Fogo nos Onix Plus é decorrente de quebra do motor

Razão foi especificada pela General Motors (GM) em comunicado oficial enviado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública

Por AutoPapo 07/11/19 às 13h23

O AutoPapo tem acompanhado os episódios ligados aos incêndios nos Chevrolet Onix Plus. Duas unidades do sedã mais vendido Brasil – lançado em setembro – pegaram fogo recentemente. Detectada a razão dos incidentes, a General Motors (GM) emitiu um comunicado suspendendo as entregas do modelo. Agora, a fabricante enviou um ofício ao Ministério da Justiça e Segurança Pública explicando o fogo nos Onix Plus.

Quatro Rodas teve acesso ao documento e publicou-o em sua página. Em resumo, a falha envolve a quebra de componentes do motor – como pistão, biela e até o bloco – que gera vazamento de óleo nas partes quentes e dá origem ao fogo nos Onix Plus.

Confira a íntegra da manifestação da GM:

A General Motors do Brasil (GMB), em cumprimento aos artigos 2º e 3º da Portaria MJ nº 618/19, vem, respeitosamente, informar esta Autoridade que recebeu em 5 de novembro de 2019 informações de que os veículos Onix Plus 2020 podem apresentar uma condição de defeito na calibração do software que pode, em alguns casos, causar vazamento de óleo no compartimento do motor.

Se o vazamento de óleo ocorrer e o óleo entrar em contato com componentes do motor funcionando em alta temperatura, poderá gerar um incêndio. Com base nas informações disponíveis, este defeito parece manifestar-se principalmente quando o veículo está em baixa rotação, em ambientes de altas temperaturas e condições áridas, e possivelmente em combinação com o combustível de baixa qualidade.

As informações recebidas pela GMB até a presente data indicam que o defeito na calibração do software dos veículos pode fazer com que ocorra uma condição de pré-ignição em determinadas situações. Se o defeito se manifestar, esta condição de pré-ignição poderá aumentar a pressão e a temperatura na câmara de combustão do motor, causando degradação no topo do pistão.

Esta condição pode levar a quebra do pistão e sua biela de conexão e consequentemente causar quebra do bloco do motor. Se o bloco do motor quebrar, o óleo pode vazar e entrar em contato com os componentes do motor quente.

De agosto a outubro, 8.775 unidades do Chevrolet foram emplacadas no Brasil. Nestes primeiros dias de novembro, mais 1.171 unidades ganharam as ruas, totalizando 9.946 unidades.

Espera-se que, com o problema comprovado, a Chevrolet faça um recall envolvendo todas as unidades vendidas. O reparo será desenvolvido para evitar outras ocorrências de fogo nos Onix Plus. Em documento enviado para os concessionários, a GM afirmou que disponibilizará veículos alugados para os consumidores afetados.

Em resposta à Quatro Rodas, a fabricante confirmou que o fogo nos Onix Plus está relacionado à condições muito especificas, combinadas de pressão atmosférica, temperatura ambiente, umidade relativa do ar e composição do combustível.

Avalie o conteúdo:
PéssimoRuimRegularBomExcelente (4 votos, média: 4,25 de 5)
loadingLoading...
Clique na estrela para avaliar.
13 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Frank 10 de novembro de 2019

    Boa tarde, isso está com cara de sabotagem, não estou convencido desse incêndio, acho que é caso de investigação policial, o vídeo não prova nada e soa muito estranho, de 7.100 unidades, só uma pega fogo em Rodovia e outra com o motor desligado dentro da fábrica em Gravataí. Muito estranho mesmo!

  • Avatar
    Marcos 10 de novembro de 2019

    Srs bom dia,comprei um onix plus ainda não entregue posso trocar a compra pelo prisma 19/19 eu estou com medo desse carro.

  • Avatar
    Adriano 9 de novembro de 2019

    Flagrante erro de projeto pois apenas erro e gerenciamento de software não deveria causar quebra do bloco, pistões e virabrequim… Não avaliaram bem a pressão desse motor com uso de turbina… Apenas a eliminação da injeção direta não foi suficiente para impedir a possibilidade de quebras.

  • Avatar
    James Elio Boing 8 de novembro de 2019

    Ta na cara o incêndio esta ligado a quebra do bloco que é de alumínio e o óleo em contato com a turbina da origem ao incêndio. Agora dizer que o bloco esta quebrando devido ao software do motor acho bem difícil !! Isso deve estar ocorrendo por falha de algum componente no interior do motor que deve ter baixa qualidade pra reduzir o custo !!! Vamos ver as senas dos próximos capítulos

    • Avatar
      Paulo 9 de novembro de 2019

      Sua análise é perfeita, esse negócio de bloco de alumínio é uma furada, quak a vantagem? Diminuir uns poucos kilos?.. … Ahhhh depois falam do motor “obsoleto” do astra. … Que saudade da Opel

  • Avatar
    Marcelo Ferraz 8 de novembro de 2019

    Mentira da chevrolet ,
    O primeiro carro pegou fogo no pátio !!!

  • Avatar
    Reinaldo Franklin 8 de novembro de 2019

    A GMB (Chevrolet) disponibilizou carro reserva através da Localiza-Hertz, pelo menos aqui na minha cidade. Houve uma pequena demora para liberação, pois, a central de atendimento da GM estava congestionada. Quanto a Concessionária José dos Santos, em Barbacena, o atendimento é impecável e, muito ajudou na liberação do carro reserva (Ônix Joy). Agora é só aguardar…

  • Avatar
    Paulo Brificcado 8 de novembro de 2019

    Chevrolet, você compra e fica a pé…

  • Avatar
    Luis Marcelo da Silva 7 de novembro de 2019

    Vergonha… Deveriam reembolsar todos os compradores pois todos (sou um deles) estão perdendo dinheiro adquirindo um bem com vício…
    Se o MP fosse serio obrigaria a GM devolver o dinheiro de todos corrigido

    Por uso que sinto vergonha dos órgãos de defesa do consumidor brasileiro, se isto acontecesse em um país serio essa montadora seria obrigada a indenizar todos os compradores por perdas e danos isso se não couber uma ação de danos morais

  • Avatar
    Carlos Minkap 7 de novembro de 2019

    Colocar culpa da gasolina é estar perdida com o desenvolvimento do motor que ainda não estava pronto.

  • Avatar
    Carlos M 7 de novembro de 2019

    Desenvolver software é longo, eles vão ajustar o mapa da central de injeção para não ocorrer o problema mais nessa situação, deve levar poucas horas para arrumar, mas muitas para testar e ver se o problema no mapa não ocorre em outro ponto

  • Laurie Andrade
    Laurie Andrade 7 de novembro de 2019

    Boa tarde, Luiz.

    Estamos tentando contato com a Chevrolet para esclarecer dúvidas como as suas. Assim que houver retorno, publicaremos.

    Abraços.

  • Avatar
    luiz roberto silveira piloto 7 de novembro de 2019

    Srs., sou comprador de um veículo onix plus ainda não entregue… e pelo pouco que entendo desenvolver um novo software é processo de longo prazo…estou certo nisso? vcs tem alguma informação sobre previsão da gm para regularizar o problema? antecipadamente agradeço…parabéns pelo portal

Avatar
Deixe um comentário