corolla 1998

Preço em março de 1999: R$ 29.082, valor que, corrigido, equivale a R$ 153.343,47

Preço do similar atual: R$ 110.990

O Corolla acabou de ganhar uma nova geração, a quinta produzida no Brasil. Em 1999, o sedã da Toyota ainda estava na primeira safra nacional. Entretanto, sua versão intermediária já era designada pela sigla XEi. Quando corrigido pelo IGP-M, o preço cobrado por ela naquele ano era de R$ 153.343,47. Sabe quanto essa configuração custa hoje? Exatos R$ 110.990.

Evidentemente, há um enorme degrau tecnológico entre o Corolla de 1999 e o de 2019, que, por sinal, já está na linha 2020. Equipamentos disponíveis no XEi atual, como chave presencial com partida por botão, ar-condicionado automático e controle de estabilidade sequer haviam chegado à gama do sedã. Sob o capô, há mais diferenças: o motor 1.8 da primeira geração não passava de 116 cv. Já o 2.0 dos dias de hoje chega a 177 cv com etanol e ainda atinge 169 cv com gasolina.

Honda Civic LX-B

honda civic sport 2019
honda civic 1999

Preço em março de 1999: R$ 31.167, valor que, corrigido, equivale a R$ 148.161,82

Preço do similar atual: R$ 97.900

A versão LX-B era a mais acessível da gama Civic em 1999. O valor sugerido, na época, era equivalente a R$ 148.161,82. Decorridas duas décadas, o sedã da Honda seguiu os passos de todos os carros pesquisados passou a ter preços menores: a configuração de entrada do tempo presente, a LX, sai por R$ 97.900.

Na época, o Civic LX-B era comercializado unicamente com câmbio manual. Ela trabalhava em conjunto com um motor 1.6 de 106 cv.  Atualmente, a transmissão automática do tipo CVT é padrão em toda as versões. Na LX, ela é acoplada a uma unidade 2.0 de 155 cv com álcool e 150 cv com gasolina. Por fim, ela vem com equipamentos que, 20 anos atrás, não estavam disponíveis sequer no top de linha, como sistema de monitoramento da pressão dos pneus, central multimídia com tela de cinco polegadas e seis airbags.

Fotos: divulgação

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (11 votos, média: 4,91 de 5)
Loading...
Clique na estrela para avaliar.
14 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Paulo Fabiano Barbosa 16 de setembro de 2019

    Boa Noite, faz o mesmo comparativo com as Motocicletas, uma Honda ML 125 custava U$ 1.000,00 e hoje com esse valor não compra uma motocicleta zero km. Resumindo, se provalecem cobrando cada vez mais caro nas Motos, porquê? Gasolina cara, trânsito engarrafado, só lucros exorbitantes

  • Avatar
    Antero Coelho 12 de setembro de 2019

    Em dolar…desta lista só três estão mais baratos do que em 1994…o dólar na época era R$ 1,00

  • Avatar
    Sergio 10 de setembro de 2019

    Interessante para quem reclama que os carros só estão caros no Brasil hoje. Eles sempre foram caros.
    Mas o preço do dólar também teria que entrar nessa conta. Quantos dólares custava o carro nos anos 90 e quanto custa hoje?

    • Avatar
      Antero Coelho 12 de setembro de 2019

      O dolar em 1994 era R$ 1,00 e nesta lista…só três não estão mais caros, em dolar, hoje

  • Avatar
    Mister Gasosa 9 de setembro de 2019

    Já vi muita gente dizer o contrário… que antigamente carro era muito mais caro. Mas convenhamos que mesmo hoje em dia carro não é barato no Brasil.

  • Avatar
    Júnior 9 de setembro de 2019

    Corrigindo o texto:
    * … então quantas gramas de ouro eu compraria em 1990 comprado um Uno Mile 1.0 – 0 km, em 1990?

  • Avatar
    Júnior 9 de setembro de 2019

    Na minha opinião compara preço de carro a 30 anos atrás com agora através de índice de reajuste é irreal, pois o aluguel por exemplo se for sempre reajustado o inquilino vai embora. O correto seria pegar um produto teoricamente “neutro” como o ouro.
    Então com quantas gramas de ouro eu compraria em 1990 comprando um Uno Mile 0 km, e hoje quanto vale essas mesmas gramas de ouro que se compraria um Uno Mile em 1990.
    Por exemplo, um carro hoje de R$ 40.000,00 equivale hoje a 201 gramas de ouro (1 grama de ouro = R$ 199), quentão quantas gramas de ouro eu compraria em 1990 comprado um Uno Mile 1.0 – 0 km, em 1990?

  • Avatar
    Cleriston Rabelo dos Santos 9 de setembro de 2019

    O problema não é o preço do carro mas sim o nosso salario, se ele fosse aumentado tanto quanto os valores das coisas não seria dificil adquirir carro 0km

  • Avatar
    Fernando 9 de setembro de 2019

    Não só o custo de aquisição como também o custo para se manter um carro 0 km ainda hoje são elevados. Fiz uma simulação de um Onix ano 2020 – 1.0 que sai por R$ 42.907,00, e deu um custo anual de R$ 19.264,97, conforme simulação abaixo.
    Assim acho que é a lei da oferta e procura… ou seja, os preços estão surreais porque tem quem pague. Se as pessoas parassem de comprar carros tão caros eu aposto que os preços iam cair, em especial os impostos e margem de lucro.
    Por ano (R$)
    Seguro (5%) 2.145,35
    IPVA 4% VV 1.614,60
    Estacionamento (R$ 150,00 por mês) 1.800,00
    Gasolina (5.000 km/ano e 15 km/litro)** 1.333,33
    Prestação de R$ 759,85 9.118,20
    Depreciação (7%)*** 3.003,49
    Manutenção Preventiva**** 250,00
    Total 19.264,97

    * http://estaticog1.globo.com/2018/12/14/ipva_2019_publica%C3%A7%C3%A3o_doe_imesp_anexo_1_tabela_de_valores_venais.pdf
    ** preço médio da gasolina R$ 4,00
    *** https://jornaldocarro.estadao.com.br/carros/hatch-chevrolet-onix-desvalorizacao/
    **** 2 trocas de [oleo + filtros

  • Avatar
    DIMAS PINTO PINTO 8 de setembro de 2019

    OUTRAS: AS MONTADORAS DESVALORIZA DEMAIS OS CARROS JÁ FIZ DE PROPOSITO,LEVEI CARRO BEM VELHO POUCO KM E FALAI PARA GERENTE QUE O MEU SÓ PERDIA PARA OS DA VENDA EM KM E O BANCO DO MOTORISTA.MAIS NÃO VALEU 30% ISTO O GOVERNO TEM QUE ENTRAR PRA DEFENDER O CONSUMIDOR POIS ESTÁ SENDO LESADO.TEM QUE TER UMA TABELA LÓGICA,O GOVERNO TEM QUE TAXAR O TANTO DE CARRO SOMENTE POR ANO,FOI UMA BOA MONTADORA VENDEU MAIS FABRICA MAIS E ELES VAI TER QUE DA O DESCONTO NÓS MAIS VELHO E NOVO E NISTO O DO CONSUMIDOR VAI ACOMPANHAR COM MAIS LÓGICA.AS MONTADORAS, ELAS TRABALHAM NO BRASIL A VONTADE,TUDO É COMO ELAS QUEREM,PRECISA TER UMA FISCALIZAÇÃO BEM ATUANTE PARA VER SE EM DEZ ANOS CORRIJA UNS 50 ITEM ERRADOS. ISSO EU FALO DE TODAS E AS JAPONESA SÃO AS MAIS MALANDRA.QUEM ENTENDE SABE DO QUE FALO,MESMO SENDO DE VÁRIAS ÁREAS,PARA OS QUE NÃO SABEM É SÓ OLHA CARROS POR POTENCIA E BONITEZA É SÓ COMPARAR UM PRÉDIO BEM BONITO E ALTO MONTADO EM CIMA DE BARRAS MONSTRA DE SABÃO,IMAGINA O QUE VAI ACONTECER,É COMO OS CARROS LINDOS MOTORES FORTES MONTADOS EM CIMA DE TALOS DE BURITI. UMA COVARDIA QUE OS ENGENHEIRO INSISTIR EM MENTIR EM RELAÇÃO AS LATAS,JÁ FIZ ALTO CURSO MAIS SÓ É TÉCNICO E FORA DA REALIDADE,COISA DE MÍDIA.

    • Avatar
      Fabio 8 de setembro de 2019

      Tecla SAP por favor!!!

      • Avatar
        Leandro 9 de setembro de 2019

        Escreveu tudo maiúsculo eu nem leio haha

  • Avatar
    DIMAS PINTO PINTO 8 de setembro de 2019

    Os carros de hoje nem da para comparar aos os antigo,as montadoras estão a vontade com governos corrupto,vamos voltar a o tempo serio,militarismo,os carros de hoje para as montadoras o valor de 4 carros é que dava pra fazer 01 eles estão trabalhando a todo vapor para os carros ter vida bem curta,talvez um governo sério que não vai roubar vai obrigar eles a fazer carros de verdade,um dos melhores carros e menos mexido talvez enfraquecido em 75% só é a camionete,só que eles resolver acabar com ela,primeiro tiraram o melhor motor do mundo e colocaram as merda fabricado pela as própria montadoras.elas com chassis e molejo mais fraco mais ainda tem,só que hoje a frontier resolveu acabar a camionete que ainda tem um motor um pouco melhor que os das outra, no motor só borrachas e plastico duro para quebrar e ficar fraco, só que tiraram o fecho de mola,vai perder até fechar mais os mecânicos que jamais compra uma frontier, dela mesmo falaram que eles logo voltam atrás,tomara que volte para eu renovar minha frota com ela só por ter um motor um pouco melhor,os carros de hoje não oferece confiabilidade para se viajar,mais esta culpa não é das montadoras e sim dos governos ladrão do brasil,talvez logo isto seja corrigido com bolsonaro,o governo tem que obrigar eles montar só a carroceria e os componestes outras fabrica,pra se falar de carro tem que voltar o melhor motor do mundo. m.w.m, o.o.to per.kins international e outros .fico com o m.w.m. PRA MONTAR A MELHOR CAMIONETE AS DUAS MELHOR QUE SÓ IA LEVAR O MOTOR DA FRONTIER É A AMARO E FORD QUE TERMINA SENDO GRUPO JUNTO.

  • Avatar
    Arnaldo Lisboa 8 de setembro de 2019

    Em 1997 comprei um gol 1.8 por R$14000 mil, três meses depois não acostumando com ele troquei por um Monza GLS e devolvi mais R$3000.mil num total de R$17000. Se fosse hoje não teria tudo isso. Valeu!

Avatar
Deixe um comentário