Cuidados com os tapetes e carpetes do carro

Saiba como manter os componentes em bom estado, evitando que eles se degradem prematuramente ou atrapalhem a condução do veículo

Por AutoPapo16/09/18 às 16h30

Os tapetes e carpetes do carro são componentes muitas vezes esquecidos na hora de uma manutenção. À primeira vista, podem parecer de pouca importância para o funcionamento do carro. E, embora não sejam tão cruciais como, por exemplo, a troca de óleo, também devem estar em boas condições.

No pior dos casos, eles podem levar a escorregões e outros impedimentos aos movimentos dos pés ao redor dos pedais. E isso, no momento errado, pode até atrapalhar o motorista a frear o veículo ou fazer manobras de emergência. Assim, se ligue nestas dicas para fazer a manutenção dos tapetes e carpetes.

Falta de manutenção e a escolha errada dos tapetes e carpetes do carro pode até atrapalhar o motorista a controlar os pedais. Se ligue nessas dicas.

1. Tapetes devem ser aderentes

Alguns motoristas gostam de trocar os tapetes originais do carro por modelos mais chamativos e estilosos. Outros mantêm os tapetes de fábrica, mesmo após anos de uso do veículo. Em ambos os casos, é importante prestar atenção em uma característica deste componente: os tapetes do carro devem ser aderentes. Caso contrário, a cobertura pode escapar de sua posição e ficar escorregando debaixo dos pés do motorista, comprometendo o controle dos pedais.

Por isso, se for trocar os tapetes do carro por algo diferente, certifique-se de que não seja apenas bonito, mas de boa qualidade. Antes de fechar negócio, faça um teste dentro do seu carro para ver se os tapetes permanecem no lugar enquanto você dirige. O material deve ser aderente, especialmente na parte debaixo, onde cobre os carpetes do carro, que são aquela cobertura felpuda que fica grudada no assoalho.

Já no caso dos tapetes serem os originais de um carro mais velhinho, analise se não é o momento de trocá-los. Os tapetes de borracha vão se ressecando com o tempo, perdendo a aderência.

2. Mantenha os tapetes bem encaixados

Pela mesma razão pela qual devem ser aderentes, os tapetes deve estar bem encaixados no assoalho do carro. Caso contrário, eles podem fazer os pés deslizarem, ou podem se dobrar debaixo dos pedais, impedindo que sejam acionados adequadamente. Por causa disso, na hora de substituir o componente, certifique-se de que os novos têm o tamanho certo para o seu carro. Muitos veículos possuem pinos ou outras formas de encaixe no assoalho, onde os tapetes originais se encaixam.

Dessa forma, os novos modelos devem ser adequados em tamanho e formato. Mesmo que não esteja trocando os tapetes, não se esqueça de checar, de tempos em tempos, se eles estão em seu devido lugar. Ainda que sejam os tapetes originais, eles podem mudar de posição com o passar do tempo e uso, e precisar de ajustes periódicos.

3. Tapetes e carpetes do carro devem estar limpos

Falta de manutenção e a escolha errada dos tapetes e carpetes do carro pode até atrapalhar o motorista a controlar os pedais. Se ligue nessas dicas.

Deixar os tapetes e carpetes sujos, além de ser feio, pode levar a um desgaste prematuro desses componentes. Substâncias que caem sobre a cobertura podem agredir o material, levando à formação de manchas permanentes ou buracos. No caso de materiais granulados, como a areia, podem também comprometer a aderência dos tapetes, além de grudar nos sapatos e fazê-los escorregarem sobre os pedais. Por isso, saiba como manter estes componentes limpos.

Se a sujeira for porosa, o ideal é fazer uso de um aspirador. Preste atenção para passá-lo em todos os cantinhos, pois é lá que se acumula a maior quantidade de resíduo. Se o problema for com líquidos, faça uso de detergentes especiais para limpeza de carpetes, e esfregue-os com uma escova de cerdas macias. Tapetes devem ser retirados, e podem ser lavados com água e sabão. Deixe-os secando à sombra, já que o sol pode ressecar a borracha.

4. Preste atenção aonde pisa

Para não ter dor de cabeça depois, evite carregar a sujeira dos sapatos para dentro do carro. Se pisou em alguma coisa, procure limpar as solas antes de dirigir o veículo, já que mesmo que você cubra os tapetes, ainda vai sujar os pedais. Outra possibilidade é retirar os sapatos, já que não é proibido dirigir descalço.

Da mesma forma, tome cuidado com o transporte de líquidos e animais, que podem facilmente se transformar em um desastre sobre os carpetes do carro. Para ser prevenido, mantenha folhas de jornal ou flanelas no veículo para, em último caso, evitar que a sujeira se espalhe.

5. Tapetes diferentes para cada tipo de uso

Falta de manutenção e a escolha errada dos tapetes e carpetes do carro pode até atrapalhar o motorista a controlar os pedais. Se ligue nessas dicas.

Outra coisa que pode ser levada em consideração são as necessidades específicas do motorista, a depender da região em que mora ou do uso que faz do carro. Alguém que vive em regiões com estradas de terra, por exemplo, pode ter que lidar com lama frequentemente. Assim, pode preferir um tapete mais grosso, que ofereça uma cobertura maior, protegendo os carpetes do carro da sujeira, e que seja fácil de lavar.

Similarmente, se o dono do carro mora na praia, pode ter o hábito de andar com coisas molhadas dentro do carro. Por isso, pode ser melhor ficar com os tapetes de borracha, pois não absorvem água e secam rapidamente.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário