[Recall] Freio do Chevrolet Equinox 2018 pode falhar

As unidades envolvidas no chamamento foram fabricadas entre março e junho deste ano; como solução, fabricante oferece a sangria do freio

Por AutoPapo14/09/18 às 11h07

A Chevrolet convocou recall de todas as unidades do Equinox 2018 produzidas entre os dias 19 de março e 1º de junho. Uma falha no processo de aplicação do revestimento dos pistões das pinças dos freios traseiros pode gerar bolhas no sistema pelo desprendimento de gás hidrogênio. Nesse caso, há redução do desempenho das frenagens e risco de colisão e danos físicos e materiais aos passageiros e terceiros.

Para resolver o problema do Equinox 2018, a marca fará a sangria do sistema de freio e completará o nível do fluído. O reparo dura aproximadamente 45 minutos e deve ser agendado pelo telefone 0800 702 4200 ou pela página de recall da fabricante.

Confira os Chassis do Equinox 2018 envolvidos:

  • Chassis: JS623611 a JS646613
  • Data de Fabricação: 19 de março a 1º de junho

A Chevrolet convocou o Equinox 2018 para realização de um recall dos freios. Problema nos pistões das pinças coloca em risco ocupates e terceiros.
Foto Chevrolet | Divulgação

Sobre o Equinox 2018

A Chevrolet trouxe o modelo para o Brasil para substituir a “velha” Captiva. Foi uma boa ideia! O utilitário esportivo (SUV) foi recém-lançado globalmente e desembarcou por aqui em sua versão topo de linha. O que mais nos chamou a atenção foi a excelente relação custo-benefício do Equinox 2018, que apresenta muitos equipamentos eletrônicos de segurança.

Por dentro, o espaço é ótimo para os passageiros da frente. O acabamento, por sua vez… é puro plástico! O desempenho também é digno de elogios. A suspensão é muito bem acertada. O motor 2.0 de quatro cilindos e 16 válvulas rende 262 cv de potência a 5.550 rpm e torque de 37 kgfm a 4.500rpm.

Abertura de porta-malas por meio de sensor embaixo do para-choque traseiro é um dos mimos presentes no Equinox 2018.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário