Elon Musk e outras 6 figuras carimbadas do setor automotivo

Mesmo se você nunca tiver ouvido falar dessas personalidades do setor, com certeza já ouviu falar do que elas fizeram

Por Bárbara Angelo 08/12/19 às 10h00

Elon Musk, além de fundador da Tesla, tem se mostrado uma figura excêntrica que raramente deixa de aparecer nas notícias – seja por suas conquistas no comando da marca, ou seja por momentos em que se mostra desafiador. Nesta lista, relembramos a trajetória do executivo, e apontamos outros seis profissionais do setor que se destacaram por razões semelhantes.

1. Elon Musk, da Tesla, dá ‘shows’

Assim como Elon Musk, mesmo se você nunca tiver ouvido falar dessas personalidades, com certeza conhece o que elas fizeram.

Não é à toa que Elon Musk encabeça esta lista e serve de exemplo para outros executivos, muitas vezes, de calibre bem maior. Apesar de ainda estar provando seu valor, o americano praticamente usa sua imagem excêntrica como publicidade para seus carros – alguns, igualmente excêntricos.

O último dos escândalos perpetrados pelo fundador e presidente da Tesla é o de ser processado por xingar um cidadão de pedófilo (“pedo guy”, no original em inglês). Para piorar, ele o fez “ao vivo e em cores” no Twitter, para todo o mundo ver. E piorando mais ainda, esse cidadão foi quem salvou as 12 crianças e um treinador de futebol que quase se afogaram em uma caverna na Tailândia em 2018.

O caso está em andamento na justiça, mas o insultado Vernon Unsworth não dá sinais de que vai deixar o deslize de Elon Musk passar.

Outro momento em que o sul-africano “deu show” foi durante a apresentação do mais recente modelo da Tesla, a picape elétrica Cybertruck. Além de o veículo ter um desenho tão estranho que virou uma preocupação de segurança das autoridades australianas, ela queimou o filme do executivo.

Ao afirmar que o utilitário era “indestrutível”, Elon Musk planejou uma demonstração, com o lançamento de uma bola de aço contra a janela – e ela quebrou.

Além desses momentos embaraçosos, ele já foi a estrela de muitos outros, como ser acusado por Johnny Depp de ter um caso com a ex-esposa dele, Amber Heard. E também houveram alguns instantes em que ele brilhou, como quando mandou um Tesla Roadster para o espaço:

Assim, apesar de toda essa “passação de vergonha”, Elon Musk tem se mostrado um executivo fora de série, e os carros da Tesla vêm conquistando posições nas tabelas de mais vendidos de diversas regiões.

2. Bob Lutz coordenou as três gigantes americanas

bob lutz oct08 wikicommons

Tão badalado quanto Elon Musk, é Robert Lutz, uma lenda do setor automotivo. Ele foi vice presidente da General Motor e executivo de alto escalão da Ford, Chrysler e BMW. Passando pelas três gigantes americanas e uma das alemãs, ele conquistou uma visão da indústria que é para poucos.

Entre os marcos na carreira deste americano nascido da Suíça, esteve a criação do Ford Escort e do famigerado Dodge Viper. Ele também estava dizendo, já em 2008, que o carro elétrico era o futuro.

Bob Lutz também tem um passado digno de filme hollywoodiano, pois foi piloto da marinha americana de 1954 a 1959, além de vendedor de aspiradores de pó.

Durante a crise financeira de 2008, ele era responsável pela desenvolvimento global de produtos da General Motors, e conseguiu mantê-la viva. Só para não passar por esta lista como se fosse um ser humano perfeito, ele também já declarou, diversas vezes, que não acredita no aquecimento global.

Ao mesmo tempo, o executivo também é um fã dos carros elétricos, inclusive os de Elon Musk. “Inacreditável, um elétrico fabricado na Califórnia superar a arrancada dos mais famosos esportivos europeus”, disse ele, sobre os modelos da Tesla. Apesar disso, ele não acha que a empresa vai durar muito tempo.

3. Lee Iacocca encarava até Enzo Ferrari

lee iacocca e sua esposa em premiere do filme the muse 1999

Lee Iacocca faleceu em 2019, depois de quase 50 anos trabalhando na indústria automotiva, e suas conquistas incluem a criação do Ford Mustang. Esse ícone mundial foi o primeiro pony car da história – um derivado do muscle car, cupê esportivo com capô longo e traseira curta –, mas com preço mais acessível.

O clássico carro americano foi a inspiração para outros, como o Chevrolet Camaro e Dodge Challenger.

Além disso, Lee Iacocca também esteve envolvido com a criação do Ford GT, modelo que venceu a competição de longa duração, Le Mans, de 1966 a 1969. E ele o fez só para se vingar de Enzo Ferrari, depois que o chefão da italiana desistiu de vender sua marca para a Ford no meio das negociações.

Essa história é relembrada no filme Ford x Ferrari, lançado recentemente.

E o currículo de Lee Iacocca não para por aí, pois o executivo é reconhecido por ter salvado a Chrysler da falência na década de 1980. Para tanto, ele angariou apoio do governo americano, demitiu muitos funcionários e reduziu salários, inclusive o de si mesmo, que passou para US$ 1 dólar.

Para finalizar, ele também cometeu erros, bem à maneira de Elon Musk. Entre eles, coordenou a criação do Ford Pinto, maior desastre da marca, pois pegava fogo toda vez que sofria uma colisão traseira.

4. Sergio Marchionne era mais gênio que Elon Musk?

Sergio Marchionne: assim como Elon Musk, mesmo se você nunca tiver ouvido falar dessas personalidades, com certeza conhece o que elas fizeram.

Ele foi outro grande executivo que revolucionou a indústria automotiva, criando a fusão Fiat Chrysler Automobiles (FCA). Ele o fez quando assumiu o posto de administrador geral da Fiat em um momento nebuloso para a italiana. Com a intervenção de Sergio Marchionne, a FCA se tornaria uma das gigantes do mercado de carros global.

Seu trabalho também levou a uma enorme valorização da marca americana Jeep, adquirida pela FCA que logo se tornou seu braço mais valioso. O italiano criado no Canadá também separou a Ferrari do grupo empresarial, aumentando seu valor.

Outras conquistas de Sergio Marchionne envolveram o retorno da Ferrari às competições de Fórmula 1, o relançamento do 500 e o renascimento das clássicas fabricantes italianas, Maseratti e Alfa-Romeo.

Ele foi o chefão da FCA e do alto escalão da Ferrari ao mesmo tempo e, quando faleceu, em 2018, foi substituído por três pessoas.

Por sua genialidade e pioneirismo, Marchionne se equipara à genialidade Elon Musk como executivo, e escapa, ao mesmo tempo, das excentricidades do sul-africano.

5. Carlos Ghosn criou a Aliança Renault-Nissan

Carlos Ghosn: assim como Elon Musk, mesmo se você nunca tiver ouvido falar dessas personalidades, com certeza conhece o que elas fizeram.

Tinha que ter um brasileiro nesta lista, e ele é Carlos Ghosn, responsável pela criação da Aliança Renault Nissan. Quando bolou a colaboração, a japonesa estava à beira da falência. Para salvá-la, ele também executou demissões em massa, algo impensável para o país nipônico.

E a união também foi lucrativa para a francesa, tanto que Ghosn passou a ser acusado de favorecê-la, abastecendo seu capital com lucros oriundos da Nissan. Mais tarde, a Mitsubishi também entraria para o grupo, fortalecendo ainda mais a gigante automotiva.

O brasileiro se tornou, dessa forma, figurinha carimbada no setor, e chegou até a esquematizar uma fusão com a FCA. Mas, logo depois disso, foi preso no Japão, acusado de desviar fundos da empresa.

Muitos, inclusive, apontam que poderosos do país estiveram por trás de sua queda, pois não estavam felizes com o caminho para o qual Carlos Ghosn levava a fabricante. Na época, ele chegou a publicar um vídeo denunciando a conspiração:

6. Henry Ford revolucionou a indústria

foto legenda 05 coluna 4018 henry ford modelot
Foto Ford | Divulgação

É difícil passar pela escola sem ouvir falar nesta outra figurinha da indústria automotiva, que supera – e muito – a fama de Elon Musk. Henry Ford foi responsável, não apenas, pelo desenvolvimento do carro como o conhecemos, como de todo um processo industrial.

Como ilustra Charlie Chaplin em Mundo Moderno, o Fordismo consiste na introdução de linhas de montagem no processo fabril. Com elas, cada funcionário fica especializado em uma mesma função, repetitiva, e não tem nem que sair do lugar para fazer seu trabalho.

Outro trunfo do americano, fundador de uma das três gigantes norte-americanas, é o Ford T, modelo que possivelmente é o mais clássico de todos os automóveis.

7. Taiichi Ohno, o “cara do Toyotismo”

taiichi ohno toyotismo wikicommons

Depois do Fordismo, o mundo automotivo e industrial, como um todo, também evoluiu, e foi com o Toyotismo. Ele já nasceu na fábrica da Toyota e foi criado por Taiichi Ohno, considerado responsável pela idealização da terceira revolução industrial.

O Toyotismo é diferente do Fordismo, pois emprega funcionários qualificados e treinados em todos os níveis da produção, ao invés de apenas em uma função. Assim, eles são capazes de contribuir para a otimização de todo o processo, que se torna cada vez mais perfeito, reduzindo desperdício e multiplicando a eficiência.

Portanto, embora seu nome não seja tão conhecido como o de Elon Musk e outros nesta lista, sua contribuição para a categoria segue em voga até hoje em fábricas de todo o mundo.

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário