Por que a emissão de CNH para jovens está caindo?

Dados do Denatran apontam que nos últimos três anos o número de emissões de CNH para jovens de 18 a 21 anos caiu 20,61%

Por Laurie Andrade14/09/18 às 08h00

O interesse dos jovens por carros tem se mostrado menor. As fabricantes, assim como a mídia especializada, estudam há algum tempo maneiras de atrair os possíveis motoristas. Dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) comprovam a tendência observada. De acordo com o órgão, nos últimos três anos, a emissão da Carteira Nacional de Habilitação CNH para jovens de 18 a 21 anos caiu 20,61%. Foram 939 mil documentos em 2017, ante 1,2 milhão em 2014.

De acordo com a Gerente de Estratégias de Pesquisa do Insituto Mobih, Viviane Macedo, alguns aspectos importantes estão relacionados a essa queda. O fator econômico é um deles: “a crise econômica vem, desde 2016, impactando na vida de todos”, justifica. No entanto, há o aspecto social, tão relevante quanto.

“Está acontecendo uma mudança importante no comportamento das pessoas, que buscam mais qualidade de vida e que não querem mais passar tanto tempo em congestionamentos. O fator tempo, hoje, é fundamental. Precisamos otimizá-lo, já que ele está mais escasso”, explica a especialista. Por isso, há um número considerável de aspirantes a condutores procurando outras alternativas para se locomover que não sejam a CNH para jovens.

“Os jovens já não veem mais a CNH como uma forma de independência, como acontecia em décadas atrás. Os demais meios possibilitam que eles coloquem outras prioridades acima da compra de um carro ou da obtenção da CNH. A paixão pelo carro vem diminuindo com o tempo”, conclui Viviane Macedo.

Gustavo Assis é designer, ciclista e faz parte do índice: “No começo, não tirei a CNH por motivos financeiros. Minha família não quis pagar e eu não animei desembolsar tanto dinheiro. Aí o tempo foi passando e perdi a vontade de dirigir. Faço a maioria das coisas a pé ou de bike. Quando não, ou tenho carona de amigos ou pego um ônibus ou uso aplicativos”.

De acordo com o Denatran, as emissões de CNH para jovens diminuíram quase 21% nos últimos três anos. Crise econômica e mudança de hábitos são fatores.
Foto iStock | Reprodução

“Gasolina em alta, trânsito, estacionamentos, IPVA e seguro são alguns fatores que me desanimam a ter um carro. Pretendo tirar CNH, mas não pretendo comprar um automóvel. A carteira seria para alguma ocasião específica ou para alugar um carro em alguma viagem”, argumenta o jovem.

O maior centro urbano do Brasil, São Paulo, é a cidade que mais usa Uber no mundo. Diariamente, cerca de 150 mil motoristas atendem passageiros na capital paulista, segundo estudo do Datafolha. Com as facilidades proporcionadas pela tecnologia, é comum que as pessoas optem por aplicativos de transporte para locomoções: ida e volta ao trabalho, ida a bares, economia com estacionamento.

O Sindicato dos Proprietários de Centros de Formação de Condutores do Estado de Minas Gerais confirmou que desde 2015 percebe uma queda no número de interessados em iniciar o processo para tirar a CNH para jovens.

“O momento econômico reduzindo o poder de compra das famílias, associado ao alto custo na compra de um automóvel, tem motivado essas diminuições, soma se a isto, ainda, outros fatores como aumento de oferta do transporte por aplicativos e o mito que tirar ‘habilitação é muito caro'”, justifica Brian Gonçalves, gerente administrativo do Sindicato.

CNH para jovens, motos e bicicletas

O Sindicato destaca, ainda, que nos últimos 2 anos, o número de pessoas interessadas em se habilitar na categoria A (moto) não caiu. Em 2017 o número aumentou em 1%. “Neste ano a perspectiva de aumento se mantém. Algumas razões, como o custo de uma moto, a facilidade de deslocamento e estacionamento, associado ao consumo de combustível reduzido tem motivado este aumento”, afirma Gonçalves.

Procurada pela reportagem, a Federação Nacional das Autoescolas e Centro de Formação de Condutores (Feneauto) não comentou a questão da diminuição da emissão de CNH para jovens.

Uma pesquisa recente do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) aponta que ciclistas paulistas economizam até 451 reais por mês e têm 90 minutos livres a mais por semana. Aqueles que consideram abrir mão da CNH para jovens são menos estressados e geram menos impacto ao meio ambiente, já que reduzem a emissão de CO2.

58 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • EMMANUEL 17 de setembro de 2018

    Isso aqui é o Brasil eu gastei quase r$ 7000 para mim chegar na carteira D agora eu pergunto para que eu tirei a carteira D que não tem emprego?

  • EMMANUEL 17 de setembro de 2018

    Para mim chegar hoje na carteira D eu gastei quase r$ 7000 agora eu pergunto para que eu tô com a carteira D e que não tem emprego?

  • Amanda 15 de setembro de 2018

    Tentei 3 vezes em MG e fui reprovada de sacanagem do avaliador que ficam inventando Regras absurdas pra dificultar a nossa aprovação.E uma vergonha esse sistema do Detran , Denatran e tudo mais ,gastei 4 mil reaise não consegui desisti. E ainda falam que não e caro.Mito..Ta impossível tirar carteira no Brasil.Vergonha de ser Brasileira.

  • Aroldo Ronaldo Tinti 15 de setembro de 2018

    Os ladrões de plantão estão a nossa espera, fui renovar a minha CNH e tive que rebaixar a categoria porque tem mais o exame toxicológico que é um absurdo eu tinha uma categoria D e rebaixei por não ter dinheiro para pagar o exame. Tinha a 30 anos a categoria D e agora tenho categoria B

    • Marcio rocha 16 de setembro de 2018

      Isso é pura verdade amigo.. comparei a com outro estado. Aqui no rio vc gasta na adição da categoria D um valor de $1800 reais. No Rio grande do norte vc gasta $594 reais. Na verdade a safadeza começa no rio de janeiro.

  • Vitor 15 de setembro de 2018

    Também. Olha o preço pra tirar. Quando fui fazer me custou quase 2500$ um absurdo.

    • lucas 18 de setembro de 2018

      tirei cnh no ano 2000 quando fiz 18,
      O valor era 250 reais, entao tirei carro e moto, saiu 320 reais as duas. Só investigar os responsáveis nesses 18 anos e terás uma surpresa. Alguém tem bens acima da média do salário. Abc

  • Herfim 15 de setembro de 2018

    Um absurdo o custo para tirar a primeira habilitação. Um absurdo o custo da mudança de categoria. Agora algum engomadinho falar que qualidade de vida. Qualidade de vida nada! Muita taxa e muito imposto que torna-se pesado para a grande maioria dos trabalhadores e trabalhadoras deste país!

  • Valdeir de Matos 15 de setembro de 2018

    Como que vai os jovem vai tirar a CNH se e o preço alto de mais

  • Luiz Trindade 15 de setembro de 2018

    Diminuiu a procura dos jovens, há Cnh .Por causa do valor absurdo . Que o Detran e as Autos escolas oferencem. Os preços do Detran soubem como se fosse foguete indo pra o espaço.Porquer desse jeito, onde vamos parar

  • Ana Paula 15 de setembro de 2018

    Está muito caro valor absurdo CNH 3400 😆😂 compro um veículo parcela 110 mês todo ano tem IPVA e multa, sem falar em manutenção dentro do período se você for assaltado você não paga mais ok 😀😆

  • Fernando 15 de setembro de 2018

    se não pagar o quebra não passa e só o quebra e 800 reais, e uma corrupção infinita.

  • David 15 de setembro de 2018

    “O mito do alto valor da CNH”
    Trocando a minha pra “D” R$ 2.900,00.
    Baratinho né?

    • Célio Soares 15 de setembro de 2018

      Seus safados , filho de uma vaca. Não foi o interesse q caiu e sim a roubalheira de vcs , SAFADOS

  • Renato Fernandes 15 de setembro de 2018

    O problema é o alto custo dos veículos, combustíveis, impostos e principalmente da CNH que é uma fortuna,sem falar na burocracia que existe para se conseguir algo neste país. Tudo por conta desses governantes corruptos que só querem assaltar o povo brasileiro. Já viram que a gente compra um veículo e tem que ficar pagando ele para o governo pro resto da vida na forma de IPVA, licenciamento e DPVAT. Me pergunto até quando vamos ficar aguentando tudo isso

    • Gilberto 15 de setembro de 2018

      Vamos ser roubado ate o fim dos tempos

  • Romildo 15 de setembro de 2018

    Eu acredito que seja por causa do alto valor da cnh

  • eliseu soares espindola 15 de setembro de 2018

    Antes de descobrirem que é possível roubar o cidadão também na hora de tirar a CNH, eu tirei a minha pagando uma taxa acessível e recebendo a CNH no mesmo dia sem precisar auto escola , mas como somos reféns de um sistema corrupto, hoje somos extorquidos de todas as formas possíveis, afinal o congresso existe para isso.

  • Marcileia 15 de setembro de 2018

    Também com tantos ladrões que tem no Detran , é uma roubalheira , só querem encher o bolso e o custo para tirar uma CNH em MG não tá barato não.

    • Fernando 15 de setembro de 2018

      Ai em MG eu não sei o valor mas aqui no Rio de Janeiro eu paguei ano passado 3700,00.
      Um absurdo. Muito caro, e agora vou ter que trocar a placa do meu carro outro roubo

  • Antonio 15 de setembro de 2018

    Aí chega as eleições tu tem que eleger um outro ladrão que vai ser o próximo a te enfiar ferro em tu lá na frente

    • jorge jose moreira 15 de setembro de 2018

      Diminui o preço da CNH dos veículos e combustíveis. IPVA. Vê se vocês políticos ladrões do povo .para de roubar.

  • Rodrigo 15 de setembro de 2018

    eu quero tirar mas não tenho condição tá muito caro

  • Marxio 15 de setembro de 2018

    Tirar CNH pra que se vc não pode dirigir,gasolina 5 reais, pedágio pra todo lugar, estacionamento tudo caro,se vc tomar uma uma latinha de cerveja e for pego já perde o direito de dirigir,melhor pegar Uber que sai mais barato

  • Miro Cesar 15 de setembro de 2018

    Ja começa errado pelo SIMPLES FATO de este maldito DENATRAN só criar leis e regulamentações para tirar dinheiro de TODA FORMA possivel.
    A habilitação- cnh – não seria diferente.
    Buracos nas estradas, falta de sinalização não existe no Brasil deles.
    Só no nosso onde um jovem tem que tirar 2 salários minimos pra conseguir habilitação…….

    • Antonio 15 de setembro de 2018

      Em lugar nenhum. Vc conseguir tirar cnh com 2 salários mínimos,,, são 3 salários mínimos nos finais das contas

  • GUY FERNANDES FARIA DE CAMARGO 15 de setembro de 2018

    Parei de ler no momento em que li que um palhaço disse que existe o MITO de tirar a habilitação está muito caro. Por aqui aonde moro 2 paus pra tirar a carteira é muito caro sim.

    • Lucas 15 de setembro de 2018

      Tô contigo nessa.

  • Brandão Jr. 15 de setembro de 2018

    Máfia. Tipo assim… aqui nós fazemos as leis…. todos vamos ganhar. Pessoas de alto escalão do governo que inventam essas burocracia s são eles donos de cfc médicos psicólogos etc. Inventaram o simulador pra que? Só pra alguém ganhar com isso. . E o exame toxicológico? Só para clínicas atravessadoras e laboratórios ganharem. Mas o cfc estava ganhando pouco, então criaram uma lei que o candidato só pode fazer o exame prático após quinze dias da última aula. Isso força a reprovação e da mais dinheiro. …
    Uma vergonha

    • Romildo 15 de setembro de 2018

      Vc falou tudo.

  • Fabio 15 de setembro de 2018

    Muito cara a CNH o governo só que rouba acha que temos 2.000 reais pra da na CNH eles acha que vamos da cu pra tira a CNH governo filha da pura.

  • Samuel Passos 15 de setembro de 2018

    Há 12 anos quando tirei minhas habilitações paguei 1000 reais pelas duas
    Hoje não sai por menos de 3500 em Porto Alegre RS
    Uma ladroagem só.

    • Billy Gharib 15 de setembro de 2018

      Estamos no país dos ladrões!

  • Helio 14 de setembro de 2018

    Tem os nossos escravos da Uber ! Pra que carro kkk

  • Wellington 14 de setembro de 2018

    Uma cambada de safado que não tem vergonha na cara habilitação ser repartida várias partes complicado esses camarada que faz a lei eles são usurpador só para extrair dinheiro do contribuinte se existe a lei toxicológico se o cara é profissional tem que ser de graça é lei do estado é lei do país porque tem que pagar tá complicado o futuro vai ser ninguém querer tirar habilitação primeiro que é muito caro uma fortuna você gasta em média r$ 2000 para tirar uma habilitação segundo que para você renovar gasta mais outra Fortuna quase r$ 1000 você é um roubo

  • Dioni 14 de setembro de 2018

    Bando de safados, outra coisa é exame toxicológico roubalheira para quem é profissional

  • Natanael 14 de setembro de 2018

    Esse bando de legisladores que criar e regulamenta as leis de de trânsito deviam tomar vergonha na cara , colocaram um simulador de trânsito que parece um vídeo game , de nada serve a não ser pra encarecer a CNH e mais uma telemetria que só serve pra roubar os alunos ficam colocando taxa sobre taxa só pra deixar os custos da CNH elevado , bando de ladrões a baixa demanda nas autoescolas são os custos elevados da CNH isso sim ,aposto que essas empresas e de algum político só pra roubar o povo e depois dizem que e pra evitar fraudes , nunca vai acontecer isso pois a fraude e com o ser humano e e mesmo filmando as aulas e na hora do exame prático que a fraude e feita ,e aquele simulador de trânsito não ajuda em nada só atrapalha vcs pois não tem nada haver com um veículo real .

    • Roger 14 de setembro de 2018

      Falou tudo

  • Henrique Costa de Freitas 14 de setembro de 2018

    Eu tirei minha CNH e não tinha dinheiro para ir na prova meu primo que emprestou a passagem.

    Passei na marra.

  • Pedro Manuel de Goiânia, Go 14 de setembro de 2018

    Essa pesquisa esqueceu de pontuar os autos custos que o detran vem empurrando guela a baixo de um assalariado, a dificuldade que só inventam moda, como um tal de aula e prova em um vídeo game e a quantidade de jovens que passaram a dirigir sem carteira mesmo, pois aqui no Goiás, ou você junta dinheiro pra comprar um carro ou tenta tirar a carteira.

    • Rps 15 de setembro de 2018

      Essa pesquisa foi mais um ladrao que fez..

  • Robson Carvalho 14 de setembro de 2018

    O problema é muito grave de corrupção entre o Detran e as auto-escolas principalmente aqui no Rio de Janeiro. E isso vem de longa data, pois terei a minha habilitação na década de 80 e já era assim.

  • Lucas Fernandes 14 de setembro de 2018

    Também, uma dificuldade pra tirar a porcaria da CNH, passar um ano praticamente sem poder dirigir.
    Detran safado e corrupto. Você “compra” um carro pra ficar pagando taxas pro resto da vida.
    Bando de vagabundos nesse nosso governo.
    Um salário mínimo de R$ 954,00 e vendem carros 0km por mais de R$ 30.000,00.

    • Billy Gharib 15 de setembro de 2018

      Estamos no país de ladrões e vagabundos no comando!

  • Joselho fernandes 14 de setembro de 2018

    Isso e uma mafia quando fui tira a monha cnh eles mim cobrarao propina eu falei vai ganha dinhero meu no inferno e passei na raça eles ficarao com raiva estutor do auto escola q tirei minha carta São todus pilantra safado e ladrao todus em São paulo sp so tem ladrao

    • João Reis 14 de setembro de 2018

      É tudo verdade o que você falou.

  • Guilhermw 14 de setembro de 2018

    O problema real é a burocracia que indicam goela a baixo. Pra alugar carro, só com 2 anos já na definitiva, pra comprar os juros prós jovens e absurdo. Então se não sabiam o motivo real agora sabem.

  • Leandro cunha dos santos 14 de setembro de 2018

    Aguardo resposta. ……..

  • Leandro cunha dos santos 14 de setembro de 2018

    E a Cnh Social?

  • Hugo 14 de setembro de 2018

    A verdade é que hoje nao vale mais ter um carro, um milhao de imposto duda disso e daquilo fora oa reboques roubando seu carro pela cidade. Vale mais a pena andar de uber. E assim todos tem feito.

  • Adriano 14 de setembro de 2018

    Vários motivos,CNH caro demais, combustível que não para de subir os preços,seguradoras que cobram 3 vezes mais pq é jovem ou dependendo do cep nem faz o seguro esses alguns motivos,vc acha que os jovens são bobos ,com a facilidade dos aplicativos,ando o mês todo ainda sobra ,tô nem aí pra carro

  • Marina 14 de setembro de 2018

    Uma verdadeira máfia esse povo, eu mesma não passava de jeito nenhum na prova só passei porque Deus colocou a mão, fiz promessa e consegui.

  • DENILSON MARCOS 14 de setembro de 2018

    A melhor maneira de se adquirir uma CNH no Brasil e comprando não tem burocracia nenhuma

  • Cesar Machado 14 de setembro de 2018

    Existe muito mais coisa por trás disso.
    A antiga máfia das autoescolas, os dudas, as intolerâncias e reprovações por motivos ridículos… Aí se paga outro Duda, mais uma vez a auto ou motoescola. É muito caro, muita burocracia e muita cobrança inútil.
    Para isso serve a burocracia: para dar mais dinheiro a quem já tem muito dinheiro.

  • Amilton 14 de setembro de 2018

    “o mito de que tirar a habilitação é muito caro” preço para adquirir habilitação nos Estados Unidos: 30 ~ 50 dólares. Carro para iniciar: 1000 dolares +-.. e o brasileiro? Mais de 1000 reais para habilitar e para um carro usado bem meia boca uns 20.000 reais… Ta certo então.. a justificativa é social, por conta de não querer pegar congestionamentos… Faça o favor.. querem enganar a quem…

  • Erika 14 de setembro de 2018

    Alto valor da CNH é mito? Kkkkkkkkkkk Só quem tem dinheiro sobrando pra achar isso. É CARO SIM! É mais que caro, É ABUSIVO. Eu mesma já desisti porque já gastei o que tinha e o que não tinha tentando tirar, não passei por que meu nervosismo beira o irracional, e me sinto como se tivesse jogado uma fortuna pela janela, além de não ter o benefício esperado.

  • Hyago Bertanha 14 de setembro de 2018

    Essas questões apresentadas na notícia, não são as únicas. Pois o o brasileiro está cansado de ter que pagar altos valores em IPVA, altos valores em Seguro, até mesmo porque no caso dos jovens o seguro é absurdo. Sendo assim os jovens estão preferindo não se meter nessas dívidas.

    • Leandro cunha dos santos 14 de setembro de 2018

      Porque a cnh social não dão prioridade a pecoas de baixa renda sendo que concorro quase todos os anos cadastrados no cadi único .

Deixe um comentário