Fiat define câmbio automático para Argo e Cronos 1.3

Fabricante abandonará o controverso câmbio GSR, transmissão automatizada, que apresenta desempenho mediano e nunca agradou o mercado

Por AutoPapo18/09/18 às 17h00

Os modelos da Fiat Chrysler Argo e Cronos 1.3 não serão mais equipados com câmbio GSR. A partir de 2020, segundo os parceiros do Autos Segredos, quem será responsável pela transmissão dos automóveis é o câmbio automático de seis marchas da Aisin. Há tempos o mercado faz duras críticas à transmissão automatizada utilizada pela marca e solicita o câmbio automático para Argo e Cronos.

A nova transmissão será associada ao motor 1.3 Firefly aspirado. A novidade deve aparecer primeiro no Argo, que passará por uma reestilização daqui a dois anos.

O propulsor 1.3 que equipa os Fiat Argo 1.3 e Cronos 1.3 rende potência de 101 cv a 6.000 rpm e torque de 13,7 kgfm a 3.250 rpm, rodando com gasolina. Com etanol, oferece 109 cv a 6.250 rpm e torque de 14,2 kgfm a 3.500 rpm.

Além do motor 1.3 8V Firefly, o câmbio automático para Argo e Cronos será associado ao futuro motor 1.3 16V Firefly Turbo Flex, que deve chegar ao Brasil entre 2020 e 2021. O motor turbo será usado na nova geração do Jeep Renegade e também nos modelos Argo e Cronos.

O câmbio GSR é o automatizado de uma embreagem da Fiat. Assim como as outras transmissões automatizadas, ele não passa as marchas suavemente. Pela má fama e desconforto, não só a Fiat, mas também Volkswagen e GM estão se desfazendo dos automatizados aos poucos.

Novo câmbio automático para Argo e Cronos chegará ao mercado em 2020. Com transmissão de seis marchas, caixa também será adotada pelo Renegade.
Foto Fiat | Divulgação

Recentemente a Volkswagen lançou o Gol e o Voyage com câmbio automático de seis marchas. A Fiat já adotou um câmbio automático para Argo e Cronos com motor 1.8. Restará com o GSR, depois de 2020, apenas o Mobi 1 litro de 3 cilindros.

15 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Erl.Fon 10 de outubro de 2018

    A FIAT simplesmente está na posição que merece. Quando projetaram o Argo com este motor 1.3 já deveriam colocar um câmbio descente neste carro.
    Já vi a curva de torque deste motor, simplesmente um de seis marchas manual ou automático casava muito bem com ele.
    Se preferissem utilizar um de cinco marchas que colocassem as relações em 4+E pelo menos, pois na rodovia os motores ficam a mais de 3500 giros em 120 km/h, o que é absurdo nos dias de hoje.
    Enquanto isto a GM com o Onix vai dando banho em todo mundo, mesmo que venda para locadoras

  • Eduardo 19 de setembro de 2018

    Gosto dos automatizados. Não sao ruins. De todas as solucoes aautomáticas é a mais econômica de consumo de combustível. Nesses tempos de gasolina a 5 reais ainda é a melhor solução de conforto e economia.

    • Lucas 20 de setembro de 2018

      Com certeza é muito bom, principalmente com a lerdeza na troca de marchas e melhor ainda quando o robô que faz a troca de marchas quebra e você precisa desembolsar 7500 reais em um novo, fora a mão de obra .

      • Adriano 2 de outubro de 2018

        E quando quebra um câmbio automático fica bem barato né…

    • Claudia 8 de outubro de 2018

      Tenho um Fiesta automatizado, e é uma droga, apesar do carro ser legal. Tive que trocar todo o mecanismo em menos de 1 ano garantia por problemas de performance e trepidacao, alem do stress com a Ford no fornecimento dessas peças. Só sei que com esse meu novo conjunto de cambio/embreagem o problema voltou a ocorrer. Boa sorte com seu automatizado.

  • Nilson paulo schlichting 19 de setembro de 2018

    E muito simples. Se a fiat acha que o povo o burro amigos que comprou estes modelos como eu comprei vamos entrar na justiça contra a fiat. Para eles aprender nao enganar o povo…não achamos nosso dinheiro no lixo.

  • Roberto Borges de Souza 19 de setembro de 2018

    A fiat mercenaria do Brasil tem muiiitas reclamacoes do site Reclame aqui. Um dos piores senao o pior pos venda . Ignoram totalmente os registros de reclamacoes dos clientes. Nao indico fiat pra ninguem

  • Rene 19 de setembro de 2018

    O que interessa hj um câmbio automático em 2020? Acham que alguém que o queira vai esperar até lá? Isso é encher linguiça c por não ter o que oferecer no momento.

  • Geraldo Santos 19 de setembro de 2018

    Isso é uma sacanagem com o consumidor..

  • Ernesto 19 de setembro de 2018

    “A Fiat já adotou um câmbio automático para Argo e Cronos com motor 1.6.” Em que mercado o Argo tem motor 1.6? Não ser iludam, o câmbio automático virá somente com a versão Turbo quando será abandonada a versão 1.8 e só na topo de linha.

    • Alexandre Carneiro
      AutoPapo 19 de setembro de 2018

      Caro Ernesto,
      Você está certo quando diz que Argo e Cronos não têm opção de motor 1.6. O correto é dizer que ambos têm opção de motor 1.8. Todavia, esse motorização já pode ser associada a uma transmissão automática de seis marchas, totalmente diferente do conjunto automatizado que acompanha as opções 1.3. O texto já foi corrigido.
      Obrigado!

  • Alan 19 de setembro de 2018

    O foda é para quem comprou o Argo e outros com o câmbio GSR, vão se gerar quando forem vender esses carros.

    • Adriano 2 de outubro de 2018

      Eis a minha preocupação…

  • Alberes Luiz 19 de setembro de 2018

    A Fiat gosta sempre de inovar e isso é muito bom. Se ela colocasse câmbio automático na strada cabine simples ficaria muito bom porque iria atender pessoas que só pode dirigir carro assim é que trabalha normalmente ou a possibilidade de uma Fiat Toro cabine simples e automática. Essa possibilidade iria atender pessoas que deficiência física que dirige carro apenas automático.

  • Fábio 19 de setembro de 2018

    Essas marcas estão deixando de lado o automatizado de 1 embreagem. Os câmbios de 2 embreagens continuam aí, vide nova Tiguan e golf GTI.

Deixe um comentário