Fiat no Salão: SUV da Toro e R$ 8 bi em investimentos

Fabricante italiana apresenta o Fiat 500 reestilizado e o 500X, um crossover que compartilha da plataforma do Renegade, para avaliação do público

Por AutoPapo06/11/18 às 15h08

De tempos em tempos, a marca italiana usa o Salão de São Paulo para apresentar conceitos criados no Brasil. Desses exercícios de design nasceram produtos como Strada e Weekend Adventure e a Toro. Em 2018, a novidade é justamente um novo SUV da Fiat, com estilo de cupê, baseado na picape média.

Como, por enquanto, trata-se de um conceito, ainda há poucas informações técnicas sobre o novo SUV da Fiat. Sabe-se que ele usa a mesma plataforma de Toro e Compass, mas terá sete lugares. De certo modo, é um sucessor para o Freemont.

O grupo FCA, dono da Fiat, havia deixado os SUVs a cargo apenas da Jeep. Porém, mudou de ideia por questões mercadológicas. É que esse tipo de carro virou coqueluche entre os consumidores, de modo que a marca italiana não pode ficar de fora do segmento.

De quebra, a Fiat está mostrando, também no Salão, o 500 reestilizado e o 500X, um crossover que compartilha a plataforma com o Renegade. A empresa afirma que os dois modelos estão em exposição para avaliação do público.

Fiat 500X

Outros veículos que têm o objetivo de testar a reação dos visitantes são a Toro T-Rescue e o Argo Sting. São versões preparadas especialmente para o salão: a picape tem visual off-road, e o hatch, um body-kit esportivo.

Fiat no Salão: investimentos

A Fiat irá investir 45 bi de euro globalmente. América Latina e Brasil serão protagonistas nesse novo ciclo. Para o Brasil, a marca deve destinar 8 bilhões de reais.

Serão 15 lançamentos até 2023, entre novos produtos, motores e renovações de produtos já existentes.

Fotos Alexandre Carneiro | AutoPapo

Boris Feldman mostra as principais novidades da Fiat, direto do stand da marca italiana, no Salão de São Paulo

[TRANSCRIÇÃO]

Se SUV é o carro do momento, a Fiat pegou a plataforma do Toro e o pessoal imaginou: vamos pegar o Toro e colocar uma cabine, dois bancos, uns assentos… que nada. O Peter Fassbender, chefe de design da Fiat, arrasou com esse Fastback, um super carro de linhas modernas. E, eu garanto: a próxima edição do Toro vai ter a frente do Fastback. Esse é um carro conceito, mas está pronto, poderá ter versão de cinco, de sete lugares nesse mercado crescente de SUVs, pode apostar.

A Fiat, nesse Salão, arrasou, mas vai arrasar mais ainda no mercado, porque ”beleza por enquanto continua pondo mesa”. E no estande da Fiat, tem mais duas novidades interessantes. Uma delas é o 500X. O 500X usa o chassi do Renegade. Ele usa o chassi e a plataforma do Renegade, com as linhas, com o estilo, com o charme do Cinquecento. O que que a Fiat pretende? Ela não disse a verdade. Ela disse que pôs o carro aqui para avaliar a reação do público e tal. Mentira! Ela vai trazer qualquer coisa como 50 unidades por mês a partir de 2019. Cinquecento ou 500X, essa é a novidade garantida da Fiat para 2019.

Mas, tem uma outra coisinha muito interessante do lado de lá que é o Argo. Mas, o Argo todos conhecem, só que esse é um Argo diferente, muito diferente. Nessa versão do Salão, a Fiat colocou um Argo pintadinho de amarelo, como quem não quer nada, botou ali o nome de Sting, uma cor vibrante, um escapamento duplo ali atrás, é bem invocado, rodas preto fosco, a dianteira bem invocadinha também. Essa versão a Fiat chamou de HGT. A frente da uma mascarada legal no carro. Mas, agora eu vou contar uma super novidade que não está no estande da Fiat, mas que com certeza estará no próximo Salão do Automóvel: o Argo vai trazer de novo o sobrenome Abarth. Abarth são os carros especiais, são os carros esportivos da marca italiana.O Abarth não vai ter o motorzinho de 1.0 1.3, 1.8, nada disso. Ele será um bólido italiano com 220 cavalos de potência. Aguardem no próximo Salão do Automóvel. Ou quem sabe, até um pouco antes.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Deixe um comentário